Produção em série do Jeep Renegade tem início em Pernambuco

Brasil / Jeep / Mercado

Produção em série do Jeep Renegade tem início em Pernambuco

SUV compacto é o primeiro Jeep nacional e chega às lojas em março

CTZ_12022015_-Carro-1-OK.Clélio-Tomaz-_ExclusivaBR-15
Falta pouco para o Jeep Renegade chegar às concessionárias brasileiras. A primeira unidade de produção em série deixou a linha de montagem da fábrica Jeep, em Goiana (PE), na última quinta-feira (19). O Renegade não só é o primeiro Jeep brasileiro e também o primeiro modelo produzido nesta nova fábrica, e seu lançamento está previsto para meados de março. CTZ_12022015_-Carro-1-OK.Clélio-Tomaz-_ExclusivaBR-21
Foram produzidos cerca de 250 carros desde outubro, todos eles pré-série, ou seja, foram destinados a testes. Os mais de 2 mil componentes foram avaliados juntos em testes que abrangem a geometria da carroceria e as certificações das peças, além de uma verificação minuciosa dos parâmetros de pintura e solda.
nyas-frame-4[6]
O Jeep Renegade terá opções com o motor flex 1.8 E.TorQ Evo (com mais torque do que o usado pelos Fiat) e o inédito diesel turbo 2.0 MultiJet II, o mais forte da categoria. A transmissão pode ser manual de cinco marchas ou automática de seis ou de nove marchas – outra exclusividade no segmento. E a tração pode ser 4×2 dianteira ou 4×4, de dois tipos, com ou sem diferencial . As versões serão Sport, Longitude e Trailhawk.
nyas-frame-3[3]
O Jeep Renegade Sport será o único com opção de câmbio manual de cinco marchas, mas apenas para o motor 1.8 E.TorQ Evo de 132cv. A novidade é que pela primeira vez este motor estará associado ao câmbio automático de seis marchas, o mesmo de Fiat 500 e Freemont – e que seria muito bem vindo no Linea e no Bravo. O motor 2.0 turbodiesel de 170cv terá sempre câmbio automático de nove marchas. A versão Longitude terá apenas as versões com câmbio automático, enquanto o topo de linha Trailhawk terá apenas o motor diesel.
jeep_renegade_longitude_br-spec_4
Entre os equipamentos, ar-condicionado, trio elétrico, direção elétrica e freio de estacionamento eletrônico, além de tela de 7” para o computador de bordo devem ser de série. Sistemas mais sofisticados, como o teto solar elétrico e removível, baliza automática (Park Assist), rádio com tela sensível ao toque de 5 polegadas ou 6,5 polegadas e bancos em couro estarão distribuídos entre as versões. A Trailhawk é a versão mais sofisticada também por sua mecânica. Seu sistema de tração tem reduzida (20:1) e ainda bloqueio do diferencial traseiro. Isso sem falar na suspensão elevada em 0,8 polegadas, placas de proteção inferior, rodas de 17 polegadas e ganchos de reboque.jeep_renegade_longitude_br-spec_5[2]