Avaliação – Toyota Etios Platinum se perde em sua proposta

Avaliação / Testes / Toyota

Avaliação – Toyota Etios Platinum se perde em sua proposta

Versão tem equipamentos interessantes, mas deve alguns dos mais banais

IMG_7178
O Toyota Etios está longe de ser uma grande novidade por aqui. Já o avaliamos em versão quase pelada, na versão sedã, e até o aventureiro Cross. Agora chega o Etios Platinum, versão recheada de acessórios que inflacionam seu preço e tentam contornar a imagem de carro de baixo custo. Mas será que isso é suficiente? IMG_7148
O Etios Platinum é a versão mais completa do compacto da Toyota. Volante igual ao do Corolla revestido em couro e com comandos de som, bancos em couro com o nome do modelo gravado, as mesmas rodas de liga leve aro 15” do Etios Cross, apliques cromados e lanternas escurecidas são algumas das diferenças.
IMG_7227
Mas, quem realmente atenua a impressão de simplicidade do Etios é o sistema multimídia com tela de 7 polegadas (contra 6,1” no Corolla). Tem navegador GPS, TV digital, câmera de ré e Bluetooth, e é mais rápida e intuitiva do que a do Corolla!
IMG_7295
Como a base da versão é a versão XLS, ainda entram no pacote de equipamentos como repetidores de seta nos retrovisores com ajuste elétrico, direção elétrica progressiva, airbag duplo, ar condicionado, freios ABS, regulagem em altura para o banco do motorista, alarme e faróis de neblina.
IMG_7276

IMG_7280O Toyota Etios Platinum, como todos os outros que avaliamos, usa o motor 1.5 16V flex, que gera 96.5cv @5.600rpm e 13,9kgfm de torque @3.100rpm quando com álcool. É um motor que já foi exaustivamente elogiado por nós e que está acoplado ao câmbio manual de 5 marchas, com engates precisos, aliado à boa embreagem com acionamento leve e certeiro. Ainda é um dos melhores conjuntos disponíveis entre os hatchs de entrada no Brasil. Além de esperto em todo tipo de rotação, a economia surpreende. Conseguimos a média de 11 km/l durante a avaliação, utilizando o combustível proveniente da cana. Legal. Apesar da simplicidade do acabamento, a impressão de carro barato foi amenizada. Mas todos os mimos e o motor maior têm um custo, claro, e isso é cobrado. Neste momento que você se pergunta: ‘quanto custa?’
IMG_7257
Cinquenta mil novecentos e oitenta reais, meus amigos! Isso mesmo, R$ 50.980! E isso porque o Etios teve reajustes menores que os da concorrência nos últimos meses.  

IMG_7232IMG_7230

Frente aos concorrentes o Toyota Etios Platinum parece uma boa compra. Porém, permanece uma série de limitações impostas pelo projeto. Por exemplo, na linha 2015 a tela de LCD minúscula que exibia hodômetro e o marcador de combustível foi trocada por uma maior, mais legível e com direito a um relógio. Mesmo assim, não há computador de bordo. E outra: a ótima central multimídia não tem a companhia de alto-falantes traseiros! A falta de chave canivete é o menor dos problemas… Não adianta encher o Etios de opcionais, ele continua sendo um Etios! Não importa se ele tem bancos de couro, sistema de multimídia, visão noturna ou condução autônoma, continua limitado pelo projeto pensado para ser extremamente barato. Ver o Platinum como uma versão requintada é difícil, tanto quanto aceitar a Itaipava Premium. IMG_7237Na minha humilde opinião, nem mesmo o bom comportamento dinâmico e os diversos equipamentos adicionados me convenceriam a comprar um Etios Platinum. Os materiais simples, a construção cheia de soluções para reduzir custos e os instrumentos na posição central com visibilidade prejudicada são aceitáveis apenas nas versões X 1.3 (R$ 39.950) e XS 1.5 (R$ 44.240), que fazem sentido e têm preços e pacotes de equipamentos extremamente competitivo. O Toyota Etios é um bom carro, mas essa versão Platinum com certeza entrará para a lista dos carros mais sem sentido que já passaram por aqui. Não é um agravante: são poucos compactos cuja versão topo de linha que faz algum sentido.

Galeria
Fotos | Henrique Rodriguez

O que ouvir ao volante do Etios?

Toyota Etios Platinum by Primeira Marcha on Grooveshark