Honda divulga preços e detalhes do HR-V brasileiro

Brasil / Honda

Honda divulga preços e detalhes do HR-V brasileiro

Seu concorrente de peso, o Jeep Renegade, também chega em março

cUGSW9j - Imgur
O HR-V chegará ao mercado brasileiro em um momento paradoxal. O período é propício dada a proximidade com o lançamento do Jeep Renegade, mas se mostra completamente hostil dada as condições atuais da economia brasileira e da retração do mercado automotivo. Ainda assim, a Honda aposta com boas armas no pequeno SUV, que oscilará entre R$ 69.900 e R$ 88.700, tal como seu principal concorrente, o Ford EcoSport. Mas será que seu principal atrativo será apenas o peso do logotipo no capô ou ele fará bonito diante dos adversários renovados?

Para começar o tira-teima, é preciso ir direto ao tópico crucial: os equipamentos e as versões. O HR-V terá três versões, como de praxe: LX, EX e EXL. Todas são equipadas com a transmissão CVT, com exceção da LX, que também oferece uma variante manual de seis velocidades. Todas as versões vêm com freio de estacionamento eletrônico, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, sistema de freios a disco nas quatro rodas, volante com regulagem em altura e profundidade e EBD. iY56M6c - Imgur Outro destaque é o chamado Motion Adaptative Electric Power Steering, que interpreta os movimentos do motorista e enrijece ou favorece o movimento da direção quando o carro sai da trajetória da curva, contribuindo para a retomada do controle. Por fim, também são de série comandos para ligações atreladas ao Bluetooth do sistema de som, além das lanternas, luzes de freio e brake-light compostos por LEDs. A Honda não especificou as variações de equipamentos entre as versões – enalteceu apenas os equipamentos da versão top, a EXL, que virá com ar-condicionado digital com comandos touch e central multimídia de sete polegadas com  conexão HDMI e com navegador GPS adaptado para quatro capitais brasileiras (Rio, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte) – outras cidades serão incorporadas futuramente. nQTLVMP - Imgur
Além dos pequenos luxos, a EXL também contempla retrovisores com rebatimento elétrico, tilt down (que direciona os espelhos para baixo ao engatar a marcha ré), além de setas em LED nos retrovisores (estas também presentes na versão EX). Bancos de couro também completam o quadro de equipamentos do HR-V de R$ 88 mil – não poderia ser diferente, a depender do bom senso, mesmo se tratando da mesma Honda que economizou rodas de liga e sistema de som nos antigos Fit e City LX.  Baseado no Fit, o HR-V também incorpora soluções do seu irmão mais velho, como o sistema ULT, que rearranja o posicionamento dos bancos, facilitando o transporte de cargas de diferentes tamanhos e volumes. O porta-malas oferece bons 437 litros – ainda aquém de um sedã premium, mas à frente do EcoSport, que dispõe de 362 no total.
GyuYeKl

A Honda destaca que a vida a bordo proporciona uma mistura de sentimentos – o painel, que lembra um cockpit, transpira esportividade, mas o uso de materiais diferenciados (tecidos, couro e plásticos macios ao toque) afugentam qualquer tese espartana. Infelizmente, o mesmo não é visto no exterior do veículo – a versão mais barata, de consideráveis R$ 70 mil, não dispõe de faróis de neblina e mesmo rodas de liga leve – sim, isso significa que teremos calotas! A propulsão fica por conta do 1.8 i-VTEC Flex One advindo do Civic. Os números são bons: 139cv e 17,5kgfm na gasolina e 140cv e 17,7kgfm no etanol. Além da opção manual de seis marchas já mencionada, o motor pode trabalhar junto do CVT – na EXL, são simuladas sete marchas e o motorista pode dispor dos paddle-shifts, as “borboletas” de trocas sequenciais atrás do volante – ficando à frente, neste ponto, do EcoSport Powershift. pNuXhJF
Por fim, os preços: a versão mais barata, a LX manual, partirá de R$ 69.900. Já a variante CVT custará a partir de R$ 75.400. A EX pula para R$ 80.400, sempre com CVT. A top-de-linha EXL estaciona nos R$ 88.700. Pinturas metalizadas e perolizadas simbolizam um acréscimo de R$ 1.200. Existem também diversos acessórios disponíveis para o modelo, que vão desde a grade cromada até bagageiro com teto com suporte para bicicleta, passando por soleiras iluminadas e iluminação interna sob o painel. Isso significa que um HR-V poderá custar, sem qualquer pudor, mais de R$ 90 mil. Todas as informações do HR-V serão divulgadas ao longo da próxima semana, prazo previsto para seu lançamento. É possível concluir, desde já, que o pequeno SUV é muito mais do que seu emblema no capô, mas precisará nadar em águas turbulentas dentro do mercado brasileiro e encarar, ainda, um concorrente de peso imerso em um contexto de globalização de mercados: o Renegade. Será uma briga boa – quem viver, verá. Voltaremos a falar do Honda HR-V na próxima semana, após as primeiras impressões do modelo.