Honda mostra versão definitiva do Type R

Honda / Salão de Genebra

Honda mostra versão definitiva do Type R

Motor 2.0 turbo de 314cv leva o carro aos 270km/h

2015-Honda-TypeR-3

Antecipado pelo Type R Cocnept, a versão mais agressiva do Civic acaba de ter suas formas finais reveladas. O palco de sua apresentação será o Salão de Genebra. Entre os destaques, o motor 2.0 VTEC turbo de 314cv. Tudo para ampliar a legião de fãs da linha Type R pelo mundo.

2015-Honda-TypeR-9

O resultado desta potência, obviamente, está no desempenho. A prova de 0 a 100 km/h é feita em apenas 5,7 segundos, já a velocidade final chega aos 270 km/h, a maior de seu segmento. A transmissão de seis marchas, manual, também faz sua parte. A cavalaria está totalmente disponível aos 6500rpm, já o torque de 40,8 kgfm, com 2500rpm.

2015-Honda-TypeR-8

Os motores da linha Type R, até aqui, eram aspirados, com torque relativamente baixo e potência em alta rotação, passando dos 8 mil giros. Neste novo carro, a presença do turbo quase dobra o torque em relação ao Type-R anterior, aspirado. O corte de giros no modelo 2015 ocorre com 7 mil rpm.

2015-Honda-TypeR-10

Para segurar o carro, alguns itens interessantes: Pneus de 19 polegadas, freios Brembo de 350mm no eixo frontal, suspensão dianteira com diferencial de deslizamento limitado, direção elétrica recalibrada e suspensão adaptativa.

2015-Honda-TypeR-2

No interior, um botão “+R” adiciona mais emoção ao carro. Ao ser pressionado, melhora as respostas do motor, com entrega mais agressiva do torque, reduz a assistência na direção e aumenta a rigidez da suspensão em 30%.

2015-Honda-TypeR-11

A tração continua sendo dianteira, o que fará alguns lembrarem do recorde de tempo em Nurburgring, que hoje pertence ao Megane RS 275 Trophy, com tempo de 7:54. Com os acertos para o Type R realizados na pista alemã, e em Suzuka, a Honda espera tirar o recorde das mãos francesas.

2015-Honda-TypeR-7

Toda esportividade deste japonês também é levada ao desenho. No exterior, quatro saídas de escape, desenho agressivo e vincos fortes. Destaque para o aerofólio traseiro. No interior, predominância da cor preta com elementos vermelhos, incluindo os bancos. Maiores detalhes chegam por aqui amanhã, com a abertura do Salão de Genebra.