Vendas de importados tem queda de 20%

Brasil / Mercado

Vendas de importados tem queda de 20%

Entre eles, o Kia Sportage ainda lidera

kia_sportage_za-spec_5
“Se está ruim, para um, está ruim para todos”. A frase não estaria aplicada erroneamente se fosse usada para se referir ao segmento dos veículos importados no Brasil, uma vez que a estagnação econômica também os afeta. Segundo dados da ABEIFA (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores), entre janeiro e abril foram comercializadas apenas 26.899 unidades, 20,1% a menos na comparação com o mesmo período de 2014. Para se ter uma ideia da dimensão, somente no mês passado, quando foram registadas 6.748 unidades vendidas, houve recuo de 14,5%. Para Marcel Visconde, presidente da entidade, “se não tivermos uma clara mensagem de que os ajustes fiscais necessários serão aprovados pelo Congresso, os resultados dos próximos meses seguirão essa mesma tendência”. No acumulado das vendas, a Kia segue na liderança com determinada folga, apesar de registrar uma queda de nada menos que 44,2% em relação a abril de 2014. Já a Jeep, terceira colocada, foi uma das poucas a crescer (com a considerável alta de 460,7%), sendo isso, provavelmente mérito da nacionalização da marca. Entre os modelos, o Kia Sportage, com 458 emplacamentos, foi o modelo preferido, seguido pelo Range Rover Evoque (418).