Brasil / Mercado

Vendas de veículos no Brasil devem ter queda de 20,6% em 2015

Fraco desempenho também afeta a produção, que deve recuar 17,8%

financiamento-carros-usados(3)

A crise tem afetado a indústria automotiva nacional, que registrou quedas em todos os meses do ano até aqui. E, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a tendência é piorar até o final de 2015. O relatório mais recente da entidade aponta que as vendas de veículos no país devem ter queda de 20,6% em relação a 2014, fechando em cerca de 2,779 milhões de unidades. A estimativa anterior, divulgada em abril, apontava queda de 13,2%. O pessimismo se estende também para a produção. Enquanto no mês passado a projeção era de 10% a menos, agora, o número deve ser 17,8% menor que no ano anterior, algo em torno dos 2,585 milhões de veículos.

A projeção pessimista foi influenciada pelo fraco desempenho das vendas no mês de maio. Segundo o presidente da Anfavea, Luiz Moan, os números foram bastante piores do que o esperado pela associação. A retração foi de 3% em relação a abril. Na comparação com maio do ano passado, o número de veículos vendidos foi 27,5% menor. O acumulado de janeiro a maio de 2015 registrou queda de 20,9% se comparado ao mesmo período do ano anterior.

Com as vendas em baixa, a produção também desacelera. Em relação a abril, a produção recuou 3,4%. Na comparação com maio do ano passado, a retração foi de 25,3%. Já o acumulado de janeiro a maio registrou queda de 19,1%, com 1,092 milhão de unidades até aqui.