Honda Accord renovado nunca foi tão Acura

Honda / Reestilizações

Honda Accord renovado nunca foi tão Acura

Sedã tem nova central multimídia com sistemas Android e Apple

accord

A Honda apresentou, durante um evento no Vale do Silício (EUA), o novo Accord. Com pequenas (mas importantes) mudanças visuais, o sedã japonês ficou também mais tecnológico. Suas vendas serão iniciadas, nos Estados Unidos, já em agosto. Para o Brasil ainda não há data certa para sua chegada.

Visualmente, o Honda Accord nunca foi tão Acura. O estilo adotado pelo sedã remete ao visto nos modelos da divisão de luxo da Honda, especialmente o conjunto formado por faróis e grade, esta representada por uma larga barra cromada que invade as peças de iluminação. Voltando aos faróis, estes são inteiramente iluminados por LEDs, com disposição em pequenos “gomos”. No para-choque, mais LEDs e pequenas aberturas, também a exemplo da Acura.

accord 2

Na traseira não foi diferente. As novidades atingiram discretamente o para-choque, evidenciando as lanternas, que passaram por um leve redesenho. O destaque fica para o arranjo interno das peças, com iluminação (em LEDs) feita por linhas horizontais. Uma barra cromada repete o efeito da grade dianteira “subindo” pelas lanternas. Até as novas rodas do Accord ficaram mais atraentes.

accord 3

O interior do Accord, apesar de seguir as formas clássicas do segmento, abusa de materiais com aparência que não condiz com sua faixa de preço. A principal novidade por dentro do sedã, no entanto, fica para a tecnologia. Equipado com duas telas, o Accord é o primeiro Honda com uma central multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas que abriga os sistemas Android Auto e Apple CarPlay, os sistemas operacionais do Google e da Apple, respectivamente. Há ainda bancos traseiros aquecidos, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, câmera de ré multi-ângulo, ar-condicionado dual-zone e retrovisor interno com visão ampliada.

accord 4

Como opcional a Honda oferecerá o pacote Sensing, que adicionará itens de segurança como aviso de iminência de colisão frontal com frenagem automática, aviso para saída involuntária da faixa de rolagem, auxílio para troca de faixa e piloto automático adaptativo.

Debaixo do capô, permanecerão as mesmas opções de motorização – iguais no Brasil e nos Estados Unidos. A versão de entrada (que parte de R$ 119.900 no Brasil) é equipada com um propulsor 2.4 de 175cv de potência e 22,9kgfm de torque, enquanto a topo de linha (R$ 147.900) carrega um motor V6 3.5 de 280cv e 34,6kgfm. A transmissão é automática de cinco velocidades para a primeira configuração e automática de seis para a segunda.