Ferrari 488 GTB tem fila de espera de quatro anos na Austrália

Ferrari / Mercado / Vendas

Ferrari 488 GTB tem fila de espera de quatro anos na Austrália

Crise? Não no mercado australiano

ferrari_488_gtb_25

Sucessora da aclamada 458 Italia, a Ferrari 488 GTB está fazendo mais sucesso que o esperado na Austrália. Com mais de 400 encomendas já feitas, a fila de espera do superesportivo já chega a quatro anos – tempo suficiente para que a marca apresente sua primeira reestilização, diga-se de passagem. Uma provável justificativa? O modelo ficou 55.529 dólares australianos mais barato que o antecessor, custando “apenas” 469.888 dólares (R$ 1,2 milhão). Uma pechincha.

ferrari_488_gtb_11

De acordo com o CEO da Ferrari na Austrália, Herbert Appleroth, o limite de produção do modelo deverá se esgotar até o final de 2015 se os pedidos continuarem no ritmo atual. O executivo apontou que em apenas uma semana a 488 GTB recebeu “bem mais” de 100 encomendas, número este que já ultrapassou as 430 unidades reservadas. Os cerca de R$ 142 mil a menos em relação à 458 Italia são apontados como justificativa. Que seja, o preço final continua ultrapassando a barreira de R$ 1 milhão. Quem também deverá fazer sucesso é a versão conversível da máquina italiana, que deve chegar até o final de 2015 na Austrália. Apesar de mais cara que o cupê, a 488 Spider tem grandes chances de repetir o feito.

O bólido é dotado de um novo propulsor V8 3.9 de 670cv de potência e 77,5kgfm de torque, o que representa um 0 a 100km/h em 3 segundos (0,4 mais rápido que a 458 Italia) e a velocidade máxima de 330km/h.