Renault Kwid é lançado na Índia por 3.900 dólares

Lançamentos / Renault / Segredos

Renault Kwid é lançado na Índia por 3.900 dólares

Com motor 0.8, promete consumo de 25km/l

renault_kwid_8

Tá vendo esse carrinho com todo um jeitão de crossover? Ele será fabricado no Brasil e substituirá o Renault Clio no final do ano que vem. Se chama Renault Kwid e foi lançado esta semana na índia por módicos 3.900 dólares. É tão barato que sai pelo equivalente a R$ 15.500 – tanto quanto um trator cortador de grama de 20hp -,  mesmo com o dólar beirando R$ 4. O Tata Nano, também indiano e conhecido como “o carro mais barato do mundo” custava 2.500 dólares no seu lançamento em 2009.

renault_unsorted_31

O mistério do preço tão acessível? Poucas concessões no projeto do carro. As rodas são de três furos com calotas, os comandos dos vidros elétricos ficam no painel, não há preocupação com texturas e cores dos plásticos de acabamento e o quadro de instrumentos digital – que, por incrível que pareça, sai mais barato que o analógico, tem apenas o extremamente necessário. Por outro lado, 97% dos componentes são fabricados na Índia. A montagem é na fábrica da Renault-Nissan em Chennai.

renault_kwid_6

Mas a Renault o apresenta como um carro global que, porém, terá seus componentes feitos sempre nos países onde for produzido. Isso diz respeito ao Brasil: a produção do Kwid nacional será na fábrica de São José dos Pinhais (PR), onde o carro é conhecido como “Projeto XBB”.

renault_unsorted_37

Em dimensões, o Renault Kwid é até generoso. Tem 3,68m de compriemento (8cm a mais que um Up!), 1,57m de largura (3cm a mais que um uno), 1,47m de altura (4cm a mais que um Palio) e 2,42m de entre-eixos (como em um Picanto). Para dar conta dele, escalaram o motor 0.8 de três cilindros que rende 54cv e 7,3kgfm de torque. É pouco, mas promete consumo de 25km/l.

Renault-Kwid-4

Um motor 1.0 de quatro cilindros (o mesmo do Clio, 1.0 16V) e opção de câmbio automatizado Easy´R serão oferecidos depois na Índia e também estarão no carro brasileiro.

renault-kwid-first-look-zigwheels-india-m06_720x540

Na Índia, a versão mais completa do Kwid tem ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros, alarme com comando na chave e central MediaNav, e sai por 5.340 dólares, o equivalente a R$ 21.300. As leis mais flexíveis fazem com que air bag para o motorista (apenas para ele) seja opcional e não há freio ABS. No Brasil, a meta da Renault é fechar em preço abaixo dos R$ 30 mil.

Renault-Kwid-6

  • Vinicius De Moraes

    Se realmente fechar abaixo dos 30 mil na versão um pouco mais completa, com certeza vai emplacar muito, e ainda por cima econômico.