Mercado / TAC / Zotye

Chinesa, Zotye compra a TAC Motors

Compradora promete picape e versão flex de jipe nacional

home-vermelho_0 - Copia

Desde o início do ano passado, a marca chinesa Zotye vem preparando sua estréia no Brasil. Se em um primeiro momento anunciou que faria uma linha de montagem tipo CKD no Espírito Santo, por meio de um grupo capixaba chamado Exata, agora o negócio envolve a TAC Motors, catarinense fabricante do jipinho TAC Stark, e que tem fábrica em Sobral, no Ceará.

As negociações aconteciam desde março. Segundo a Zotye, a aquisição da TAC vai acelerar o início da produção de alguns modelos da Zotye no Brasil e fazer da marca a primeira chinesa a vender carro com tração 4×4 e motor diesel, além de ser 100% nacional.

stark2 - Copia

E a situação do Stark também mudará. Até então o jipe era vendido apenas por encomenda. Com a compra pela Zotye, já se fala em uma nova estratégia comercial que envolve o aumento da produção e o lançamento de novos modelos derivados do Stark, como uma picape 4×4 e versão com motor flex para tornar o modelo mais acessível. O investimento total da Zotye é de R$ 190 milhões e irá gerar mais 150 empregos diretos na fábrica de Sobral.

Também está em negociação a exportação do Stark para os Emirados Árabes Unidos, para alguns mercados da África e para países da América Latina onde s Zotye já vende seus carros.

TAC Stark, o concorrente do Troller T4

Criada em Joinville (SC), a TAC (Tecnologia Automotiva Catarinense) transferiu suas operações para Sobral (CE) em 2012, com a intenção de ficar mais próxima dos estados que mais compram veículos 4×4 no Brasil. A Troller, sua principal concorrente, fica em Horizonte, também no Ceará.

tac 02[3] - Copia

Desenvolvido no Brasil, o Stark utiliza motor 2.3 litros turbodiesel da  Fiat (FPT, o mesmo da Ducato), que gera 127 cavalos a 3.600rpm e 30,5kgfm de torque a 1.800rpm. A transmissão é manual de cinco marchas, uma Eaton FS2405, e há tração nas quatro rodas com reduzida, fornecida pela BorgWagner, e diferenciais Dana 44.3 com bloqueio na traseira. A suspensão é independente nas quatro rodas, com dois amortecedores em cada roda.

O TAC Stark tem carroceria de fibra e mede 4,08m de comprimento, 1,88m de largura, 1,90m de altura e 2,54m de distância entre-eixos, e pesa 1.635kg. E o motor não é a única coisa que veio da Fiat para o jipe. O Mille empresta maçanetas das portas e da tampa do porta-malas, enquanto o antigo Palio empresta a coluna de direção, comandos dos vidros e retrovisores elétricos, porta-óculos e luz interna.

Zotye. Cadê ela?

Container 22ago[3]

Fundada em 2005 para produzir autopeças, a Zotye decidiu fabricar carros completos e baratinhos na província de Zhejiang. Inicialmente, comprou as máquinas e direitos de produção do Daihatsu Terios de primeira geração (agora chamado de Zotye T200) e do Fiat Multipla (Zotye M300). Depois passou a vender uma cópia do Suzuki Alto (Zotye T100) e conseguiu direitos de fabricação dos Fiat Palio e Siena antigos (rebatizados como Zotye Z200). Hoje, a marca faz ainda o T600, utilitário que mistura traços do Audi Q5 e do Volkswagen Touareg.

A marca chegou a anunciar a presença do T600 no Salão do Automóvel do ano passado. Mas, no fim, não apareceu no evento. As operações da marca teriam início ainda em 2014 com o lançamento do compacto Z100 Logic, equipado com motor 1.0 de 3 cilindros, e do T200 Hunter, SUV compacto equipado com motor 1.5 de 110cv de origem Mitsubishi.

  • Alecs

    A atual altura do campeonato ,a propria Gurgel já estaria em mãos chinesas…

  • Diggo

    Acredito que com isso o motor e câmbio do Stark deva mudar, pois a FPT deve parar de fornecer peças que já era precária. Meu primo trabalha na TAC e diz que a FPT é bem complicada, só fornece quando quer.