Este é o Chevrolet Cobalt 2016

Chevrolet / Segredos

Este é o Chevrolet Cobalt 2016

Leitor flagra sedã reestilizado em Porto Alegre

Chevrolet Cobalt 2016 - flagra do leitor (1)

Com lançamento marcado para o início de dezembro, o Chevrolet Cobalt 2016 foi flagrado sem qualquer camuflagem pelo leitor Leonel Avila, em Porto Alegre, prestes de participar da gravação de comercial. Além de design totalmente repaginado, o sedã intermediário da Chevrolet também tem novidades entre os equipamentos e na gama de versões.

Chevrolet Cobalt 2016 - flagra do leitor (4)

Na dianteira, faróis e grades mais estreitos, e a base do para-choque mais elaborada dão novos ares ao sedã, que perde o aspecto abrutalhado. E a traseira passa a conversar com a frente com as novas lanternas recortadas que passam a avançar sobre a tampa do porta-malas – que por sua vez passa a ter spoiler integrado.

Chevrolet Cobalt 2016 - flagra do leitor (3)

A principal novidade que as fotos do interior revelam é a segunda geração da central multimídia MyLink, que passa a ser compatível com os sistemas Android Auto, do Google, e CarPlay, da Apple. Assim será possível usar toda a sorte de aplicativos instalados no celular, dar comandos por voz, controlar aplicativos como Spotify e Deezer no aparelho ou mesmo trocar mensagens por Whatsapp (desde que o carro esteja parado).

Chevrolet Cobalt 2016 - flagra do leitor (6)

O aparelho ainda ganha tela de sete polegadas com melhor resolução gráfica e tecnologia multi-touch, e as teclas de avançar e retroceder do multimídia foram deslocadas do visor para o painel externo do aparelho, enquanto o botão do volume passa a ser giratório. A moldura preto brilhante do aparelho já era usada no Cobalt Graphite.

Chevrolet Cobalt 2016 - flagra do leitor (2)

Algo que também muda é o posicionamento de mercado do Chevrolet Cobalt. A partir da linha 2016, será vendido apenas com o motor 1.8 Econo.Flex de 108cv nas versões LTZ e Elite, inédita. LS e LT deixam de existir. A primeira terá opção de câmbio manual de cinco marchas e automático de seis, mas a segunda terá apenas o câmbio sem embreagem. A diferença ficará por conta do friso cromado e do logo elite nas laterais do carro, além de mimos como bancos de couro, câmera de ré e do acionamento automático dos faróis. A ideia é distanciar o Cobalt do Prisma, que muda no início de 2016.

FGD_8723

 

Fotos | Leonel Avila



  • Até que gostei, embora a traseira tenha ficado meio gambiarra genérica. Eu já gostava do anterior na traseira e lateral, apenas a frente que matava, já agora ficou com mais presença. Poderiam ter atualizado a motorização.

    Parabéns pelo site, primeiro acesso que faço ao mesmo e gostei do que vi.

  • José Cardoso Ferrão Neto

    Distanciando do Prisma, e preparando lugar para o NOVO CRUZE, que ficará bem mais caro !!!

  • longa vida ao monzatech 1.8, hurra, hurra. Fala sério, realmente não tem nada melhor pra ele não? Vai virar outro santana, queridinho dos taxistas (só taxistas).

  • Bruno Schatkoski Valerio

    parabéns ao site só aqui que vi mais fotos do cobalt. os outros site só tinha uma ou duas fotos, que devem ter pego um do outro.

  • Rafael Otero

    Na boa, achei feio demais, o conjunto roda/pneu não casa com o design do carro, parece que falta algo, ficou parecendo que fizeram o trabalho pela metade, fica parecendo carro de boneca, posso parecer meio controverso mas o anterior é mais bem resolvido que esse novo, so precisava de um leve ajuste na dianteira, e outra coisa que poha a GM quer com as nomenclaturas das versões de seus carros?

  • Pedro Cunha

    Ficou bem melhor! Dá pra olhar por mais de 3s sem sangrar os olhos ou sentir náuseas. Só denuncia o “DNA” de feiúra pelo perfil demasiado alto da carroceria combinado com os vidros laterais estreitos. Mas, dá pra imaginar que há uma “luz no fim do túnel” em termos de design na GM. Esperemos(e oremos) pelo upgrade na Spin(ha) e monstrana.

  • V12 for life

    Ficou mais bonito, mas como não trocaram o motor vou esperar a próxima geração para ver se vale a pena, o estilo parrudo foi uma das coisas que me interessaram e o porta-malas.

  • Valdek Waslan

    Gente… qualquer coisa é melhor que o que tinha antes?
    Estéticamente, só não me agradava mesmo eram os faróis, mas de resto…
    ESTÉTICAMENTE FALANDO, OK?
    Com esse novos, melhorou e melhorou muito.

  • Rubens

    O interior dos carros da GM estão muito simples, painéis sem muito atrativos, colocam uma central multimidia e pronto, acham que é o arraso, quem diria que no passado ostentou os interiores mais lindos dos carros nacionais,

    Uma que vejo evoluir nos interiores foi a Ford, de muito bom gosto.

    • Paulo César de Carvalho Júnior

      Concordo, com exceção do Ônix. Aquele painel é sensacional, inclusive, para o meu gosto, é o mais legal da categoria. O design dessa peça nao cansa!

    • Brasileiro

      Eu achei o painel do Onix bem resolvido, dual cock-pit como a GM o chama, material bem agradável, bancos confortáveis, na minha opinião entre os compactos é o interior que mais me agrada.

    • Arthur Medeiros

      Pra falar a verdade, a chevrolet nunca foi referência em acabamento interno… Na minha opinião os melhores sempre foram os de carros alemães, mesmo os populares da Vw.

  • Cesar Motor

    Igual a frente da Chevrolet Lova RV.

  • pedro rt

    sem duvida ficou bem melhor no design mas pra ficar muito bonito vai ter q esperar chegar 2019. qdo chegara a nova geracao.

  • awatenor

    Caramba! Não teve jeito, continua feio…e por trás……..ai, ai….Vôiáji??

  • Otávio Sampaio

    Achei que a traseira parece com o cruze.

  • Darlon Anacleto

    A Chevrolet não se cansa dessa grade dividida horrorosa. Ficou menos pior mas, bonito, isso não. De qualquer modo, não compram esse carro pela beleza e, sim, pelo custo-benefício.

  • Fernando

    Parabéns ao Primeira Marcha! Vocês são os melhores!!

  • Brasileiro

    Essa frente ficou muito melhor do que aquela frente anterior bizarra

  • Jad Bal Ja

    Ficou bem melhor, mas ficou bonito? Sinceramente não. Sómelhorou por que o antigo era muito feio. Ficou com cara de carro chinês.

  • Alexandro Henrico von Mann

    Que feio! De trás, Voyage, é você?