Honda / Mercado

Honda adia inauguração de sua nova fábrica em Itirapina (SP)

 

Unidade será finalizada, mas não tem data para entrar em operação

Nova-fabrica-de-Itirapina

Prevendo a estagnação de suas vendas em 2016, a Honda decidiu adiar o lançamento de sua segunda fábrica no Brasil, em Itirapina (SP). A unidade representa um investimento de R$ 1 bilhão e seria inaugurada no final deste ano para produzir o Fit. Porém, nas previsões da marca, a fábrica de Sumaré (SP) será capaz de dar conta da demanda de veículos no ano que vem.

Em nota a Honda diz que “uma nova data (de inauguração) será definida de acordo com a evolução do mercado”. ” A unidade estará pronta para iniciar a produção em massa assim que houver melhor previsibilidade do mercado”. O cronograma de investimento na fábrica, porém, será mantido sem alterações.

Sozinha, a fábrica de Sumaré dá conta da produção de Fit, City, Civic e HR-V operando em dois turnos e com horas extras. A “sorte” da marca foi o Civic ter queda nas vendas de mais de 50% após a chegada do HR-V.

 

  • Nerino Mariano De Brito Filho

    A Honda poderia oferecer no Brasil uma variante dos Brio e Amaze atendendo às exigências do nosso mercado, mais espaço no banco traseiro e maior porta-malas empacotados num belo design. Se produzisse o BR-V junto teria um excelente trio. Gostando ou não o Etios vende alguma coisa, possibilitou que uma camada mais baixa pudesse consumir Toyota e usufruir dos famosos serviços de pós venda. A Honda tem capacidade produtiva de sobra agora. O exemplo veio dos coreanos, nunca pensei em ver a Hyundai com uma das 4 grandes.

  • TSI

    Sorte da marca?
    Acho que se as vendas do civic, city e fit estivessem no nível anterior à chegada do HR-V esta fábrica já estaria em operação, gerando mais empregos, sem a necessidade de hora extra e com maiores lucros para a Honda!
    A Honda investe R$ 1bilhão e vc me diz que foi sorte não conseguir produzir e estagnar quase todo investimento?