Leis / Volkswagen

Ibama multa Volkswagen em R$ 50 milhões por fraude no motor da Amarok

Picapes ano/modelo 2011 e 2012 estão envolvidas no caso Dieselgate

volkswagen_amarok_double_cab_comfortline

A Volkswagen Amarok é o único modelo da Volkswagen vendido no Brasil que está envolvido no caso Dieselgate. Devido às mais de 17.057 unidades da picape vendidas no Brasil com o motor 2.0 da família EA-189, com software capaz de alterar emissões, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) multou a fabricante alemã em R$ 50 milhões.

De acordo com o Ibama, a empresa foi notificada e deverá apresentar um plano de correção dos carros alterados e comercializados, de modo a atender os parâmetros de emissão exigidos pelas normas brasileiras. Deve ser realizado um recall voltado exclusivamente para correção do dispositivo adulterado e, segundo o Ibama, isso não afetará o desempenho dos motores.

volkswagen_amarok_double_cab_comfortline_1

“Por carta, enviada em 22 de outubro de 2015, a Volkswagen reconheceu que veículos Amarok diesel, ano/modelo 2011 (todo o lote) e 2012 (parte do lote) apresentaram o mesmo item (alteração) encontrado nos Estados Unidos”, disse o Ibama. No mundo, há mais de 11 milhões de veículos de diversas marcas envolvidos no caso.

martin-winterkornWinterkorn deixa o Grupo VW

No comando do Grupo Volkswagen quando o caso Dieselgate veio à tona, Martin Winterkorn renunciou o carga em 23 de setembro. Agora Winterkorn deixou o comando da holding Porsche SE e abandonou de vez suas outras responsabilidades dentro do conglomerado alemão, que envolvia funções na Audi, Scania e na divisão Truck&Bus, que mistura operações da Scania e da MAN.