Novo Hyundai Elantra estreia motor 1.4 turbo nos EUA

Hyundai / Salão de Los Angeles

Novo Hyundai Elantra estreia motor 1.4 turbo nos EUA

Sedã evolui tecnicamente e estreia motores mais eficientes

2017-Hyundai-Elantra-USA9

A Hyundai aproveitou o Salão de Los Angeles para mostrar o novo Elantra para os Estados Unidos. Por lá, além de estrear uma nova geração com design mais moderno e uma série de melhorias técnicas, o sedã médio terá como novidade o novo motor 1.4 Kappa com turbo e injeção direta, que rende 130 cv e 21,5kgfm, que será usado nas versões de entrada.

2017-Hyundai-Elantra-USA14

O novo Hyundai Elantra revela linhas mais limpas, mas não menos marcantes. A grade hexagonal, os faróis estreitos e o formato dos faróis de neblina fazem a diferença na dianteira. Na traseira, as lanternas mais elaboradas e com luzes de LEDs, junto com o para-choque com grandes refletores, marcam as mudanças. E a aerodinâmica foi melhorada: com 4,57m de comprimento, tem 0,27cx de coeficiente aerodinâmico.

2017-Hyundai-Elantra-USA10

Por dentro as formas lembram um pouco os carros da Kia, que têm console voltado para o motorista. Os botões foram trocados por toques na nova central multimídia compatível com  Android Auto. Mas parece que o painel perdeu parte de sua ousadia.

2017-Hyundai-Elantra-USA38

Do ponto de vista técnico, a nova plataforma surpreende. 53% da estrutura é feita de aço de alta resistência, contra 21% do anterior. Isso melhorou a rigidez torcional em 29,5%. Isso não só significa um carro mais seguro, como também mais leve, estável e econômico.

2017-Hyundai-Elantra-USA40

Outra novidade mecânica é o motor 2.0 de ciclo Atkinson e não Otto. Isso significa que os tempos de admissão são maiores, em busca de maior eficiência. A potência geralmente é afetada, mas os 150cv e 18,2kgfm que entrega são satisfatórios. Os câmbios podem ser manual ou automático de seis marchas.

2017-Hyundai-Elantra-USA5

Entre os equipamentos estão controles de tração e estabilidade, airbag para o joelho do motorista e monitoração de pressão dos pneus. Opcionais, há assistente de mudança de faixa, detecção de tráfego cruzado, detecção de pontos cegos e câmera de ré.




  • TSI

    Não sou grande fã da hyundai com suas linhas rebuscadas, marcada e cansativas, mas tenho que ceder e ver que melhoraram muito o carro esteticamente com linhas mais limpas e sóbrias, ainda não do meu agrado, mas bem melhores.
    Com relação ao motor, se tal 1.4 for elástico como o esperado para carros turbo aspirados, o desempenho e consumo serão superiores ao 2.0 com 1.50 cv e daí fica a minha pergunta ao Henrique:
    Tem certeza que ele virá na versão de entrada?
    Aos que não concordarem com minhas considerações, digo que esta é minha opinião, que pode ser divergente da sua.

  • Diggo

    É inegável a beleza do carro, mas também não se pode deixar de mencionar a semelhança com os veículos da Ford.

  • Henrique

    Tá de parabéns o Elantra viu

  • Observador

    Acho o atual elantra mais bonito.
    Porém é inegável a evolução técnica.