Pergunta da Semana

Pergunta da Semana – As “falsas” rodas esportivas: como você encara?

Aquelas rodas de aço estampado e calotas que tentam nos enganar

buick_regal_grand_national_9

Mais uma semana vivo: e aqui está mais uma Pergunta da Semana. Que, desta vez, surgiu de um cruzamento inusitado na minha vida. Estava eu vagando pela internet enquanto ouvia “Wannabe”, das Spice Girls – e pensava na Emma Bunton – quando me deparo com um Fiesta MkIV com um Duratec 2.0 debaixo do capô. Era um belo sleeper, uma vez que a única modificação visível eram as rodas de 15 polegadas do EcoSport de primeira geração. Em aço estampado, das versões básicas. E pasmem: ficou bom. Mas, na minha opinião, é uma roda de aço que sempre quis ser uma de liga leve. Ou, como diria os cidadãos de língua inglesa, “wannabe”. Faz todo sentido, né?

Sim: a mais básica das rodas pode ser visualmente agradável, se os estilistas acertarem a mão e os fabricantes toparem fazê-las de forma diferenciada. Esqueça aquela roda de aço estampado com janelas de ventilação simples, que explicitam de forma gritante o quão franciscanas elas são. Também esqueça algumas rodas sensivelmente ridículas, sem janelas de ventilação, tão agradáveis à vista quanto o sacrifício de um porco: sempre que vejo uma Mercedes Benz Sprinter de primeira geração com rodas sem qualquer furação para arrefecimento dos freios começo a ter crises de desespero.

Ford Maio 2005 Ecospor Flex Lançamento

O recurso não é recente: quem não se lembra das rodas de aço estampado que inicialmente equiparam os Opala SS em meados dos anos 1970 e sobreviveram até os anos 1990 nas versões mais básicas do velho sedã, vulgarmente chamadas de “repolho”? Eram esportivas sem serem fundidas ou forjadas em liga leve. O mesmo vale para as rodas Rallye que equiparam os Dodge nacionais. Mas, verdade seja dita, as mesmas sumiram nos anos 1980. Por que?

Logicamente que, em parte, pela maior facilidade de produção de rodas em alumínio com o avanço tecnológico. Mas, quer saber? Isso não explica, a meu ver. A mudança de rumos responde pelo avanço na produção e modelagem dos termoplásticos, que desaguaram na revolução causada pelas calotas em meados dos anos 1980 e 1990. Com isso, as rodas de aço estampado puderam continuar sendo insossas: ninguém as veria, uma vez que as calotas se ocupariam do fator estético do componente.

autowp.ru_chevrolet_opala_5

Beleza. Durante muito tempo, as calotas eram somente isso. Calotas. Até o dia em que um gênio (?) chegou e disse: “Por que diabos não podemos fazer calotas com desenho mais esportivo, que simulem rodas de liga?”. E foi a partir desse dia que passei a ver pessoas confundindo as calotas do Sentra básico de geração anterior com rodas de liga leve. Será que era essa a intenção da Nissan, camuflando os rodantes menos nobres no sedã nipo-mexicano? Se era, ela está de parabéns. Pois conseguiram. E a tendência é que isso aumente com o passar do tempos: quantos carros atualmente você vê de relance nas ruas, observa as rodas de liga e…pera aí, não são rodas de liga. São calotas. Ou rodas de aço!

O que você acha dessas “falsas” rodas esportivas? É daqueles que somente compra um carro se o mesmo tiver rodas de liga ou é desapegado com isso? Lembra de algum modelo que me esqueci? Acha que não é uma atitude exatamente honesta das fabricantes? Vamos, compartilhe conosco a sua opinião!

autowp.ru_subaru_forester_jp-spec_22

  • pedro rt

    rodas de aço me incomodam assim como calotas, deveria ser de serie as rodas de aluminio umas com design mais simples e outras mais elaboradas e maiores, mas um exemplo de calota bonita e a do gol 1.0 g5 que de tao bem feita parece de liga pra quem e leigo. e as rodas de aço da ecosport ja viraram mania pra quem tem qualquer ford, desde um velho escort ate quem tem um ka 2013 como exemplo

  • V12 for life

    Depende do desenho se me agradar não tem problema, a algum tempo li uma matéria dizendo que em aros 13″ e 14″ normalmente as de liga são mais pesadas já a partir de 16″ as vantagens de peso das de liga são reais, oque faz pensar que em aro 15″ tanto faz. As da Saveiro Trooper são de aço e ficaram ótimas pintadas de preto.

  • dogmarley

    Preferencialmente não gosto de calotas, principalmente aquelas que envolvem os parafusos de rodas, já denominadas de “supercalotas” pelas montadoras.
    Prefiro rodas de liga ou rodas de aço (estas quando com certa dedicação em seus traços.).
    Porém como as rodas de aço ultimamente estão todas iguais e feias, bem simplórias em layout, acabei apelando para um jogo calotinhas central (saveiro trooper), que não se prende aos parafusos. é apenas encaixe.
    Pra mim surtiu um efeito positivo pois numa eventual troca de pneu isso evitará de eu me stressar MAIS, e ainda resolve paliativamente a questão do design deixando um aspecto mais despojado nas redondas.

  • dogmarley

    No meu up arranquei as calotas originais e coloquei as da Saveiro trooper. Ficou bom o resultado.

  • Diggo

    Eu não vejo problema, acho elas bonitas. A Eco mesmo tem na versão SE Direct uma bela roda de aço. A Saveiro Trooper também, ambas bonitas e de bom gosto.

    • Renato Passos

      Rapaz, esqueci da Trooper. Bem lembrado.