Splash and Go! – O fim de uma era: Jeff Gordon pode eternizar este dia na história do automobilismo

Splash and Go

Splash and Go! – O fim de uma era: Jeff Gordon pode eternizar este dia na história do automobilismo

Lenda da Nascar se despede com chances de ganhar o quinto título

12247726_10153459752383801_1326776248184748182_o

Faltam poucas horas para o fim de uma era. Será a última vez que o carro 24 entrará na pista pilotado por Jeff Gordon. São 23 anos na principal divisão da Nascar, totalizando 93 vitórias, 4 títulos e 796 largadas consecutivas. Isso mesmo, desde que estreou na Nascar, em 1992, Jeff Gordon nunca deixou de participar de uma etapa.

Em 2001, aos 30 anos de idade, ele já era tetracampeão da categoria. Esse dado fica ainda mais impressionante quando lembramos que em três, desses quatro títulos, Gordon correu contra o mito Dale Earnhardt.

JG 1992

Jeff Gordon estreando na Narcar, em 1992

No início deste ano, Gordon anunciou que a temporada 2015 seria a sua última. Com 44 anos, Gordon decidiu que era hora de dedicar-se mais a família e aos negócios.

O anúncio da aposentadoria frustrou os fãs, pois o pentacampeonato, esperado há 14 anos, parecia um sonho inalcançável. Durante toda esta temporada, diversas homenagens foram prestadas ao piloto: pinturas em autódromos, vídeos produzidos por empresas e pela própria Nascar, depoimentos de outros competidores e os fãs vestidos de #24 da cabeça aos pés.

Jeff Gordon é o tipo de ídolo que dá vontade de ter como amigo. Piloto excepcional que conseguiu agregar valor à sua imagem também fora das pistas. É o garoto propaganda ideal para uma grande marca. Se você nunca viu o Gordon pilotando, tenho certeza que já assistiu à propaganda da Pepsi, em que ele faz uma pegadinha com um vendedor de carros, passando-se por um possível comprador num test-drive. O vídeo transformou-se num viral na internet, com quase 50 milhões de acessos no YouTube.

Algumas lendas da história do automobilismo mundial como Ayrton Senna e Dale Earnhardt, tiveram a aposentadoria antecipada pela morte. Já outras, como o heptacampeão da Fórmula 1 Michael Schumacher, encerraram a carreira de forma decadente e melancólica. Mas os deuses do automobilismo foram mais generosos com o Gordon.

O piloto do carro 24 chega à pista de Homestead, em Miami, como um dos quatro finalistas do campeonato. Analisando a temporada inteira, ele não é o favorito. Porém, Jeff Gordon é lenda, a última ainda presente na categoria, e mesmo tendo realizado uma temporada sem grandes feitos, com apenas uma vitória, o destino pode consagrá-lo hoje com a despedida mais espetacular da história dos esportes a motor.

JG 2001

Piloto do carro 24 comemorando o quarto título, em 2001

Se o pentacampeonato não vier, será só um detalhe na vitoriosa carreira do piloto, pois já somos imensamente gratos por tudo que o Gordon proporcionou aos fãs do automobilismo.

Dale Jr., filho de Dale Earnhardt, pode ser o atual queridinho da América. Mas não só os norte-americanos, como pessoas do mundo inteiro estarão hoje dentro do carro 24, pilotando com Jeff Gordon em busca de mais um triunfo.

Que a tristeza e o saudosismo que antecedem esta prova em Homestead, sejam substituídos por sorrisos e lágrimas de alegria.

JG 2015

Jeff Gordon em seu último fim de semana como piloto da Nascar

Obrigado, Jeff!

Go, go 24!




  • Diggo

    Foi um bom piloto, mas estava decadente a muitos anos. Teve por vários anos o melhor carro da NASCAR e a equipe mais forte e preparada e não ganhou nada. Quatorze anos sem ganhar nada e ainda dizem que é a despedida mais espetacular da história?? E outra, em 2014 só chegou no chase pelos recursos que a NASCAR usa (abriu uma “exceção” para um 13º piloto) e este ano devido a cagada do Kenseth e Logano.
    Outra, ÚNICA LENDA??? E o JJ é o que então??? O cara tem seis títulos e pode ser tornar o maior ganhador de todos os tempos.

    Por isso, menos, bem menos PM.

  • V12 for life

    Espero que chegue na frente entre os 4 que disputam o título, GO GO Gordon.