Novo Mini Clubman chega por R$ 179.950

Lançamentos / MINI

Novo Mini Clubman chega por R$ 179.950

Com seis portas, é o maior modelo da história da Mini

Mini Clubman 2016 (4)

Terceiro integrante da nova linha Cooper, o novo Mini Clubman chega ao Brasil poucos meses depois de ter sido apresentado na Europa. Agora baseado na versão quatro portas do Mini Cooper, se tornou o maior Mini já produzido, superando até mesmo o crossover Countryman. Mas também está mais prático.

Mini Clubman 2016 (5)

Por fora, o novo Clubman repete a dianteira do hatch, com grandes aberturas e faróis rodeados por LEDs. É a partir da metade da carroceria, porém, que a peruinha se diferencia do restante da gama. A porta direita suicida da geração anterior foi abandonada, dando lugar a portas convencionais dos dois lados. A tampa traseira, porém, permanece com abertura (elétrica) em duas portas, mas as lanternas ficaram maiores e são horizontais.

Mini Clubman 2016 (7)

O destaque do modelo vai para suas dimensões. Com 4,22 metros de comprimento, 27 centímetros a mais que a versão antiga, o Clubman supera os 4,11 metros do Countryman. A medida do entre-eixos cresceu 10 centímetros e o porta-malas de 360L pode chegar a 1.250L com os bancos traseiros rebatidos.

Mini Clubman 2016 (1)

Vem ao País na versão MINI Cooper S Clubman, com motor 2.0 TwinPower Turbo, de 192cv de potência e 28,5kgfm de torque. O câmbio é o automático Steptronic de oito marchas. Custa R$ 179.950 e é equipado com sistema elétrico de freio de estacionamento, ajuste elétrico dos bancos de couro, conjunto de iluminação Full LED e o Comfort Access, que permite abrir as portas sem a necessidade da chave.

Mini Clubman 2016 (6)

O modelo ainda tem Head Up Display, rodas aro 18’’, teto solar panorâmico e controle dinâmico dos amortecedores integrado ao ajuste de modos de condução, o MINI Driving Modes, que adapta as configurações do carro ao gosto do condutor.

 



  • lucasfs

    Gostava mais da geração anterior, era meu mini favorito, bom que daqui a 5 anos compro a geração passada usada por “merreca”

  • Elizandro Rarvor

    Chamar um monstrengo destes de mini tá de sacanagem né? Mini onde? Só no Texas no meio das Heavy Duty.

  • Dick Buck

    Porta malas um tanto pequeno para um “mini” com jeitão de perua. E achei essas lanternas traseiras muito grande e desproporcionais. No mais, um ótimo carro, mas sinto saudade dos minis realmente pequenos, que vem crescendo a cada geração.