Chrysler Pacifica, substituto do Town & Country, é mostrado em Detroit

Chrysler / Lançamentos / Salão de Detroit

Chrysler Pacifica, substituto do Town & Country, é mostrado em Detroit

Minivan evolui e muda de nome

007-2017-chrysler-pacifica-hybrid-1

A grande expectativa era para que a Chrysler apresentasse a nova geração do Town & Country no Salão de Detroit. A surpresa foi ver a minivan ser rebatizada, passando a se chamar Chrysler Pacifica. O design que foge ao estilo quadradão e remete ao sedã 200 (versão Chrysler do Dodge Dart) ajuda a sustentar o novo nome.

010-2017-chrysler-pacifica-1

Enquanto suas dimensões são, basicamente, as mesmas (coisa de 3cm mais curto e 2cm mais alto), a plataforma é inédita. Com isso, o Pacifica tem estrutura mais rígida e é 136kg mais leve que a Town & Country. Mas isso não quer dizer que a minivan é leve: são 1.964kg no total.

012-2017-chrysler-pacifica-1

A grade e os faróis curvos mantém a relação entre o Pacífica e o Chrysler 200, embora a traseira com lanternas horizontais que parecem estar dentro do vidro traseiro lembre muito o JAC J6. Por dentro a relação com o 200 existe, com grandes saídas de ar ao lado da central multimídia com tela de 8,4″. Mas há outras duas telas de 10″ sensíveis ao toque para os bancos traseiros.

005-chrysler-pacifica-1

 

Há apenas duas opções de motorização para o Chrysler Pacifica. A primeira é o mesmo motor V6 3.6 Pentastar com 287cv, mas com câmbio automático de nove marchas, que envia a força para as rodas dianteiras. A segunda opção é híbrida. Usa versão de 250cv do mesmo V6 e ainda um motor elétrico alimentado por uma bateria de 16kWh. A autonomia elétrica é de 48km, sendo que a recarga da bateria em tomada de 240V leva duas horas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Alexandro Henrico von Mann

    Ficou top demais ela. Agora, todo mundo vai usar seletor giratório de marchas???