Ford

Notificada pelo Procon, Ford fará reparos em carros com câmbio Powershift

Carros envolvidos terão garantia aumentada de três para cinco anos

New Fiesta Hatch 2014_10

Notificada pelo Procon-SP sobre problemas no câmbio PowerShift, dos modelos New Fiesta, Focus (sedã e hatch) e EcoSport, a Ford reconheceu as falhas em seu câmbio automatizado de dupla embreagem e vai aumentar a garantia dos carros envolvidos no caso de três para cinco anos. Os clientes serão notificados via carta comum ou mala direta para realizar reparos necessários sem custos.

NOVO FOCUS SEDAN 2014 (15)

NewFiestaHatchDay2Drive17A ação foi tomada depois de centenas de reclamações de consumidores nas redes sociais, em matérias na imprensa e, também, registradas no Procon-SP. Os relatos são de mal funcionamento que causa trepidações, ruídos e superaquecimento no sistema em carros produzidos entre 2013 e 2014. A falha leva à troca prematura de kit embreagem, problemas nas trocas de marchas e demora para o sistema responder. Desta forma, ainda segundo os clientes, há perda de força (especialmente em aclives), superaquecimento e pane com o travamento completo, que impossibilita o engate de marchas.



Em resposta ao Procon-SP o fabricante reconhece a falha e afirma que irá realizar os reparos nos veículos envolvidos – sem custos para o consumidor – e, também, estender a garantia de três para cinco anos, ou 160 mil quilômetros, o que ocorrer primeiro. A garantia estendida será exclusiva para os modelos Ford New Fiesta e Ford EcoSport 2013 e 2014 e Ford Focus 2014, equipados com o sistema PowerShift.

O órgão recomenda que todo os proprietários dos modelos envolvidos devem agendar o reparo nas concessionárias da marca caso já tenham constatado o problema. Caso já tenham constatado o problema ou tenha sido detectado na revisão, os clientes devem formalizar por escrito reclamação junto a montadora, guardando número de protocolos, mensagens enviadas, áudios e qualquer outra forma de comprovação. O Procon-SP também orienta que caso algum consumidor tenha se envolvido em algum acidente causado pelo defeito, poderá solicitar por meio do judiciário reparação por danos morais e patrimoniais.