Ford / Hyundai / Renault / Segredos

Hyundai HB20 e Ford Fiesta terão motor 1.0 turbo ainda no primeiro semestre

Renault também terá motor 1.0 três cilindros, mas sem turbo

flagra_hyundai_hb20_turbo

HB20 Turbo em testes no Piauí (AutoRealidade)

Há uma corrida pela eficiência entre as fabricantes e foi iniciada pelo Up TSI, com seu motor 1.0 com turbo e injeção direta. Que a Hyundai já testa no Brasil o HB20 com motor 1.0 turbo você já sabia, a novidade é que chegará às lojas ainda no primeiro semestre. É o mesmo prazo para o lançamento do Ford Fiesta com motor 1.0 EcoBoost no Brasil.

HB20 R-spec também poderá ganhar o motor turbo

HB20 R-spec também poderá ganhar o motor turbo

O Hyundai já foi flagrado em testes em Teresina (PI) e, de acordo com o Autos Segredos, usará 1.0 Kappa de três cilindros em versão com turbo e injeção direta, a T-GDI, que rende 120cv e 17,5 kgfm de torque (entre 1.500 e 4.100 rpm), que equipa o Kia Cee´d na Europa. No Brasil será flex, estrará combinado ao câmbio manual de cinco marchas e será oferecido em todas as versões do HB20, exceto a básica Comfort.

New Fiesta Hatch 2014_10

Já de acordo com a revista Auto Fácil, em maio chegará às lojas o Ford Fiesta com motor 1.0 EcoBoost, também com turbo e injeção direta. Apesar de render até 140cv na Europa, virá ao Brasil na versão de 125cv e 17kgfm de torque, mesma usada nos Estados Unidos e também com câmbio manual de cinco marchas.

Novo-Sandero-2015

Atrasada, a Renault ainda entrará no mundo dos aspirados três cilindros. Em agosto, Logan e Sandero abandonarão o bom e velho quatro cilindros de 80cv, que dará lugar a um 1.0 de três cilindros inédito – não será o mesmo de March e Versa. “A potência será ligeiramente aumentada, mas o maior ganho estará no melhor consumo”, teria relatado uma fonte à  Car And Driver. Porém, a Nissan fornecerá seu 1.6 16V de 111cv para a Renault, que aposentará o 1.6 8V de 106cv.

  • Ivo Gontijo

    PS.: com os carros mais limpos ambientalmente no mercado e com esse mercado mandando funcionários treinados embora, se eu fosse presidente, chamava as montadoras para conversar sobre o preço dos carros e, se estas baixassem, recompensaria com um IPI reduzido no segundo semestre. Mas vejam bem, só se elas PROVASSEM, em cartório, e publicidade para a sociedade, que baixaram. Daí eu, como presidente, abaixaria o IPI. Tem muito pai de família nestas montadoras perdendo emprego.

  • Airplane

    Ainda bem que o Fiesta não virá com o powershift senão seria mais um tiro no pé.

  • pedro rt

    a renault tmb vai lançar um inedito 1.3 16v com injecao direta e turbo esse ano, por volta de 130cv

  • Frederico

    OPINIÃO:
    Se não tiver opção de câmbio automático, não vejo tanta evolução assim.

  • Brasileiro

    Boas Noticias, essa “Gasolina batizada” com preços nas alturas o mercado automotivo brasileiro necessita-se de veículos mais eficientes.

  • Diggo

    Esses motores novos podem dar uma mexida no mercado. O da Hyundai pode até equipar os veículos da Kia que usam atualmente o 1.6 de 128cv, vão pagar menos IPI inclusive. Já o do Fiesta dará um fôlego ao veículo, mas é uma pena que não virá com câmbio automático, talvez pelos problemas relatados por muitos com esse câmbio. Já a Aliança Renault-Nissan não dá pra entender o porquê de não compartilhar motores, apesar que a aposentadoria do 1.6 8v já será tardia.

  • Mateus

    Boa notícia! Tenho um Up TSI e dificilmente trocaria por algum aspirado