Mercedes GLC desembarca no Brasil por R$ 222.900

Lançamentos / Mercedes-Benz

Mercedes GLC desembarca no Brasil por R$ 222.900

Substituto do GLK tem apenas motor 2.0 turbo a gasolina

mercedes-glc-250-2016 (4)

Adeus, GLK! Seguindo a nova nomenclatura de SUVs da Mercedes, o modelo que concorre com os BMW X3 e Audi Q5 passa a ser o Mercedes GLC. A ideia é relacionar o SUV médio ao sedã médio da marca, o Classe C. Bem diferente do antecessor, custa a partir de R$ 222.900.

mercedes-glc-250-2016 (3)

Sem as linhas retas do GLK, o novo Mercedes GLC tem design regido pela nova escola de design da fabricante, com faróis bem elaborados e grade trapezoidal, formas vistas nos modelos mais recentes da marca. Entre eles está o próprio Classe C, quem lhe empresta a plataforma MRA.

mercedes-glc-250-2016 (5)

As semelhanças continuam no lado de dentro, onde as três saídas de ar centrais, a pequena alavanca de câmbio (não, o comando não é na coluna de direção) e os comandos de som e ar-condicionado já foram vistos em outros carros da marca, bem como a tela da central multimídia em destaque. Fala-se em acabamento melhor, com apliques de couro por toda a cabine.

mercedes-glc-250-2016 (6)

E se o GLK era importado apenas com motor 2.2 turbodiesel, pelo menos no primeiro momento o GLC terá somente motor a gasolina. Neste caso, o 2.0 turbo a gasolina, com 211cv e 35,6kgfm de torque, sempre com transmissão automática de nove marchas e tração integral 4Matic. É o suficiente para ir de 0 a 100km/h em 7,3 segundos, o que não é ruim para seus 1.735kg.

mercedes-glc-250-2016 (8)

A versão de entrada é a GLC 250 4Matic, de R$ 222.900, com controles de tração e estabilidade, múltiplos airbags, ar condicionado automático, central multimídia com navegador por GPS, entre outros. Em seguida vem a versão GLC 250 4Matic Sport (R$ 264.900), com banco do motorista com ajuste elétrico e função memória, retrovisores rebatíveis eletricamente, rodas AMG de 19 polegadas, porta-malas com acionamento elétrico e suspensão mais rígida.



  • V12 for life

    Os Mercedes sempre são parecidos a cada geração de design, mas a atual erraram demais na dose, esse ta parecendo a C Touring com suspensão alta.

    • Rafael Yashiro

      Igual acontece com o Classe S, E (o novo) e o C.
      É como se o classe S fosse o carro tamanho G, o Classe E tamanho M e o Classe C tamanho P, pois estão muito parecidos um com outro.

  • Jorge Osório Cortese Magalhães

    Gostaria de ser um Macan…