Aston Martin DB11 inaugura novo século para a fabricante inglesa

Aston Martin / Lançamentos / Salão de Genebra

Aston Martin DB11 inaugura novo século para a fabricante inglesa

Desenvolvido pela Aston, V12 biturbo entrega 608 cv

Aston-DB11-13

O Aston Martin DB11 é o primeiro carro lançado após o centenário da empresa e chega para representar uma nova era. Sua apresentação acontece no Salão de Genebra, com um motor V12 de 608 cv. É o carro mais rápido e potente da história da Aston Martin.


Aston-DB11-10

O grande destaque do carro é o motor desenvolvido pela própria Aston Martin, um V12 biturbo 5.2 de 608 cv e 71,4 kgfm. A transmissão é automática de oito marchas da ZF. A aceleração de 0 a 100km/h é feita em 3,9 segundos, e a velocidade máxima é de 322 km/h.

Aston-DB11-7

O motorista pode optar por três modos de direção, Gt, Sport e Sport Plus, que modificam as respostas da direção elétrica, motor, transmissão, suspensão e distribuição de torque, resultando em mudanças na dirigibilidade e estabilidade.

Aston-DB11-1

A ampla grade frontal caracteriza o desenho da frente, que possui ainda faróis mais recortados. Uma faixa branca vai da coluna A até a C, na lateral do cupê. Na traseira, a linha de cintura alta e a queda suave do teto dão um ar de esportividade ao carro. As lanternas contornam um aerofólio criado na tampa do porta-malas.

Aston-DB11-17

Além da esportividade, o Aston Martin DB11 possui bastante sofisticação, com forração em couro em dois tons no interior, com destaque para a costura dos bancos. O painel de instrumentos é um display de 12 polegadas que oferece diversas informações do carro. No centro do painel há outra tela, de oito polegadas, com o sistema de entretenimento, controlada com um touchpad no console. O preço do carro é de 204,900 euros, na Alemanha, e as vendas começam ainda neste ano.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Alexander NotTheKing

    Belíssimo desenho, excelente motor, a Aston sobrevive sem ser parte de algum grande conglomerado, o que já é um feito enorme.

    Esperamos agora que a FORD pare de usar o desenho da Aston em carrinhos populares e se inspire mais.