Citroën / Salão de Pequim

Citroën C6 renasce na China como sedã topo de linha

Citroen C6 2017- (3)

A Citroen recuperou o nome C6, descontinuado em 2012, para um novo sedã com design completamente diferente dos outros carros da marca, criado exclusivamente para o mercado chinês. Por lá, o modelo será o mais caro e luxuoso da marca, e terá o espaço interno como grande destaque: são 2,90 m de entre-eixos.

Citroen C6 2017- (1)

O novo Citroën C6 é baseado na plataforma EMP2, a mesma dos novos 308 e C4 Picasso, esticada para chegar aos 2,9 metros de distância entre-eixos e aos mais de 5 metros de comprimento. Mas o motor escalado para ele é um  1.8 Turbo a gasolina com 200cv e 28 kgfm, acoplado a uma transmissão automática de seis velocidades e tração dianteira.

Citroen C6 2017- (2)

La dentro, o modelo tem painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas, central multimídia com tela enorme no meio do console central, revestimentos de couro e madeira.

Citroen C6 2017- (4) Citroen C6 2017- (5)

 

  • Diogo Oliveira

    Ficou até legalzinho, só não gostei do interior que lembra o de uma RAM 2500

  • Marcelo de Moraes

    o anterior era feio, mas pelo menos era exótico