Honda / Lançamentos / Segredos

Honda Brio passa por reestilização; próxima geração será global

2016-honda-brio-3

Por vezes cogitado para o Brasil e por vezes desmentido, o Honda Brio acaba de passar por sua primeira reestilização. O sedã Brio Amaze acompanha as mudanças, que envolvem a nova grade frontal, novos faróis com LEDs, luzes de neblina com novo desenho e para-choques com novo desenho, além de novas lanternas traseiras. Mas a Honda já pensa na próxima geração do modelo, que será global.

2016-honda-brio-4

Hoje, o Honda Brio é vendido apenas em mercados da Ásia e na África do Sul. Sua plataforma é uma variação da mesma utilizada pelo Fit, o que explica o uso dos mesmos quadros de instrumentos e, certamente, também facilitou a estreia de chave presencial e partida por botão na lista de possíveis equipamentos do Brio.

2016-honda-brio-1

Independente da carroceria, o motor é sempre o 1.2 i-VTEC a gasolina de 90 cv e combinado ao câmbio CVT. De série, todas as versões tem dois airbags, freios ABS e alarme. Na Tailândia os preços partem do equivalente a R$ 48.800.

Futuro global

2016-honda-brio-2

É logo após lançar a reestilização de meia vida que as fabricantes começam a trabalhar na próxima geração de seus carros. A Honda faz o mesmo com o Brio, que já teve sua próxima geração confirmada pelo chefe da divisão indiana da Honda.

2016-honda-brio-7

Yoichiro Ueno afirmou em entrevista ao Autocar Professional que a intenção da Honda é levar o Brio a vários mercados. O desenvolvimento acontece na Tailândia, acompanhado pela subsidiária indiana e pela matriz japonesa.O lançamento é previsto para daqui a dois anos, tempo hábil para a Honda do Brasil decidir pela sua produção no Brasil. Com a fábrica de Itirapina (SP) entrando em produção, não faltará espaço para ele.

  • Ildevan Oliveira

    honda é uma das que so pode estar com um designer problematico.. so ta com carro feio, ou carro que tem parte que destoa do conjunto visual..

  • Airplane

    Medonhos !

  • pedro rt

    espero q a proxima geracao seja bem maior e diferente desse q parece aqueles carrinhos indianos de baixo custo

    • Jorge Osório Cortese Magalhães

      Ai vira um Fit/City.