Nissan / Segredos

De olho em Renegade e HR-V, Nissan Kicks chega em agosto

Kicks Movimento Frente

Pelos próximos 90 dias você acompanhará no noticiário todo o percurso da Tocha Olímpica pelo Brasil. Se você prestar atenção, certamente verá um Nissan Kicks logo atrás. Não foi à toa que a Nissan fez a apresentação oficial do SUV compacto na véspera do início do revezamento da Tocha, nem por acaso que escolheram 5 de agosto para o início das vendas: é a data de abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro.

Kicks Movimento Traseira

O Nissan Kicks é um carro olímpico. Não pratica basquete, salto em distância ou tiro com arco, mas treina para competir com Jeep Renegade e Honda HR-V pela medalha de ouro no ranking de SUVs mais vendidos do Brasil, hoje pendurada no pescoço do Honda.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ambicioso? Nem tanto. Depois do primeiro contato com o Nissan Kicks no calçadão de Copacabana, desta vez pudemos conhecê-lo por dentro. Depois que se abre a porta o objetivo do Kicks fica bem nítido. Não bastasse as dimensões praticamente iguais às do HR-V (são  4,29 metros de comprimento, 2,61m de entre-eixos, 1,76m de largura e 1,59m de altura no Kicks), o Nissan também tem a parte do meio do painel revestida de couro sintético, inclusive ao redor da central multimídia.

Kicks Lateral

Por dentro, o Nissan Kicks é completamente diferente de qualquer outro Nissan. É simples e moderno ao mesmo tempo, com pouquíssimos botões e elementos bem posicionados. As saídas de ar laterais são redondas, enquanto as centrais são horizontais e bastante discretas. Ficam bem espaçadas da central multimídia e dos comandos do ar-condicionado automático de uma zona, num layout que a Nissan chama de Gliding Wing (ou asa planadora). O quadro de instrumentos digital com velocímetro analógico e o volante com base achatada são inéditos.

Kicks Interior Corte 4

Entre os equipamentos já destacados pela Nissan estão os Around View Monitor (monitor com visão 360°) e o Moving Object Detection (detecção de objetos em movimento). Ambos dependem de quatro câmeras (duas nos retrovisores, uma no logotipo dianteiro e outra na régua da placa) para exibir uma visão total do carro e alertar ao condutor no caso de qualquer perigo que tenha passado despercebido e são inéditos no segmento.

Kicks Interior Corte 2

A Nissan prefere não tocar no assunto nem oficializar nada sobre a mecânica, mas sabe-se que o Nissan Kicks será vendido com câmbio manual de cinco marchas e automático do tipo CVT, sempre com motor 1.6 16V flex. A diferença é que este sofreu alterações técnicas (o coletor de admissão, por exemplo, é novo) e no Kicks passa a render 114 cv ante os 111 cv de March e Versa.

Kicks Interior Corte 1

O Nissan Kicks estará à venda no mercado brasileiro, a partir de 5 de agosto. Será importado do México, que durante algum tempo terá produção totalmente dedicada ao Brasil. O modelo também será vendido em outros países latino-americanos ainda em 2016, sendo posteriormente comercializado em outras partes do mundo, totalizando 80 mercados. A produção do Kicks em Resende (RJ) tem início previsto para a virada do ano.

A fábrica fluminense foi desenvolvida para produzir até 200.000 carros por ano, mas em 2015 produziu aproximadamente 40.300 unidades de March e Versa. De acordo com François Dossa, presidente da Nissan do Brasil, o objetivo com o Kicks é chegar a produção anual de 100.000 carros. Com matemática simples chega-se a uma estimativa de vendas de 5.000 unidades do Kicks por mês. Se assim for, será imediatamente o carro de maior sucesso da Nissan no Brasil.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Marco Antônio

    5 mil por mês eu acho que não vende nunca. 3000 no máximo. Brasileiro é preconceituoso com motor de baixa litragem em carros desse porte. E se se confirmar a previsão dos magos dos comentários de internet, que a versão SL custará 85 mil, não venderá 5000mês nunca.! A a nissan pode acertar muito com esse carro, da mesma forma que pode errar muito. Vai depender somente do preço que ela está disposta a cobrar. E outra, tem que aumentar urgente o número de css no BR. Principalmente nas regiões centrais, a nissan está muito concentrada nos litorais.! Interioriza nissan, vc é do japão, por sí só já tem marketing de graça.!

  • Drone gibim

    Será que vai terminar a hegemonia do HRV ?

    • Marco Antônio

      Não, a nissan não tem peito pra pegar HR-V, não ainda. por N motivos. Número de CSS, Status da Marca Honda, Litragem dos motores HR-V x Kicks, preconceito BR, possível preço do Kicks. Como disse acima, a nissam tem que melhorar a propaganda (fazendo), tem que associar a marca a qualidade Japonesa, que sabemos que ela tem, e dar um trato muito grande no Pós venda (atendimento,peças. Porque o preço de revisões é bem em conta.). Acho que a Nissan tem um futuro muitooo promissor no Brasil, e esse Kicks vai agregar e muito para esse futuro.!

    • Ric

      Dos conhecidos que possuem Nissan todos reclamam da manutenção cara. Acho difícil bater a HRV, assim como os maiores não batiam a CRV em vendas.

  • IranFreitas Freitas

    lindinho essa carro gostei ,vai ser páreo duro pro Honda HRV.

    • Marco Antônio

      Acho que Duster, Ecosport, 2008 vão sentir mais!

  • Airplane

    Belíssimo !