Lançamentos / Volkswagen

Com novo motor V6, Volkswagen Amarok 2017 estreia reestilização

2017-vw-amarok-1

Já se sabia que a Volkswagen estava prestes de reestilizar a Amarok e que ela poderia ganhar uma nova opção de motor V6 diesel. O que ninguém imaginava é que este tal motor V6 substituiria o antigo 2.0 TDI, que teve sua imagem maculada por ser uma das peças principais do caso Dieselgate (inclusive, culpado pelo escândalo também chegar ao Brasil). Não foi difícil para o motor em “V” se tornar o centro das atenções diante das pequenas mudanças estéticas da picape.

2017-vw-amarok-2

O motor em questão é o conhecido (ao menos para os europeus) V6 3.0 TDI (com um turbo), que estará disponível para a Amarok em três níveis de potência. A versão mais fraca tem 163 cv, passando pela versão de 204 cv e chegando à mais potente com 224 cv e 56 kgfm de torque. Convém lembrar que a versão mais potente do antigo 2.0 TDI (biturbo) rende 180 cv e 42,8 kgfm, garantindo um avanço notável com o novo motor.

2017-vw-amarok-4

Quanto aos câmbios, permanecem o manual de seis marchas e o automático de oito, mas há mudanças na tração. Versões 4×2 com tração traseira existirão, mas a gama maior é dos 4×4 4Motion com acionamento eletrônico. A novidade, porém, será o sistema de tração 4Motion integral (AWD), graças a um diferencial Torsen que se encarrega de distribuir a força entre os eixos da forma mais conveniente.

2017-vw-amarok-3

Antes que o motor maior levante suspeitas, vale dizer que a Volkswagen se aproveitou da força extra do V6 para alongar as marchas mais altas dos câmbios. Com o automático de oito marchas a picape obteve consumo médio de 13,1 km/l no ciclo europeu. Nada mal… Também modificaram a direção, que passa a ser a Servotronic com assistência elétrica. E as versões de 224 cv terão freios maiores por causa da potência extra.

volkswagen amarok 2017 (1)

Quanto ao design, a Amarok 2017 tem nova grade com o “V6″ em destque e novo para-choque dianteiro com tomada de ar maior. É notável no carro das fotos elementos com os faróis bi-xenon com LEDs, santoantonio na cor do carro e rodas aro 20”. O que não se vê, pois a VW não mostrou o interior ainda (divulgou apenas esboços), são o painel redesenhado, os novos bancos que dizem estar mais ergonômicos e o sistema pré-colisão, que atua nos freios para evitar ou diminuir os efeitos de uma colisão.

 

As vendas da nova Amarok 2017 na Europa começam em setembro. É de se esperar por ela no Brasil ao menos no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro.