Curiosidades

10 carros que foram ‘salvos’ pela Uber

novo_renault_-fluence-3

A Uber (sim, no feminino) tem coração de mãe. Pode acolher praticamente todos que desejarem renda extra e é alternativa para quem está desempregado, basta apenas atender aos requisitos da empresa. Também é bastante flexível quanto aos carros de sua frota, principalmente na Uber X, que está limpando a barra de vários modelos que, até meses atrás, eram sumariamente classificados como mico e desacreditados pelas revendas.

Na Uber X, qualquer carro fabricado após 2008, com quatro portas, ar-condicionado e cinco lugares pode ser usado. Para a Uber Black, os carros precisam ser SUV ou sedã, fabricados após 2012, terem bancos de couro e cor preferencialmente preta, mas cinza e azul escuro também vale. Nisso, carros que eram deixados de lado nas lojas e perdiam valor fácil, passaram a ter liquidez. A seguir, alguns deles:

Lifan X60

lifan-x60-vip-2016-1

Recente no Brasil, este que é o carro chinês mais vendido por aqui foi bem acolhido pelos motoristas da Uber. Para ser sincero, está longe de ser um carro bom de dirigir. Porém, há muito (muito mesmo) espaço para os passageiros, que só podem reclamar do barulho áspero do motor e da suspensão muito dura.

Preço do 2013: R$ 33 mil

Preço do 2015: R$ 48 mil

Peugeot 207 Passion

peugeot-207-passion

Fora de linha há dois anos, o sedã compacto foi redescoberto por ser bem mais barato do que seus concorrentes da época. A suspensão macia pode não ser a melhor para quem gosta de dirigir, mas é confortável para quem senta no banco traseiro – que só poderá reclamar do espaço interno. Não tem grandes problemas com peças, pois aproveita até mesmo as lanternas do 207 hatch.

Preço do 2010: R$ 16 mil

Preço do 2013: R$ 27 mil

JAC J6
novo-jac-j6_1600

Se estiver com todas as revisões feitas na concessionária, qualquer um dos JAC importados desde que a marca chegou ao Brasil, em 2011, ainda tem pelo menos mais um ano de garantia. Afinal, são seis anos. A minivan J6 não é dos melhores carros da marca para quem gosta de dirigir, mas tem espaço e conforto de sobra para até seis passageiros (descontando o motorista) e sua bagagem.

Preço do 2011: R$ 25 mil

Preço do 2015: R$ 40 mil

Ford Focus Sedan

Focus-Fastback_Titanium-Plus_07

Não há dúvidas: o Focus Sedan é tão bom quanto o hatch. Mas o três volumes sempre viveu à sombra de concorrentes como Toyota Corolla, Honda Civic e Chevrolet Vectra/Cruze, e hoje custa muito menos. Com porte de carro médio, é uma das boas escolhas que um motorista da Uber pode fazer.

Preço do 2010: R$ 29 mil

Preço do 2015: R$ 55 mil

Renault Fluence

Fluence-GT_Capuava_4

Tem situação parecida com a do Focus. A diferença é que o Renault Fluence não tem uma versão hatch para se encostar. Sofria todo o preconceito que todo carro francês conhece, até que perceberam que os usados são baratos para suas dimensões e para o que oferece.

Preço do 2011: R$ 31 mil

Preço do 2015: R$ 53 mil

JAC J5 

Jac-j5-5

As dimensões são de sedã médio, mas o motor 1.5 de 125 cv (que não é flex) precisa se esforçar para dar conta dos pouco mais de 1.300 kg do sedã. Mas, como o J6, tem seis anos de garantia e espaço e conforto suficientes para que ninguém reduza a nota de avaliação do motorista por causa do carro.

Preço do 2011: R$ 25 mil

Preço do 2015: R$ 45 mil

Fiat Linea

fiat_linea_blackmotion

O Linea sempre sofreu preconceito por ser meio termo entre os sedãs premium e os médios. Fato é que nunca conseguiu fazer cócegas no Honda City e nem no Honda Civic. Além disso, o motor 1.9 que usou em sua primeira fase devia força em baixas rotações, o que mudou um pouco com o motor 1.8 E.TorQ na linha 2011. Mesmo assim, a desvalorização correu solta. O espaço interno é honesto e o carro é confortável.

Preço do 2011: R$ 23 mil

Preço do 2015: R$ 45 mil

Peugeot 408
peugeot-408-2011-brasil-36

A suspensão dura é um incômodo em um carro grande, confortável e com bom motor 2.0 de 155 cv. A Uber conseguiu desencalhar até mesmo as versões com câmbio automático de quatro marchas!

Preço do 2011: R$ 28 mil

Preço do 2015: R$ 55 mil

Renault Symbol

OLP_3231

O fato de ser uma atualização do Clio Sedan já compromete todo o espaço interno. Não sobra muito espaço para as pernas, mas na Uber X você está sujeito a isso. Ao menos tem luxos de carros mais caros, como bancos de veludo, ar-condicionado automático, airbags, freio ABS e ainda o bom motor 1.6 16V de 111 cv. Mas é o preço abaixo até mesmo dos Logan do mesmo ano o que atrai compradores.

Preço do 2009: R$ 16 mil

Preço do 2013: R$ 24 mil

Nissan Sentra

Nissan Sentra SL 2014 (3)

Seja da geração anterior ou da atual, o Nissan Sentra se tornou um dos carros preferidos dos motoristas da Uber. É bom para eles, por ser potente e confortável para se passar horas dirigindo (exceto a versão manual da geração anterior, que tem embreagem bem pesada) e para os passageiros.

Preço do 2011: R$ 27 mil

Preço do 2015: R$ 59 mil

Mas e o Citroën C4 Pallas? 

citroen-c4-pallas1

É, esse ainda não teve salvação…

  • Elizandro Rarvor

    Bom negócio para as revendas, péssimo para quem tem carro preto, quem possui carro preto em SP e RJ já sofre na carnê o preconceito dos taxistas, fechadas, freadas bruscas na sua frente sem motivo, eu não compro mais sedã na cor preta.

  • Pedro Cunha

    Sobre o Symbol, acrescento que trata-se de um verdadeiro “frankenstein”, mal-montado e desengonçado. Vale mesmo pelo porta-malas generoso e o bom desempenho do K4m.

  • pedro rt

    os melhores sao o sentra e fluence o resto pode jogar no lixo

    • Dudu Pimentel

      O Focus Sedan é um bom carro…mas deveria ser mais espaçoso e ter um espaço melhor para o por as malas…esse câmbio Powershift (ou Powershit, como uns chamam), espantou clientes…mas a Ford já admitiu que o câmbio não é bom, mas que irá trazer um novo automático de 6 marchas no lugar desse.

  • Alexandro Henrico von Mann

    O Linea é um ótimo carro, falo isso como proprietário de um há 07 anos e fundador do LineaClube.

    • Alfredo Araujo

      Concordo… Tirando as versões com o péssimo cambio automatizado, a versão com câmbio mecânico é muito boa e equipada !

      • Alexandro Henrico von Mann

        A minha é Dualogic e há 7 anos nunca deu problema. Trabalho diariamente com ele.

        • Alfredo Araujo

          Mas eu não disse que é frágil… disse que é ruim !! rsrs
          Tive durante 2 semanas um Bravo Dualogic 2014… Devolvi !! Não aguentei de tão ruim o câmbio.
          Mas é apenas a minha opnião…

          • Alexandro Henrico von Mann

            Não acho ruim. Apenas necessita uma adaptação. Mas, enfim, gosto é gosto.

          • Felipe Marinho

            Faltou a borboleta no volante. Se viesse desde o dualogic mais barato, seria tão bom. Tenho um dualogic e uso no manual, na maioria do tempo. São só dois botoes atrás do volante.. Mas…

          • Bruno Brasil

            O cara é fanboy, jamais vai admitir.

          • Alexandro Henrico von Mann

            Qual o problema se eu sou fanboy? Interfere na sua vidinha de alguma forma? Tenho o carro há 7 anos, nunca gastei um centavo com mecânica, al[em das preventivas de revisões. Para mim foi e é sim um baita de um carro. Cara, não tem o que falar, fique calado.

          • Guilherme Couto

            Dualogic é legal. Sempre o comparei com um câmbio manual, pois pelo preço, acredito que deve ser o público a quem ele deve almejar.
            Uma pena mesmo foi terem tirado o tjet, ainda mais agora que quase todo sedan médio tem um motor downsized

          • Alexandro Henrico von Mann

            Sim, sim. É um câmbio que necessita uma certa adaptação e mudança de hábito, mas logo se acostuma e começa a se apreciar. Fora que hoje existem diversas oficinas capacitadíssimas a mexer com ele e por preços dentro da realidade e não aquelas fortunas que as concessionárias cobram, para qqr coisa… E concordo contigo, o Marketing da Fiat é tosco, posicionaram o carro errado no começo e depois continuaram com as c@g@das e mesmo tendo um excelente carro, com um motor que se atualizado com o MultiAir e uma ou outra funcionalidade, seria um forte candidato ao topo das vendas, mas eles só sabem vender Uno, Palio e Strada (aliás, hj nem isso pq só perdem mercado). Tenho medo do destino da Toro, pq a história mostra que a Fiat bomba no começo e depois relega ao esquecimento todos os carros acima dos compactos, ou alguém ainda vê comercial da Freemont? Que era em tese, o sonho da Fiat, um SUV…

          • Bruno Brasil

            ..”certa adaptação e mudança de hábito”… rsrsrs, não é o cambio q é ruim, é o dono q tem q se adaptar ao carro, rsrsrs, “fanboys sendo fanboys”…

          • Alexandro Henrico von Mann

            Não amigo, depois do tema fanboys, ninguém pode falar nada que os manés já tacham. Falo pq tenho um Dualogic há sete anos e nunca, mas nunca, tive um probleminha com ele. E uso o carro diariamente. Mas, enfim, pilotos de cadeira como vc, que na falta de argumentos já chama de fanboy, posso falar o que for e vc ainda vai dizer a mesma ladainha. Tipo uns certos militantes de certo partido e seguidores de certas religiões… A gente mostra fatos, mas depois da lavagem cerebral não há cristo que convença.

      • Bruno Brasil

        Esses cambios realmente são horríveis.

      • Dudu Pimentel

        Os futuros Fiat virão com um câmbio automático de 6 marchas, que substituirá o Dualogic…isso foi que eu li.

    • Bruno Brasil

      Pode até ser um bom carro, o problema é a faixa de preço que a Fiat quiz fazer o consumidor engolir, q vemos ai q poucas pessoas engoliram.

      • Dudu Pimentel

        Mas se vc lembrar, na época alguns carros eram mais caros, menos equipados e venderam bem…acho que o preço, nesse caso, não foi o motivo do carro não vender bem.

    • Dudu Pimentel

      É vdd, o carro é bom sim, já vi repórteres e outros donos flando bem do carro, assim como vc. Problema é que as pessoas tem medo de comprar carros da Fiat que custe mais de 50 mil reais (note que somente os modelos compactos, por enquanto Toro e Punto vendem bem, mas quando flamos de Linea, Bravo e Freemont…são modelos encalhados, mas são bons). Eu compraria um Fiat (já andei em Grand Siena 2 vezes, no Uno tb 2 vezes e tb em Idea 2 vezes, um de cada geração) se eu sentisse que ele me agradou mas infelizmente, a Fiat ainda não conseguiu convencer maioria dos brasileiros que a Fiat é uma marca que sabe fazer carros médios…vamos como vai ser a recepção da nova Strada e do futuro Tipo, esse último que por sinal, tem um design bacana.

      • Alexandro Henrico von Mann

        O problema é o Marketing capenga da marca para carros mais caros, pq o produto é excelente, mas quando a própria marca não dá atenção, quem dirá o público, né?

        • Dudu Pimentel

          Tem isso…a Fiat só divulga os carros que fazem sucesso…os outros ficam esquecido…ai, não há milagre de vendas né? Quando os futuros carros chegarem, a Fiat tem que dar uma ótima atenção neles, e daí em diante, todos os carros serem bem divulgados. Já reparou que a propaganda do Mobi aparece ele em várias combinações de cores? Quando o Novo Uno, de antes do facelift, chegou, a Fiat usou isso tb…mostra a marca tb não tem uma equipe de Marketing criativa o suficientemente.

  • Bruno Brasil

    Unico ai q é coisa boa mesmo é o Sentra, o resto é tudo carne de pescoço, acho que o amigo esqueceu que são carros que roda muito e vão precisar fatalmente de manutenção mais frequente, manter carro em CS fazendo revisão é um assalto ao bolso!

    • Sentra e Fluence.

      • Bruno Brasil

        Sei não, tenho um pé atras com carro francês…

        • Alvaro Augusto Rocha

          São basicamente o mesmo carro !!! Renault e Nissan são co-ligadas !!!