Mercedes-Benz

Mercedes apresenta a nova geração do Classe E Estate

Mercedes-AMG-E43-Estate-10

Mesmo que no Brasil as peruas estejam cada vez mais escassas, você pode chegar em uma concessionária Mercedes-Benz e comprar um Classe C Estate. Mas não se empolgue muito com a nova geração do Mercedes Classe E Estate e suas linhas bem delineadas, pois pode ser que ele nem chegue a por as rodas no Brasil.

Mercedes-AMG-E43-Estate-3

O design segue àrisca o que já se vê no sedã Classe E, ao menos na dianteira, que é idêntica. A traseira é a combinação de um pouco do Classe C Estate e do crossover GLC, mas com lanternas traseiras mais horizontais para ter alguma personalidade própria.  O interior também é rigorosamente igual ao do sedã, a diferença está na histórica terceira fileira de bancos no porta-malas virados para a traseira.

Mercedes-AMG-E43-Estate-4

 

No lançamento, a perua do Classe E terá seis opções de motorização, sempre com câmbio automático de nove marchas. A diesel, haverá somente o 2.0 de 194 cv (E220d), chegando posteriormente o 2.0 de 150 cv (E200d) e o 3.0 de 255 cv (E350d). A gasolina, estão confirmados o 2.0 de 184 cv (E200), o 2.0 de 211 cv (E250), o 2.0 de 245 cv (E300) e o 3.0 de 333 cv (E400) com tração integral 4Matic. Há a híbrida E350e, com o 2.0 e um propulsor elétrico, que oferece 279 cv.

2017-Mercedes-Estate-E-Class-12

Mas a Mercedes aproveitou a situação para lançar a versão E43 AMG, que usa o  3.0 V6 biturbo com 401 cv. Ele está sempre combinado com a caixa de nove marchas e a tração 4Matic. O conjunto permite que a  perua acelere de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos (0,1 s a mais que o sedã), com máxima de 250 km/h.

2017-Mercedes-Estate-E-Class-14