Fim de Carreira / Renault / Segredos

Renault Clio tem produção encerrada na Argentina

ultimo-clio

Lançada em novembro de 1999, a segunda geração do Renault Clio vive seus momentos finais no Brasil. Tudo porque a produção do compacto foi encerrada na fábrica de Santa Isabel, na Argentina, de onde é importado desde 2007. Como mostra a foto divulgada nas redes sociais e publicada pelo site CarsDrive, 549.948 unidades foram produzidas ao longo de 17 anos.

Novo Renault Clio no Rio de Janeiro - 08/09/2012./ Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem

Após tanto tempo de produção, hoje o Renault Clio é considerado um carro ultrapassado. Mas vale lembrar que ele revolucionou o segmento quando chegou ao Brasil com ótimo acabamento e airbags dianteiros de série mesmo na versão de entrada, que sequer tinha calotas ou para-choques pintados. Curioso é que ele perdeu os airbags de série poucos anos antes do item se tornar obrigatório.

2811_clio_hatch_-imagem01_alta

No Brasil, o Renault Clio foi vendido com motor 1.6 8V (90cv), 1.6 16V (com 110 cv que faziam dele um verdadeiro hot pocket), 1.0 8V (65cv) e 1.0 16V (de 70 a 80 cv), que permaneceu até agora. Os carros vendidos na Argentina usam o 1.2 16V de 75 cv que nunca cruzou a fronteira. Também vale lembrar da versão sedã, que não era bonita mas fez algum sucesso.

clio-sedan-egeus-imagem-01

O Renault Clio também teve mais de uma dezena de séries especiais, entre elas o Yahoo (vendido pela internet), Jovem Pan, O Boticário, Egeus, F1 (limitado a 5 unidades), Si e Get Up, a mais recente.

O futuro da Renault

Renault Kwid

Renault Kwid

O encerramento da produção do Clio é estratégico por dois motivos. A fábrica, que também produz o Fluence e o Kangoo, será ocupada com a produção de Logan e Sandero para o mercado argentino. Também pode acontecer ali a produção local do Dokker, furgão derivado do Logan que substituiria o Kangoo, outro carro de carreira longeva que continua em produção na Argentina.

Quem assumirá o posto do Clio, porém, será o Kwid. Se trata de um compacto bastante simples lançado recentemente na Índia e que tem como objetivo ter preço inicial entre os R$ 25 mil e R$ 30 mil. Tem 3,68m de compriemento (8cm a mais que um Up!), 1,57m de largura (3cm a mais que um uno), 1,47m de altura (4cm a mais que um Palio) e 2,42m de entre-eixos (como em um Picanto).

Nos corredores da fábrica da Renault em São José dos Pinhais (PR), o subcompacto é tratado pelo codinome “XBB” e receberá os mesmos retrovisores de Logan e Sandero. No interior, os plásticos dos acabamento serão trocados por materiais de melhor qualidade, mas o quadro de instrumentos digital permanece.

 

  • andre nao gosta do DISQUS

    baita carro pra época, e ainda da um pau na maioria dos nacionais, triste ver que não teremos nenhum compacto realmente francês da marca, como o twingo/Megane/Clio IV que são comercializados hj na Europa mesmo que viessem em uma faixa de preço bem mais alta, seria uma boa concorrência para o Smart for 2 e os hatches da Citroën e Peugeot