Honda / Lançamentos / Salão de São Paulo

Salão de SP – Honda WR-V aparece pela primeira vez e HR-V ganha versão Touring

honda-salao-do-automovel-2017-hr-v-touring-wr-v-7-copy

Com um ano e meio de mercado, o Honda HR-V tem grandes chances de terminar o ano como SUV compacto mais vendido. Mas o preço inicial de R$79.900 abre espaço para um crossover mais barato. O carro em questão é o Honda WR-V, que fez sua estreia mundial no evento paulistano se antecipando ao lançamento oficial, que está previsto para 2017. Mas também sobrou espaço para um HR-V mais caro.

honda-salao-do-automovel-2017-hr-v-touring-wr-v-9-copy

Embora seja baseado na plataforma do Fit, o Honda WR-V exibe muitas alterações feitas para lhe dar mais personalidade do que tinha o antigo Fit Twist. O capô é mais alto e curto para dar espaço para os grandes faróis com LEDs embutidos, para as tomadas de ar maiores.

honda-salao-do-automovel-2017-hr-v-touring-wr-v-19-copy

Mesmo que de perfil as únicas mudanças percebidas sejam as molduras das caixas de roda interligadas pela saia e o rack no teto, a traseira foge completamente ao que se vê no Fit. As lanternas que invadem o porta-malas parecem estar de cabeça para baixo e a régua cromada para a placa parece estar um pouco perdida. O para-choque traseiro tem boa parte coberta por plástico sem pintura e por uma peça prateada.

honda-salao-do-automovel-2017-hr-v-touring-wr-v-24-copy

A Honda escondeu o interior do modelo e não entrou em detalhes técnicos. Porém, não são esperadas grandes mudanças frente ao Fit: é bem provável que par formado entre o motor 1.5 Flex de 116 cv e o câmbio CVT seja mantido.

HR-V topo de linha

Hoje o Honda HR-V mais caro é o EXL, de R$ 101.400. Mas a fabricante japonesa aumentará o limite de preço do SUV compacto ainda no primeiro trimestre de 2017 com a nova versão topo de linha Touring. A nova versão tem  faróis com luzes de LEDs embutidas e as lanternas completamente diferentes e também com leds.

honda-salao-do-automovel-2017-hr-v-touring-wr-v-10-copy

Além disso, a nova versão tem acabamentos cromados nas portas, sensores de chuva e de estacionamento traseiro, retrovisor interno fotocromático e airbags laterais do tipo cortina. Mas a mecânica será a mesma: o motor 1.8 16V flex gera 140 cv e 17,44 mkgf de torque com gasolina, sempre combinado ao câmbio automático CVT que simula sete marchas, com borboletas para trocas sequenciais atrás do volante.

img_1053

  • Pedro Cunha

    Mais de hu3$100k num Fit altinho?
    Não, não… não pode mesmo ser sério.
    Deve ser gozação mesmo.