McLaren e BMW reeditam parceria para desenvolver novo motor

McLaren / Segredos

McLaren e BMW reeditam parceria para desenvolver novo motor

autowp.ru_mclaren_f1_23

O lendário McLaren F1, de 1993, tinha motor V12 6.1 de 636 cv desenvolvido em parceria com a BMW. Agora, quase 20 anos após o F1 ter sido descontinuado, as duas fabricantes voltarão a trabalhar juntas para o desenvolvimento do motor de um novo superesportivo da McLaren, ainda sem data de lançamento.

BMW-V12-McLaren-F1-moteur

Esta parceria envolve alguns outros fornecedores, Lentus Composites, que fabrica compósitos e a Grainger & Worrall, especializada em fundição. A Ricardo, que também esteve por trás dos esforços para a atualização do atual V8 3.8 da McLaren, também está no projeto.

2016-McLaren-570GT-01

A imprensa europeia já especula que o novo motor McLaren-BMW terá tecnologias como ignição a jato turbulento, já usada em motores da Fórmula 1.

Hoje o motor é Nissan

Conhecido como McLaren M838T, o motor V8 3.8 Twin-turbo, usado em todos os McLaren da atualidade, tem sua origem no Japão dos anos 80. A McLaren comprou o projeto do motor VRH da Nissan, que foi usado pela fabricante japonesa em carros de competição. Moveu carros que correram nas 24h de Le Mans, na Indy e na Super GT japonesa.