Pagani

Pagani Huayra Roadster é revelado com mais potência e menos peso que o cupê

pagani-huayra-roadster-2018-capa

O aguardado Pagani Huayra Roadster foi revelado oficialmente ao mundo. O projeto que iniciou em 2010 e é classificado pela fabricante como o maior desafio de sua história será mostrado ao público no Salão de Genebra, em algumas semanas. Apesar de não possuir teto fixo, o Huayra Roadster é mais rígido que o cupê e, ainda assim, é mais leve.

pagani-huayra-roadster-2018-18

O início do projeto ocorreu em 2010 e requisitos foram feitos a partir da carroceria do Huayra, que ainda era desconhecido do público. Em 2013 houve uma mudança radical nos planos e que, após quatro anos, resultou no carro das fotos que, claramente, não é uma simples versão de teto móvel.

pagani-huayra-roadster-2018-02

A construção é feita em fibra de carbono chamada de Carbo-Triax HP52, com a fibra trançada em três direções, e em fibra de carbono reforçada com titânio. O resultado é uma carroceria 52% mais rígida e 80 kg mais leve que o cupê, com peso final de 1280 kg.

pagani-huayra-roadster-2018-15

O desenho é sensivelmente diferente, com dianteira mais baixa, nova grade e novo difusor traseiro. As portas são convencionais, enquanto o Huayra usa o tipo asa de gaivota. Não há sistema de recolhimento do teto. Ele é removível, ao estilo Targa. O teto rígido é feito em fibra de carbono e vidro e não pode ser armazenado no carro. Um teto de lona também acompanha o carro, podendo ser levado no porta-malas.

pagani-huayra-roadster-2018-16

O interior é o mesmo da versão de teto fechado. Há aplicação de fibra de carbono e titânio, além da forração em couro de dois tons. Na unidade das fotos, o acabamento é claro e a costura é da cor azul. Detalhes podem ser personalizados pelos proprietários que irão desembolsar 2,28 milhões de euros (7,4 milhões de reais), sem impostos. Não se apresse para quebrar o porquinho, todas as 100 unidades estão vendidas.

pagani-huayra-roadster-2018-07

O motor também é mais potente no Huayra Roadster. O V12 de origem AMG desloca 6 litros e entrega 764 cv aos 6200 rpm. O torque de 102 kgfm aparece logo aos 2400 rpm. O câmbio de dupla embreagem tem sete marchas. Teremos que aguardar os números de desempenho. Uma versão ainda mais potente é aguardada para os próximos anos, com 789 cavalos.

Galeria – Pagani Huayra Roadster