Ferrari / Lançamentos / Salão de Frankfurt

Ferrari mostra a Portofino, substituta da California T

A Ferrari pegou todos de surpresa nesta manhã ao apresentar o esportivo que vai substituir a California T. Trata-se da Ferrari Portofino, novo modelo de entrada da marca e que tem design que remete às 812 Superfast e GTC4Lusso.

Atração do Salão de Frankfurt, que começa em menos de um mês, a nova Ferrari Portofino mantém o motor V8 3.9 turbo, que agora gera 590 cv (+ 30 cv) e 77,5 kgfm de torque (+ 1,5 kgfm) entre 3.000 e 5.200 rpm. Estes números permitem que o esportivo alcance os 100 km/h em 3,5 segundos e tenha máxima de 320 km/h.

De acordo com a Ferrari, os ganhos em seu V8 vieram com o uso de novos pistões e bielas e com novos dutos de admissão. Além disso, o coletor de escape foi redesenhado para eliminar qualquer atraso de resposta do turbo. Esta peça é combinada ao gerenciamento variável do turbo para eliminar falta de torque entre as trocas de marcha. Além de deixar a Portofino mais econômica que a California T.

A Ferrari também implementa a terceira geração de seu diferencial traseiro eletrônico e novo sistema de direção. Também otimizaram os amortecedores magnéticos para serem mais eficientes. Mas o mais significante seja o fato da Portofino ter seu chassi todo feito de alumínio.

Se por fora a Portofino remete às 812 Superfast e GTC4Lusso, por dentro usa o mesmo volante das duas, com direito ao visor widescreen da Lusso. De toda forma, seu interior parece mais intuitivo que o da California T.