Ford

Ford lança linha 2018 da Ranger no Brasil

A linha 2018 da picape Ranger já se encontra disponível. A Ford incluiu novos equipamentos, uma nova versão de entrada XLS diesel com tração 4×2, além da nova série especial Sportrac. Ela possui transmissão manual e custa .

Esta, por sinal, deriva da versão XLS 2.2 diesel, porém com conjunto mecânico formado por tração 4×4 e transmissão automática. Há ainda decoração própria: aplique no para-choque dianteiro, adesivo lateral na caçamba e portas traseiras, além de santantônio e estribos laterais na cor cinza. No interior, a assinatura da séria está presente nas soleiras de vinil e nos apoios de cabeça dianteiros. Seu preço é R$ 163 mil.

Já a nova XLS diesel de entrada custa R$ 136.850 e traz o seguinte conjunto mecânico: o motor 2.2, câmbio manual e tração 4×2.

LINHA 2018

A Ranger 2018 é oferecida apenas em carroceria cabine dupla. Os motores são o 2.5 flex e os diesel 2.2 e 3.2. De série, a picape possui sete airbags, controle eletrônico de tração, estabilidade e anticapotamento; assistente de partida em rampa, controle adaptativo de carga, faróis de neblina, direção elétrica, ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores elétricos; computador de bordo, controle de cruzeiro, sensor de estacionamento e câmera de ré. Nas versões XLT e Limited são adicionados central multimídia Sync 3, com tela de 8 polegadas e interfaces Android Auto e Apple Car Play; e comandos de voz para telefone, navegador, áudio e ar-condicionado.

Além das novas versões Sportrac e 4×2, a Ranger XLS 2.2 diesel segue sendo oferecida nas opções 4×4 manual, por R$ 148.850; e 4×4 automática, por R$ 156.700.

Na variante XLT 3.2 diesel, sempre com câmbio automático e tração 4×4, a picape é equipada com rodas de liga leve de 18 polegadas, pneus mistos, capota marítima, bancos e volante revestidos em couro, ar-condicionado automático digital de duas zonas, monitoramento de pressão dos pneus. Custa R$ 175 mil e possui santantônio como opcional.

A topo de linha no diesel é a Limited, com o motor 3.2, câmbio automático e tração 4×4. Esta tem personalização da luz ambiente em sete cores, banco do motorista com ajuste elétrico em oito posições, controle de cruzeiro adaptativo, sistema de permanência em faixa, comutação automática de farol. Custa R$ 188.890.

Tais configurações se repetem na escolha do motor 2.5 Flex, nas mesas versões XLS, XLT e Limited. A primeira, com sensor de estacionamento e câmera de ré, custa R$ 107 mil. A intermediária, com a central Sync 3, rodas de liga leve de 18 polegadas, pneus mistos e capota marítima, sai por R$ 118.420. Por fim, a Limited, também com a central Sync 3, sai por R$ 126.490.