Salão de Frankfurt

Nova geração do Nissan Leaf surge com autonomia de 378 km

A Nissan revelou a segunda geração do Leaf. O hatch se tornou o veículo 100% elétrico mais vendido do mundo em sua primeira geração, lançada em 2010. Agora, surge com design mais interessante e sistema elétrico mais moderno e eficiente.

Desta vez, uma placa translúcida com LEDs faz a função de grade. Acima dela está o acesso à tomada de recarga do veículo. Faróis estão mais estreitos e integrados a faixa preta que decora a dianteira. O teto com caimento mais acentuado deu outros ares ao modelo, assim como as lanternas em forma de bumerangue.

No interior é possível reconhecer o quadro de instrumentos parcialmente digital e o volante, que são usados no Kicks. Em vez de alavanca de câmbio, há um seletor semelhante a pequeno um joystick. Não faltam central multimídia, nem ar-condicionado automático.

O novo motor elétrico de 147 cavalos e consistentes 32,6 kgfm de torque e é alimentado por uma bateria de íons de lítio de 40 kWh. Sob os padrões europeus, é o suficiente para uma autonomia de 378 km. Já no padrão utilizado nos Estados Unidos a autonomia é de 241 km.

De toda forma, a recarga da bateria leva 16 horas em tomadas de 3kW, 8 horas em tomadas de 6kW e ela ainda suporta carregamento rápido que garante 80% da carga em 40 minutos.

O novo Leaf também adota tecnologias que não estavam disponíveis na geração anterior, como o ProPilot e o ProPark. O primeiro é um modo de condução quase autônomo para estradas, onde mantém o carro na faixa e permite acompanhar a velocidade do carro da frente entre 30 e 100 km/h, mas incapaz de fazer ultrapassagens ou pegar alças de acesso. O ProPark é um sistema de estacionamento automático.

Ainda há alerta de saída de faixa, frenagem de emergência autônoma, alerta de pontos cegos, reconhecimento de placas de trânsito e alerta de tráfego traseiro.

O equipamento mais legal, porém, é o e-Pedal. Padrão do modelo, esta função permite que o motorista acelere, desacelere, pare e segure o carro usando apenas o pedal do acelerador. Diz a Nissan alega que o e-Pedal atende mais de 90% das necessidades médias de um motorista.

O novo Nissan Leaf fará sua primeira aparição em público no Salão de Frankfurt, na próxima semana. As vendas terão início no Japão, em outubro, e no início de 2018 chegará à Europa. No ano que vem deverá ganhar uma versão com maior capacidade de bateria.