Hyundai / Lançamentos / Salão de Detroit

Salão de Detroit: Veloster que convence ganha nova geração

O Hyundai Veloster vai muito bem e obrigado fora do Brasil, aqui ele foi um fiasco em razão do desempenho patético para quem se dizia esportivo. Lá no Salão de Detroit, EUA, ele avançou para a segunda geração. Tem novos motores – o que mais importa – e o design também é novo. A terceira porta segue.

Ao menos nos Estados Unidos o hatch tem bons motores debaixo do capô. Tem o 1.6 turbo de 205 cv e agora surge um 2.0 aspirado, de 150 cv.

Seu visual também é novo, com igual atenção para o interior, que entrega agora para os ocupantes central multimídia. Equipamentos de segurança também entram em cena, em razão da lei americana: frenagem automática e câmera de ré são alguns exemplos.

Estreia da linha ‘N’

O novo Hyundai Veloster será o responsável por estrear os veículos ‘N’ da fabricante coreana, nome de batismo da sua recém criada divisão esportiva. Então o Veloster N trará uma proposta diferenciada para o hatch. O motor também é inédito na variante incrementada, fala-se em 278 cv e 36 kgfm de torque, operado por câmbio manual de seis marchas.

No Brasil, sem previsão do Veloster arriscar nova tentativa de ser alguém entre nós.