Articles by: Henrique Rodriguez

Chrysler está próxima de vender o Viper

2008 Dodge Viper O vice-presidente da Chrysler, James Press, afirmou nesta quarta-feira (4) que a montadora recebeu três ofertas para a compra das operações do esportivo Dodge Viper. Decidida a vender a licença para fabricação do modelo desde agosto, a Chrysler também encara o negócio como uma medida para evitar a falência. No dia 17 de fevereiro ocorrerá a reunião com o Tesouro norte-americano, ocasião em que deverá provar sua viabilidade. Por isso, são grandes as chances de a martelada final sobre o assunto acontecer em breve. A fábrica do Viper em Detroit emprega cerca de 110 funcionários. Ano passado, 1 172 unidades do muscle car foram vendidas nos EUA. Somente no mês passado, com o acirramento da crise, as vendas caíram 74% em relação ao mesmo período do ano anterior. Em números, isso é o equivalente a 127 unidades. A Chrysler pretende vender o produto para investidores particulares, estratégia que já foi cogitada pela marca para o “retrô” Pt Cruiser. Isso incluiria todo o ferramental necessário para a fabricação do modelo, localizado no México. O presidente da Chrysler LLC, Tom LaSorda, foi rápido e objetivo em sua entrevista ao Bloomberg: “Nós venderíamos as instalações? Sim. Nós recebemos alguma oferta de compra destas instalações? Sim. Nós iríamos atrás de compradores? Sim”. Caso não ocorra a venda dos modelos, eles poderão sair de linha, o Viper em 2011, e o Pt Cruiser, até o final do ano. A Chrysler do Brasil, é a principal defensora do modelo, só ano passado foram comercializadas mais de 2.300 unidades, só dele. 2008_Dodge_Viper_SRT10_1 chrysl1

por 4 de fevereiro de 2009 Dodge, Mercado

Robust já aparece rodando na Europa

304_Pickup_VW A Robust, modelo com o qual a Volkswagen pretende entrar no segmento de picapes medias, foi fotografada na Europa já em testes de rodagem, com formas muito semelhantes à mostrada por CAR. Esta foto feita por Di Massimo Grassi na Escandinávia e publicada num site italiano. A Robust que será comercializada no Brasil será produzida na Argentina e terá como característica principal a nova tecnologia que usa no motor. Sua rivais aqui serão a Chevrolet S-10, Ford Ranger, Toyota Hilux e Mitsubishi L200. Mas o que haveria de tão diferente? Segundo o que apuramos, uma hipótese interessante, que seria uma revolução no segmento, é o uso da taxa de compressão variável, a melhor solução para um motor bicombustível funcionar com o máximo de eficiência, independentemente da mistura de álcool e gasolina no tanque. Essa idéia foi desenvolvida por uma empresa alemã e funciona a partir de um mecanismo simples e barato, mas que hoje é usado apenas em um protótipo na Europa.Consegue-se mudar o curso do pistão dentro da câmara de combustão, variando a taxa de compressão entre 8:1 e 16:1 dependendo do combustível que estiver sendo queimado. Isso leva a uma melhora significativa de desempenho e na economia de combustível em relação aos motores flex que vimos até agora. A taxa também varia de acordo com a rotação quanto menor o giro, maior a taxa. Além dessa hipótese, outro item que seria inovador é o sistema que dispensa reservatório de partida a frio graças ao uso de bicos injetores aquecidos. A algum tempo avisamos que o lançamento foi adiado para 2010, resta esperar para ve-la. 2010_VW_Robust_Pickup vw_robust.thumbnail vw_robust_flagra_2 304_Pickup_VW

por 4 de fevereiro de 2009 Segredos, Volkswagen

VW Eos chega semana que vem a partir de R$ 159.900

vw_eos_24 O conversível Volkswagen Eos começa a ser vendido oficialmente no mercado brasileiro a partir do início da semana que vem a partir de R$ 159.900. O carro é um dos únicos esportivos do gênero que a marca teve no mercado brasileiro até agora, depois das poucas unidades do Golf Cabriolet e do Karmann Ghia. Sofisticado, o Eos (Deusa do amanhecer segundo a mitologia grega) vem com capota de acionamento elétrico e teto solar panorâmico, combinação única no segmento de conversíveis de quatro lugares. Feito com componentes da quinta geração do Golf, a novidade chega ao País com motor 2.0 turbo de 200 cavalos, potência suficiente para acelerar de 0 a 100 km/h em 7,8 segundos e atingir 228 km/h. Além desse modelo, feito em Palmela (Portugal), a marca alemã prepara para abril a chegada de mais um importado: o Passat CC, um sedã com ares de cupê, fechando 2 dos 16 lançamentos prometidos pela Volkswagen para esse ano de 2009. vw_eos_31 2007.Volkswagen.EOS

por 4 de fevereiro de 2009 Lançamentos, Volkswagen

Aston Martin revela o V12 Vantage

aston-martin-vantage-v12-0209-1-480x359 A Aston Martin finalmente revelou a versão V12 do Vantage, há muito tempo esperado. Ele é baseado no Vantage V8. Possui 510 CV de potência, fazendo ele alcançar 100 km/h em 4,1s e velocidade máxima de 306 km. Para ser freado, o Vantage V12, usa freios carbocerâmicos com discos de 398 mm na frente e 360 mm atrás.Esses freios estão por trás de suas rodas aro 19”, que usam pneus Pirelli P Zero Corsa 255/35 R19 na frente e 295/30 R19 atrás. A suspensão é mais rígida do que a do Vantage V8, para ele ter um melhor comportamento em percursos de alta velocidade. Seu peso é de somente 50kg a mais que o modelo V8, 1680 kg, isso se deve ao uso de fibra de carbono e outros elementos leves. aston-martin-vantage-v12-0209-4-480x359 Esteticamente, a diferença mais evidente é o uso de imponentes aberturas no capô, para melhorar a refrigeração do possante motor V12, Os parachoque também foram redesenhados, principalmente o traseiro e também o porta-malas que agora recebe um aerofólio. Só foram produzidos 1.000 unidades, por um preço desconhecido. Ele será apresentado ao público no salão de genebra, que começa em março. aston-martin-vantage-v12-0209-3-480x359 aston-martin-vantage-v12-0209-5-480x359

por 4 de fevereiro de 2009 Aston Martin, Lançamentos, Salão de Genebra