Leis

Projeto de lei prevê identificação de peças nos manuais de automóveis

Medida facilitaria a compra de peças de reposição

kit-porta-documentos-e-porta-manual-de-carro-couro-sintetico-14623-MLB207322349_8830-F

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou nesta terça-feira (22) o projeto de lei 125/2010, que obriga fabricantes e importadores de automóveis a inserir no manual do veículo uma relação com nome, marca e código de referência das principais peças. O objetivo seria facilitar a compra de peças de reposição, dificultada pela constante mudança nos veículos.

Leia mais ›

por 23 de setembro de 2015 Leis, Mercado

Registro eletrônico vai facilitar transferência de carros usados

Negociação será registrada no Contran em tempo real

logos-veiculos-compra-venda-financiamento

A partir de março de 2016 a burocracia da transferência de um carro será muito menor. O Ministério das Cidades anunciou a criação do Registro Nacional de Veículos em Estoque (RENAVE), que elimina necessidade de registrar o documento de transferência ao negociar carros com lojas.

Leia mais ›

por 1 de setembro de 2015 Leis, Mercado

Híbridos e elétricos terão desconto de 50% do IPVA em São Paulo

Devolução de metade imposto pago este ano precisa ser requerida

13566042834_4dd91980ed_k[3][2]

Quem mora em São Paulo (SP) tem mais um incentivo para comprar um carro híbrido ou um elétrico. O prefeito, Fernando Haddad (PT), assinou decreto que desconta em 50% o valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Em outras palavras, a prefeitura abre mão da sua metade do imposto. A outra metade é do Estado.

Leia mais ›

por 26 de agosto de 2015 Leis, Mercado

São Paulo terá velocidades das marginais Tietê e Pinheiros reduzidas no próximo dia 20

Pistas expressas terão máxima de 70km/h e locais de 50km/h

marginal 2 (Copy)

Em abril deste ano, a Prefeitura de São Paulo anunciou a redução das velocidades nas marginais Tietê e Pinheiros, principais vias de acesso da cidade. Prestes a entrarem em vigor, o que acontecerá já no próximo dia 20 de julho, os novos limites foram modificados pela Secretaria de Transportes, ficando ainda menores em algumas pistas.

Leia mais ›

por 7 de julho de 2015 Leis, Segurança, Trânsito

Mercedes-Benz não desistirá do jipão Classe G

Segundo a marca, o modelo existirá enquanto houver demanda

mercedes-amg_g_63_5 (Copy)

Mesmo em tempos de linhas fluidas e grande profusão de detalhes estilísticos, modelos de traços retos e robustos ainda têm seus adeptos. É o caso do Mercedes-Benz Classe G. Com o mesmo visual de 1979, quando foi lançado, o jipão ainda carrega uma legião de fãs. Pensando nisso, a fabricante da estrela de três pontas anunciou que o modelo não deixará de existir tão cedo.

Leia mais ›

por 2 de julho de 2015 Europa, Leis, Mercedes-Benz

Ford altera potência de motores de New Fiesta e EcoSport por menos emissões

Apenas o motor 2.0 Duratec do EcoSport permanece sem alterações

ford_ecosport_freestyle_1

Com as novas exigências de emissões divulgadas pelo Proconve (Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores), a Ford promoveu algumas alterações nos motores de New Fiesta e EcoSport. Por consequência, alguns números de potência foram alterados.

Leia mais ›

por 24 de maio de 2015 Ford, Leis

Gasolina brasileira terá aditivação mínima a partir de julho

Gasolina aditivada terá mais aditivos que a comum, que permanece

bomba-de-combustível
Toda gasolina vendida no Brasil terá aditivação mínima, a partir de 1° de julho.A medida faz parte de uma resolução da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que obriga detergentes e dispersantes na mistura. O objetivo é acompanhar a evolução técnica dos motores. Quando a medida entrar em vigor, na bomba, o consumidor continuará tendo duas opções de produto: a Gasolina Comum e a Gasolina Aditivada. Uma com mais e outra com menos aditivos. Mas as duas terão melhor qualidade em relação ao combustível comercializado atualmente. “A aditivação de detergentes e dispersantes será mais um requisito de qualidade de gasolina. Ou seja: será benefício adicional para os consumidores”, explica o gerente de Abastecimento do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), Ernani Filgueiras. Para o motor, a vantagem é que o aditivo dissolve partes de parafina presentes no combustível e ajuda a manter a linha de alimentação limpa – isso inclui peças como bomba, bico injetor, entre outros componentes. Manter o motor limpo impede a perda de pressão das válvulas e ajuda a manter a potência do carro. Mas é preciso atenção: a gasolina aditivada faz a “faxina” gradativamente. O recomendável é começar misturando metade de aditivada e metade de comum e observar o funcionamento do carro. Depois, aos poucos aumentar o percentual de aditivada até chegar aos 100% de gasolina aditivada. Num motor muito sujo, as mesmas substâncias que conservam a limpeza dos motores podem comprometer o sistema pelo excesso de sujeira.

por 7 de abril de 2015 Leis, Mercado

Extintor do tipo ABC passa a ser obrigatório em janeiro

Novo extintor é mais caro, mas tem validade de cinco anos
IMG_20141215_150609138

Hora de verificar o extintor de seu carro. Não apenas se há carga, mas também sua categoria. A partir de 1° de janeiro próximo, os extintores terão que ser da classe ABC. Os antigos são da categoria BC, incapazes de combater o fogo em materiais como papel, madeira e panos, apenas em líquidos inflamáveis e equipamentos elétricos. IMG_20141215_150826048
Apesar de estarem presentes na grande maioria dos carros novos desde 2009, os extintores ABC representarão custo extra para quem tem carros mais antigos. Enquanto os extintores BC custavam entre R$ 30 e R$ 50, o preço dos ABC variam entre R$ 70 e R$ 100. A vantagem está na validade: o novo dura cinco anos, enquanto o antigo chegava a no máximo três com uma recarga – o que não dá para fazer no novo, descartável. Apesar de especialistas questionarem a efetividade do equipamento em um incêndio no carro, andar sem extintor de incêndio é considerado infração grave pelo Código de Trânsito Brasileiro. A multa é de R$ 127,69 com mais cinco pontos na carteira de habilitação.

por 16 de dezembro de 2014 Brasil, Leis

Novos carteira de habilitação e documentos de veículos passam a ser emitidos em 2015

Documentos serão atualizados gradualmente e custo não deverá aumentar

CNH O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) definiu como serão os novos modelos para o Certificado de Registro de Veículo (CRV) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), além do novo formato da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Os novos modelos serão introduzidos a partir de julho de 2015. O propósito é impedir falsificação e adulteração dos documento. Só a nova CNH terá 28 dispositivos de segurança, contra 20 do anterior, o que o transforma no documento mais seguro do país, segundo o governo. Como as novas placas, o documento terá "QR Code", um código impresso que permite que seja feita a verificação de sua autenticidade por meio de leitura digital. Como fiscais de trânsito poderão checar a carteira de habilitação por meio de leitor vinculado ao CPF do agente, se for um documento falso ele não poderá se omitir. CRV
Os documentos do veículo também terão o código QR, no qual estarão dados como Renavam, placa, ano de fabricação e modelo do veículo, além do CPF do proprietário e código de segurança gerado pelo governo. Há também mudanças de segurança na impressão. Documentos do veículo terão 17 dispositivos de segurança. Mas calma: motoristas não precisarão trocar seu documento atual enquanto este for válido. A troca pelo novo modelo acontecerá na próxima atualização do documento. Desta forma, a troca total das carteiras de habilitação no país ocorrerá em cinco anos. O Denatran afirmou que não haverá reajuste no valor cobrado para a emissão dos documentos.

por 16 de dezembro de 2014 Brasil, Leis, Mercado

CNH e documentos de veículos receberão mudanças

Novos modelos visam dificultar as falsificações e fraudes BlogO mundo mudou tanto de 1994 até hoje, correto? Podemos dizer que quase tudo mudou. E se a mudança não foi total, isso ficar por conta da nossa conhecida Carteira Nacional de Habilitação, que é a mesma desde a década de 90. Além dela, o CRV (Certificado de Registro do Veículo) e o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo) receberão mudanças para aumentar a segurança desses documentos. De acordo com o Denatran, os padrões adotados irão dificultar falsificações, adulterações, além de fraudes no pagamento do IPVA. A CNH contará com 28 dispositivos de segurança, enquanto os documentos dos veículos virão com 17 métodos, cada. As mudanças estão previstas nas resoluções 511 e 512 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e os modelos entrarão em vigor a partir de 1º de julho de 2015. Os novos modelos serão obrigatórios para aqueles que tirarem os documentos a partir do dia 1º de julho de 2015 e serão apresentados na próxima quarta-feira pelo Denatran.

por 10 de dezembro de 2014 Brasil, Leis