Agrale

Agrale mostra a nova geração do Marruá

Jipe nacional tem visual mais moderno e está mais versátil

Agrale_Marrua3
Muito utilizado pelas forças armadas, o Agrale Marruá teve sua nova geração apresentada na Feira Internacional de Defesa e Segurança (LAAD 2015). O “Hummer brasileiro” ganhou visual modernizado, com direito a novas peças de estamparia, novos capô e portas mais resistentes, com melhor acabamento e que facilitam o acesso ao veículo e a manutenção. Agrale_Marrua4
O jipe montado em Caxias do Sul (RS) também tem mudanças importantes na caçamba, onde a tampa passa a ser removível e os para-lamas ganham um degrau. Além disso, as lanternas passam a ser de LEDs. Por dentro, novo painel abriu espaço para os passageiros e ainda permite a instalação de suporte para armamento. Mas continua sem airbags – por não ser obrigatório para utilitários com peso bruto total de mais de 3,5 toneladas. A mecânica é basicamente a mesma, com motor Cummins ISF 2.8 turbodiesel de 150cv e câmbio manual de cinco marchas com opção de reduzida. A picape agora pode transpor por locais alagados em até 80 centímetros sem snorkel, ante os 60cm da antecessora. Outras capacidades não foram modificadas: ângulo de ataque de 57º, ângulo de saída de 30º, rampa máxima de até 60º e inclinação lateral de 30º. Algo que também é interessante é que o Marruá já pode sair de fábrica blindado.
Agrale_Marrua

por 20 de abril de 2015 Agrale, Lançamentos

Agrale mostra teaser do novo Marruá

Jipe gaúcho promete visual mais moderno após 10 anos de mercado

1137711453
Nascido para o uso militar, o Agrale Marruá terá sua nova geração apresentada ainda no primeiro semestre. O jipe feito no Rio Grande do Sul terá visual modernizado, com linhas mais trabalhadas que já podem ser notadas nos teasers divulgados pela Agrale. 2182862__c3bafa555503f323e76fc0cbceaa7205 A carroceria de chapa grossa e arestas vivas ganha protetores plásticos nos para-lamas, nas laterais e até mesmo sobre o novo capô. As portas também são novas e a caçamba passa a ser removível para facilitar o carregamento.  A Agrale lançará uma nova geração do jipe Marruá ainda no primeiro semestre deste ano. Usado principalmente pelas Forças Armadas do Brasil, o 4×4 feito no Rio Grande do Sul perde a crueza (e a pureza) de suas linhas originais. Também modificaram ainda as lanternas, que ganham LEDs, e os retrovisores.
-1257887087
Nesta encarnação o Agrale Marruá terá freios com ABS de série e caixa de reduzida como opcional – na primeira geração esta falta era compensada por uma primeira marcha crawler, extremamente curta. A fabricante não deu detalhes sobre os motores, mas pode ser que desta vez o Marruá agrade A origem do Marruá está no jipe Engesa EE-12, dos anos 80. A Engesa faliu e em 2003 seus ex-funcionários venderam uma recriação do projeto para a Agrale, que lançou o Marruá no ano seguinte. Ele usa dois motores 2.8 diesel: um MWM na versão militar e um Cummins na versão civil. Esta última tem preços que beiram os R$ 140 mil. agrale_marrua_am_200_1[4]

por 21 de março de 2015 Agrale, Segredos

Agrale Marruá chega à Argentina por R$ 154.500

Picape é usada pelas Forças Armadas do país desde 2009

agrale_marrua_am_200_1
O Agrale Marruá (a.k.a. Hummer brasileiro) já vinha sendo usado pelas Forças Armadas da Argentina desde 2009 e agora também poderá ser comprada por civis daquele país. Bruta e bem simples, ela será oferecida com Cabine Simples e Cabine Dupla, em versões com capacidade para 1 tonelada, 1,5 tonelada ou 2 toneladas de carga. autowp.ru_agrale_marrua_am_100_1
Bruta e um tanto simples, a picape conta com motor Cummins ISF 2.8 turbo a diesel de 150cv ligada a um sistema de tração integral com eixos Dana e caixa reduzida por meio de um câmbio manual de cinco marchas. Ar-quente e bancos de vinil figuram na pequena lista de série e vidros elétricos, ar-condicionado, guincho, snorkel, pá e machado são opcionais. Os preços variam entre US$ 69.822 (R$154,5 mil) para o Marruá AM100 Cabine Simples e US$ 91.867 (R$ 203,3 mil) pelo Marruá AM200 Cabine Dupla.

por 10 de julho de 2014 Agrale, Lançamentos

Agrale levará Marruá elétrico para a Rio +20

13395027346109
A Agrale, montadora brasileira com fábrica situada na cidade gaúcha de Caxias do Sul, anunciou um protótipo elétrico do jipe Marruá. O conceito será exposto durante a Rio +20, conferência internacional da ONU que será realizada a partir de hoje (13) até o dia 22. Outra montadora aproveitará o evento para divulgar suas tecnologias tecnológicas: a BMW. No caso da Agrale, trata-se de um modelo sem previsão de lançamento, mas que combina conceitos inusitados. Isso porque jipes não costumam aliar a imagem verde ao desempenho off-road, mas a Agrale garante que ele segue as características – elogiadas, por sinal – dos outros modelos comuns da marca. Produzido em conjunto com a Itaipu Binacional e a fornecedora de componentes Stola do Brasil, o Marruá elétrico é movido por um motor elétrico de 54 cavalos e de torque máximo de 13,3 kgfm, que por sua vez é alimentado por duas baterias de sódio. Segundo Pedro Soares, diretor técnico da Agrale, esse tipo de tecnologia é positivo pois adapta melhor o modelo ao clima tropical, além de aproveitar a abundância do sódio na natureza e o fato de ser três vezes mais leves que as convencionais de chumbo-ácido. A montadora gaúcha não confirma sua produção, mas disse que seu uso poderia ser focado em áreas de preservação ambiental, já que ele não poluiria nem o ar nem o ambiente sonoro dos animais. Esperamos que seja produzido.

por 13 de junho de 2012 Agrale, Sustentabilidade