Ariel

Ariel Nomad quer levar ainda mais diversão para o fora-de-estrada

Bugre esportivo tem motor 2.4 da Honda e pesa apenas 670kg

Ariel-Nomad-1
Fazer trilha com um jipe 4×4 é legal, mas há quem prefira andar rápido na terra. Para esses a Ariel preparou o Nomad, uma espécie de bugre esportivo levíssimo com motor i-VTEC da Honda e tração traseira. Na prática, é um Atom – pequeno esportivo já consagrado nas pistas – para brincar no fora-de-estrada.
Os vídeos que a fabricante britânica divulgou mostram que o Nomad pode até ser capaz de fazer um motorista comum se sentir um piloto do WRC. Quem faz a mágica é o motor 2.4 16v i-VTEC de 240cv e 30kgfm de torque instalado em posição central e que precisa empurrar apenas 670kg.
Ariel-Nomad-0
Junto com as primeiras fotos e informações, a Ariel também divulgou o preço do Nomad: partem de 27.500 libras, coisa de R$ 112.500 sem impostos. Ariel-Nomad-2

por 7 de janeiro de 2015 Ariel, Lançamentos

Novo Ariel Atom 3S tem motor 2.4 de 365cv

Motor Honda o leva aos 100km/h em 2,8 segundos

6727356571778561278
A britânica Ariel e a TMI AutoTech, empresa responsável pela produção do Ariel Atom nos Estados Unidos, apresentam o Atom 3S versão intermediária do esportivo, que só fica atrás do Atom V8. A graça está em um motor Honda 2.4 com turbo, que gera 365 cavalos e 42,6kgfm de torque. 781724984103433184
O motor pode ser combinado a três câmbios, um manual de seis marchas, uma variação deste com relações mais curtas e um sequencial da Sadev, comandado por borboletas no volante. O resultado é uma aceleração de 0 a 100km/h em 2,8 segundos e para parar há pinças de freio com quatro pistões.
989992794962536703
17091431241580147639Entre os equipamentos da versão figuram controles de estabilidade e tração ajustáveis, assim como os amortecedores. Também entram na lista um para-brisas e uma tela de LCD que faz a função de quadro de instrumentos. O preço é de 89.750 dólares, equivalente a 215 mil reais, está longe de ser uma pechincha.

por 14 de outubro de 2014 Ariel, Lançamentos

Ariel faz o retorno às duas rodas

Sem fabricar motos desde 1970, marca volta com modelos custom e naked
Motos da Ariel (1)[3]

Muitos entusiastas dos carros de alto desempenho devem conhecer o Ariel Atom, super carro inglês que é notório pelo baixo peso e altíssimo desempenho, mas quase ninguém sabe que nem só de carros foi feita a fabricante. Entre 1902 e 1970 ela esteve ligada ao mundo das motos, antes de mudar o nome e se tornar BSA. E o relançamento acontece em grande estilo, com a nova Ace. A moto se destaca pela vasta opção de customizações, podendo se tornar uma naked – como são chamadas as esportivas sem carenagem – até uma cruiser – semelhante ao estilo das Harley-Davidson. Motos da Ariel (3)[3]
As linhas das motos não deixam de ter uma correlação com os carros atuais fabricados pela Ariel. O quadro de alumínio lembra bastante os Atom, recebendo um mínimo de “carroceria”, feito de compósito de carbono. E ainda nas customizações, há três modelos, três distâncias diferentes de entre eixos, e de tanques (de 14 a 21 litros). Além disso ainda há opções de altura de assento e calibração de suspensão (três e duas, respectivamente). Guidão, inclinação do garfo, e posição dos pedais e comandos são ajustáveis. Além deles, itens como escapamento, rodas e painel também podem ser configurados. A transmissão final é usada por meio de cardã e tem controle eletrônico de tração e freios ABS de série. Fechando a lista de opcionais, há rodas de carbono.
Motos da Ariel (2)[3]
Mas o conjunto mecânico não é próprio. O motor vem da Honda VFR 1200 F, que é um V4 de 1.237 cm³, com 175 cv de potência e torque de 13,1 kgfm, acoplado a uma transmissão manual comum ou uma automatizada de dupla embreagem também da Honda, com os modos Auto, Sport e Manual. A produção da moto, tal qual os carros da marca, será restrita, entre 1—e 150 unidades anuais.

por 1 de julho de 2014 Ariel, Motocicleta

Um motor e um chassi

“Direção hidráulica, freios ABS e ar condicionado são meros caprichos mundanos”

autowp.ru_ktm_x-bow_r_6
Existem alguns que gostam de carros. Existem outros que dizem que gostam. Pela básica definição: "automóvel é um veículo motorizado, de quatro rodas, geralmente destinado ao transporte de passageiros ou mercadorias." Só. A direção hidráulica, os freios ABS e o ar condicionado, portanto, são meros caprichos mundanos. autowp.ru_ktm_x-bow_gt4_7
Percorrendo esse pensamento e na busca da essência automotiva, conceitos foram extremados. Sob o foco de um holofote foi posta a velocidade. Embaixo do outro, simplicidade. Na mistura das luzes enxerga-se a criação austríaca X-Bow. O foguete produzido pela KTM é o responsável por marcar 3,9 segundos em 0-100 km/h. Esse feito por si só já seria bem animador. Contudo o surpreendente é quando exposto é que a explosão da máquina provém de um não tão incomum motor Audi 2.0 16v Turbo. O segredo está no peso: 790 kg é muito pouco. O resultado mostra-se no pescoço: 31,6 kgfm de toque.
Ariel Atom 3 2008
Outro exótico monstrinho da mesma linha é conhecido por Atom. Criado pela empresa britânica Ariel, esse conjunto quase que ”carroceria-piloto” atinge a velocidade de 100 km/h em torno de 2,7 segundos. É incrível. Mesmo. A esmagadora aceleração obviamente deve-se também a falta de peso: 480 kg. A motorização encarregada da diversão é japonesa: Honda 2.0 i-Vtec. A potência é baixa, por isso as máximas não são dignas de grandes notoriedades (para um superesportivo). Ficam pela casa dos 240 km/h. O coração trabalha a 245 cv; podendo alcançar fôlegos maiores de 300 e 500 cv em outras versões. As duas estruturas são grandes carros. Não há discordância pois é fato. Tem a ver com o início de tudo, de toda paixão. É relacionado sobre a escolha de quem apenas diz que gosta dos carros. Por Thiago Ramos autowp.ru_prochie_ariel_atom_12

por 18 de fevereiro de 2013 Ariel, KTM

Ariel apresenta Atom 3,5

Jed Leceister

Audi Q3 WhitePhotographer - Stan Papior
Autocar Magazine
Haymarket Publishing

Mercedes Benz S350 Black
Photographer - Stan Papior

Chevrolet Camaro   Black
O Ariel Atom 3 ganhou melhorias em seu chassí, derivado do V8 Atom, com o objetivo de melhorar a rigidez torcional. Com novos amortecedores e modificações no suporte do motor, a fabricante busca melhor comportamento do esportivo em uso na cidade e também em circuitos fechados. Jed Leceister

Audi Q3 WhitePhotographer - Stan Papior
Autocar Magazine
Haymarket Publishing

Mercedes Benz S350 Black
Photographer - Stan Papior

Chevrolet Camaro   Black
A Ariel aproveita os upgrades para chamá-lo de Ariel 3.5. Além destas mudanças, o painel também recebeu modificações: o painel de instrumentos recebeu um indicador de marcha digital. No lado de fora, faróis duplos e LEDs para os piscas e luzes de freio. A mecânica continua exatamente a mesma: um motor 2.0 litros i-VTEC, da Honda, continua rendendo 245 cavalos. Na versão sobrealimentada, a potência chega entre 300 e 310 cavalos, graças à mudanças na admissão. Jed Leceister

Audi Q3 WhitePhotographer - Stan Papior
Autocar Magazine
Haymarket Publishing

Mercedes Benz S350 Black
Photographer - Stan Papior

Chevrolet Camaro   Black Fonte | Autoblog.es

por 11 de outubro de 2012 Ariel, Lançamentos

Chinês constrói seu prórpio Ariel Atom com sucata

ariel-atom-china-2-9d-458x273
Pode parecer um Ariel Atom, mas não é. Este carro foi contruido inteiramente do zero com muitos componentes sucateados por um corajoso chinês, com muita determinação e loucura. A seguir você acompanha a evolução do projeto. ariel-atom-china-home-made-2-458x343
O cara cogitou a instalação do motor do Suzuki Alto e até do Volkswagen Santana, por conta da confiabilidade e da facilidade de encontrar peças, mas no final ele terminou instalando o motor de uma Suzuki GX600 de 0,8L e 40 cavalos. Com apenas 550 kg este “wannabe Atom” chega aos 100 km/h em 10 segundos e freia a 60km/h em 10 metros.
ariel-atom-china-home-made-3-458x343
ariel-atom-china-home-made-4-458x343 ariel-atom-china-home-made-7-458x343ariel-atom-china-home-made-6-458x343ariel-atom-china-home-made-9c-458x343ariel-atom-china-home-made-9e-458x343ariel-atom-china-home-made-9g-458x343ariel-atom-china-2-2-458x343ariel-atom-china-2-4-458x343ariel-atom-china-2-5-458x343ariel-atom-china-2-8-458x343 ariel-atom-china-2-9c-458x343ariel-atom-china-2-9e-458x273 Fonte | MOP

por 8 de janeiro de 2012 Ariel, Curiosidades

Ariel Atom será vendido no Brasil neste ano

ariel-atom-2009-729247
Você conhece o Ariel Atom? Se trata de um superesportivo britânico de alto desempenho, que foi desenvolvido para ser o mais próximo possível de um carro da F-1. O resultado é um carro leve e minimalista, não tem para brisas portas ou teto. Seu motor é um Honda 2.0 i-VTEC – do Civic Type-R – aspirado de 245cv ou supercharged de 300cv. 04-ariel-atom-misc
Com os 300cv a relação peso-potência (480Kg/300cv) é menor que a do Bugatti Veyron! Ele vai de 0 a 100km/h em 2,7s mas sua velocidade máxima é baixa devido a sua potência: 240km/h. Segundo a revista Quatro Rodas, o Ariel Atom será vendido no Brasil à partir deste ano. ariel-atom-2009-749542
Dois empresários brasileiros firmaram um acordo de importação com a Atom Motors, e à partir de março ou abril começam a ser vendidos no Brasil nas versões de 245 cavalos e 300 cavalos. De início 4 unidades serão destinadas ao país por mês, mas se for necessário, os carros poderão ser importados  semidesmontados e montados aqui no Brasil. Atom3_red_1920x1080
Os empresários ainda não sabem dizer por quais preços os modelos serão vendidos. Na Inglaterra, sede da marca, a versão de 245cv custa 35 mil libras, que equivale a R$ 95 mil, sem impostos. Abaixo, um video do Top Gear onde o Ariel Atom quase tira o couro de Jeremy Clarkson (Legendado).

Fonte | How To Stuff Works, Quatro Rodas

por 8 de janeiro de 2011 Ariel, Brasil, Segredos

Climax Sports Racer entra em produção em 2010

climax A britânica Climax Cars anunciou que o Sports Racer começa a ser fabricado em 2010. A empresa pretende produzir 200 unidades do esportivo, em duas versões, com um preço partindo de 100 mil euros (R$ 260.000). Equipado com um motor 4.6 V8 de origem Ford (usado no Mustang atual), trabalhado para desenvolver 345cv de potência, e peso de apenas 907 kg (2 kg/cv), o Sports Racer é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos e alcançar os 280km/h de velocidade máxima, limitada eletronicamente. climax_large_13 Além do Sports Racer, ele teraá uma versão mais esportiva, o Racer Sports S, equipado com um compressor volumétrico, que que aumenta sua aceleração para 3,2 segundos e o faz atingir a máxima de 305km/h de velocidade máxima. A produção do Sports Racer começa agora em Janeiro, com as primeiras unidades a sendo entregues nop segundo trimestre.

Fonte | Autoblog

por 18 de dezembro de 2009 Ariel, Climax, Europa

500cv para puxar apenas 500kg, assim será o Ariel Atom

h,gh Se este não for um dos automóveis mais “nervosos”, deve faltar pouco. O Ariel Atom se prepara para receber um potente motor V8 de 500 cavalos, que lhe permitirá ser quase um carro de Formula 1. O Ariel Atom 500 será equipado com um V8 3.0, com cinco válvulas por cilindro (40 no total), capaz de desenvolver 500 cavalos de potência aos 10.000 rpm. Se isto já é suficiente para chamar as atenções. Digo que sua relação de peso/potência é de apenas 1cv por 1kg, o faz ser praticamente um carro “peso pena”! fhf gng A partir disso,  já não fica tão estranho dizer que ele vai de 0 a 100km/h em 2,5s e em menos de 6s alcança os 160 km/h. Para fazer chegar à esses números, os engenheiros da Ariel desenvolveram um forte ‘kit’ aerodinâmico, inspirado nos carros de Fórmula 1, e fizeram melhorias no sistema de freios e suspensão. Segundo as primeiras informações, serão produzidas de apenas 25 unidades. E o preço fica em 115 mil euros, sem de impostos, ou cerca de R$ 320mil. gnj

por 29 de maio de 2009 Ariel, Exóticos, Lançamentos

ARIEL ATOM GANHA PÁRA-BRISA

ariel-atom A Ariel é uma pequena marca inglesa que produz o Atom, superesportivo, pequeno, rápido, diferente e com características especiais. O Atom tem toda sua estrutura visível, bico similar aos modelos de fórmula 1, rodas saltadas da carroceria e, até então, não tinha pára-brisa. A falta de pára-brisa fazia com que os motoristas fossem obrigados a usar óculos, para andar a velocidades um pouco mais elevadas. A Ariel, atendendo ao pedido dos donos do modelo, o equipou com pára-brisas e um jato d’água para lavá-lo. O modelo perdeu um pouco de seu encanto inicial, mas ganhou em funcionalidade.

por 28 de julho de 2008 Ariel, Exóticos, Lançamentos