Daimler

Aston Martin fecha acordo de colaboração com a AMG

Próximo Vantage será o primeiro equipado com um V8 da AMG

autowp.ru_aston_martin_virage_38
A Aston Martin já havia sinalizado que estava negociando com a Daimler que permitiria o uso de motores preparados pela AMG. Agora, as duas partes oficializam a aliança, que é baseada no fornecimento de motores em troca de um percentual das ações da Aston Martin. Segundo o comunicado, a divisão esportiva da Mercedes-Benz fornecerá propulsores V8 exclusivos para a Aston Martin, além de oferecer componentes eletrônicos, em troca de 5% dos ativos da fabricante britânica. E a atual proprietária da Aston Martin, a Investindustrial deverá negociar o restante das ações com a Daimler. O primeiro V8 AMG a mover um Aston Martin será aplicado no sucessor do Vantage, previsto para chegar ao mercado em 2015. Mas a transição ainda levará alguns anos. Segundo o jornal Sunday Times, a Aston Martin teria renovado por mais cinco anos o contrato com a Ford, sua antiga dona, de quem compra os motores V8 e V12, fabricados em Colônia, na Alemanha.

por 28 de julho de 2013 AMG, Aston Martin, Daimler

Daimler determina fim da Maybach

autowp.ru_maybach_62__zeppelin__4
A Maybach não terá modelos ano/modelo 2013. A marca de alto luxo do grupo Daimler foi resgatada em 2002 após décadas fora do mercado, mas seus grandes sedãs 57 e 62, ambos baseados no Mercedes Classe S, tiveram vendas muito aquém do esperado. A notícia de seu fim era tão inevitável que a empresa não emitiu um comunicado à imprensa, apenas divulgou uma lista de preços com "descontinuado" ao lado de todos os cinco modelos oferecidos. autowp.ru_maybach_62__zeppelin__2
A Mercedes tinha a esperança de rejuvenescer a Maybach, com uma parceria proposta à Aston Martin, mas ela não foi à frente por questões de custo. Agora o grupo Daimler espera que a nova geração do Classe S, que será apresentada no final de setembro durante o Salão de Paris, dê conta da fatia de mercado que correspondia à Maybach. Em outras palavras, ela quer que o Classe S faça frente aos Bentley e até aos Rolls Royce…

Maybach ZeppelinMaybach Zeppelin

Fonte | Worldcarfans

por 14 de agosto de 2012 Daimler, Fim de Carreira, Maybach

Daimler e BYD mostram o Denza EV concept

Denza EV concept (3)
Daimler e BYD se uniram na China e fundaram a marca Denza, dedicada a modelos elétricos. E a primeira criação após esta união pode ser visto no Salão de Pequim. Se trata do Denza EV concept, que deverá entrar em produção já no ano que vem.  denza-04
Sem revelar dados técnicos a Daimler adiantou apenas que o design está muito próximo do definitivo, cujo destaque é a aerodinâmica. Mesmo sem revelar o interior, a fabricante diz que ele tem aspecto lounge e que os passageiros terão direito a bancos reclináveis.
denza-11

por 24 de abril de 2012 BYD, Daimler, Salão de Pequim

Denza é a mais nova submarca chinesa, fruto de um joint-venture entre Daimler e BYD

4f746b1d0cd61
Submarcas chinesas por parte de montadoras globais são bem comuns, principalmente nos dias de hoje. Agora, chegou a vez da Daimler, que confirmou a criação da submarca Denza, cujo foco são os carros elétricos. Trata-se de um joint-venture com a marca BYD, já conhecida internacionalmente pelos seus modelos elétricos. A nova marca já tem um conceito pronto a ser exposto no Salão de Pequim, que abre as portas ao público no dia 27 de abril. A Daimler adiantou também outros detalhes da nova marca. O logotipo representa uma gota d’água envolvida por duas mãos (cada uma representando uma marca), e o nome vem da palavra em mandarim Tengshi, que significa “força ascendente e ímpeta”. O capital será repartido em 50% para cada uma das companhias. Não se sabe, no entanto, se seus carros serão exportados para outros países senão a própria China. denzalogo Até o momento, sabe-se que a Denza começará a vender os seus carros a partir do ano que vem. Os primeiros modelos serão construídos sobre a base do antigo Classe B, da Mercedes-Benz, mas o design pode ser adiantado pelo teaser acima e pelo conceito que será exposto em Pequim. Os motores deverão ser os propulsores da marca alemã somados às tecnologias da BYD. Aguardemos até Pequim – ou antes, é claro – para novas informações.

Com informações do Autoblog en Español
por 2 de abril de 2012 BYD, Daimler, Denza

Mercedes Classe A será fabricado no México

Mercedes-Benz-A-Class_Concept_2011_1280x960_wallpaper_03
Parceiras desde 2010, a aliança Renault-Nissan e a Daimler começam a estreitar suas relações. As duas empresas anunciaram a construção de uma nova fábrica no complexo industrial da Nissan em Aguascalientes, no México, em 2013, de onde sairão modelos Mercedes e Infiniti, a divisão de luxo da Nissan voltada para o mercado norte-americano. Mercedes-Benz-A-Class_Concept_2011_1280x960_wallpaper_0f
Tudo aponta para que o novo Classe A, que será apresentado no próximo mês no Salão de Genebra, seja o Mercedes fabricado em Aguascalientes, juntamente com o Infiniti Etherea, outro hatch médio que será baseado na mesma plataforma do Mercedes, chamada MFA. Ao menos o Mercedes já está confirmado para o Brasil: chega no começo de 2013, à principio, ainda importado da Alemanha.
Infiniti-Etherea_Concept_2011_800x600_wallpaper_07
A parceria entre Daimler e Renault-Nissan também resultará na produção de uma nova família de motores de quatro cilindros na fábrica da Nissan em Decherd, no estado norte-americano do Tennessee. Estes motores serão usados pelo Mercedes Classe C e por modelos Nissan e Infiniti. Fonte | MotorDream

por 7 de fevereiro de 2012 Daimler, Infiniti, Mercedes-Benz

Maybach morre em 2013

Maybach-Zeppelin_2010_1280x960_wallpaper_03
Dieter Zetsche, presidente do gurpo Daimler, declarou ao jornal alemão  Frankfurter Allgemeine Zeitung que a existência da Maybach não faz mais sentido. A submarca de luxo será fechada em 2013, e caberá à nova geração do Classe S ocupar o nicho das limousines Maybach, estando disponível com três comprimentos de entreeixos. Maybach-Zeppelin_2010_1280x960_wallpaper_08
Fabricante de carros de luxo nas décadas de 1920 e 30, entre eles o Maybach Zeppelin, a maior limusine alemã da época, a empresa parou de fabricar carros durante a Segunda Guerra Mundial, para fornecer motores para tanques e aviões. Em 2002 a marca foi resgatada com os 57 e 62 (o nome vem do comprimento: 5735 mm e 6170 mm). O problema é que a marca não conseguiu alcançar as expectativas iniciais de venda e não conquistou os mercados-chave, e mantê-la não seria interessante. A Daimler preferiu investir suas fichas nos Mercedes.
Maybach-Zeppelin_2010_1280x960_wallpaper_0c

por 26 de novembro de 2011 Daimler, Fim de Carreira, Maybach

Grupo Daimler anuncia desligamento da smart

fortwo-ofi-04 A Daimler anunciou o desligamento da smart da Mercedes-Benz. A montadora que revolucionou o mercado mundial com seus pequenos veículos ganhou independência, e a nova presidente da montadora é Annete Winkler, que foi Chefe de Gestão Global de Negócios e Vendas da Europa. Apesar disso, a smart permanecerá tendo pequenas relações com a Mercedes-Benz, já que o desligamento do grupo acaba de ocorrer. Entre os planos futuros da smart, está a segunda geração do fortwo, que será revelada na próxima edição do Salão de Paris.

Fonte | MotorDream

por 27 de julho de 2010 Daimler, Mercedes-Benz, Smart

Fundo de investimentos árabe compra parte da tesla motors

obama-tesla-cars O fundo de investimento Aabar, dos Emirados Árabes Unidos, adquiriu 4% da fabricante norte-americana Tesla Motors, marca especializada em veículos eléctricos. Em Maio, a Daimler adquiriu uma participação de cerca de 10% da Tesla para colaborar no sistema de baterias, para o desenvolvimento da primeira geração do smart elétrico, além de outros projetos de carros elétricos. Esses 4% foram comprados da Daimler, que agora fica com apenas 6% da Tesla.

por 14 de julho de 2009 Daimler, Tesla

Daimler compra 10% da Tesla Motors

19052009_mertesla_500 O grupo Daimler AG oficializou nesta terça-feira a aquisição de 10% das ações da Tesla Motors. A parceria prevê a criação de baterias especiais e pontos de recarga para o smart fortwo, além do suporte da Tesla em carros híbridos da Mercedes-Benz. Ambas as empresas não divulgaram os valores da negociação. “Trata-se de um passo importante para acelerar a comercialização dos veículos eléctricos”, afirmou Thomas Weber, membro do Conselho da Daimler. “A juventude e o dinamismo da Tesla associados aos 120 anos de experiência da Daimler, resultam numa combinação única”, acrescentou o Weber. Os dois construtores já trabalhavam juntos há algum tempo. Por exemplo, as baterias de ions de lítio utilisadas nos primeiros 1000 smart eléctricos foram da Tesla. Conhecida por seu esportivo 100% elétrico Roadster e mais recentemente pelo sedan S, também movido à eletricidade, a Tesla agora junta seu conhecimento ao smart fortwo, iniciando uma nova fase do programa Smart EV, lançado pela Daimler em 2008.

por 20 de maio de 2009 Daimler, Mercado, Tesla