Jac

Flamengo poderá ter JAC Motors como patrocinadora

J5A chinesa JAC Motors só começa a vender seus carros no Brasil no dia 18 de março, mas já começa a trabalhar no marketing da marca para que consiga atingir a meta de 35.000 unidades vendidas em 2011. Segundo a coluna do jornalista Lauro Jardim, no site da revista Veja, a marca estaria negociando o patrocínio do time carioca Flamengo. J3J3 Turin - Frente As negociações apenas estão começando, mas há chances de se concretizar, já que o atual contrato de patrocínio do time está expirando. Caso não consiga fechar com o time de maior torcida do país, a JAC poderia buscar outros clubes como o Vasco da Gama, Palmeiras e Santos.J6

Fonte | Auto Diário

por 16 de dezembro de 2010 Brasil, Jac, Segredos

Primeira concessionária JAC abrirá suas portas no dia 15

JAC J3 Salão 2010 (29) Após fazer sua pré-estreia no Brasil duranter o Salão do Automóvel, a JAC Motors vai abrir sua primeira concessionária ao público no dia 15 de dezembro, no Auto Shopping São Paulo, em sistema de soft opening, fase de teste antes da inauguração oficial, prevista para o dia 18 de março, junto com as outras 45 concessionárias iniciais. JAC J3 Salão 2010 (30) Neste primeiro momento quem for ao local poderá conhecer o J3 hatch e o J3 Turin (versão sedã), que são equipados com motor 1.35 de 108cv, ar-condicionado, CD player, freios ABS e airbags frontais e laterais de série, e quando forem lançados custarão R$ 37.900 e R$ 39.900, respectivamente. O Auto Shopping fica no centro comercial Aricanduva, que reúne o Shopping Aricanduva e o Interlar Aricanduva, na Av. Aricanduva, 5555, Vila Matilde. JAC J3 Salão 2010 (28)

Fonte | JAC

por 26 de novembro de 2010 Brasil, Jac, Lançamentos

Galeria: chineses começam a espalhar 'colônias' no Brasil

cHERY- Salão do Automóvel (26) As chinesas chamaram muita atenção no Salão do Automóvel de São Paulo, que se encerra daqui a 2 horas. Não pelo design de seus carros, não pelos preços, mas porque são… Chinesas. Nomes como "Haima", "JAC", "Chana" e "Chery" chamavam atenção. É fato que muitos já soubessem que eram chinesas, mas os que desconheciam sua procedência ficavam curiosos pelos nomes que nunca estiveram presentes no Salão do Automóvel – pelo menos é o caso de algumas, e logo conheciam a fundo os novatos do mercado brasileiro. 100_6444 A Quatro Rodas de dezembro de 2005, na edição Top Ten, dizia que a China iria se tornar o maior fabricante de carros do mundo em pouco tempo. E hoje, o Brasil vê as montadoras da China entrando no mercado com uma maior expressividade, em meio a carros importados de mais diversos países, desde a Argentina até a Polônia. Os preços também chamaram a atenção – parecem bons custo x benefício: completos e mais baratos que os populares. Será que eles são tão bondosos e os carros custam absurdos? 100_6395 Esta segunda frase é uma pura verdade, mas o motivo é a desvalorização do Yuan, moeda chinesa, medida tomada pelo governo da China para fazer com que os preços das exportações caíssem para que os produtos pudessem competir com os dos outros países. Abaixo, segue a lista das montadoras que estiveram presentes no evento, suas atrações, quais realmente serão vendidos, preços, dados técnicos e, é claro, fotos dos stands.

Brilliance

100_6511 Uma das montadoras novatas no mercado brasileiro, a Brilliance pertence ao grupo CN Auto na China. A marca comercializará no Brasil 3 modelos inicialmente, sendo eles o hatch FRV, a variante fora de estrada FRV Cross e o sedan FSV. A marca pretende vender a perua Splendor, que foi exposta no Salão. 100_6513 Os preços partirão de R$ 55 mil, no caso do FRV Cross, que será equipado com um câmbio automático de 4 marchas e um motor 1.5 da Mitsubishi, que produz 104 cavalos. Já o sedan FSV custará algo em torno de R$ 70 mil, tendo o mesmo motor 1.5 da Mitsubishi. A perua Splendor chegará depois dos dois modelos, custando pelo menos R$ 75 mil.

Chana

cHANA Salão do Automóvel (15) A Chana desembarcou no Brasil no ano de 2007, com a van Family. Ela estabeleceu seus modelos em 2008, com outros modelos comerciais. A marca trouxe ao salão os hatches Benni Mini e Benni, o sedan Alsvin, o Alsvin hatch e a van Star. cHANA Salão do Automóvel (1) O Benni Mini deverá chegar custando cerca de 29 mil reais, já equipado com airbags e ABS, concorrendo com os populares e mais barato que outros chineses. O motor será um 1.0 de 51 cavalos. Já o Benni será um pouco maior, custando R$ 32 mil, com os mesmos equipamentos, mas com um motor 1.3 de 63 cavalos.  cHANA Salão do Automóvel (6) Já o Alsvin hatch custará R$ 35 mil, tendo um motor 1.5 de 16 válvulas, que gera 75 cavalos. Este mesmo motor equipa o Alsvin sedan. Ambos são completos – ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos, airbags duplos, freios ABS e câmbio automático de 4 marchas –, e custarão R$ 35 mil e 40.000 reais, respectivamente. cHANA Salão do Automóvel (21)

Chery

cHERY- Salão do Automóvel (1) Se era Tchéri ou Xéri, ninguém soube responder sobre a pronúncia. A principal atração da Chery não foi uma só. A montadora mais "chamativa" entre as chinesas, talvez pelo seu stand com o design limpo e simples, sua procedência desconhecida por muitos. cHERY- Salão do Automóvel (6) "Nunca ouvi falar desta marca" era uma frase muito dita. Outros pediam informações sobre concessionárias. Não havia um modelo em destaque, exceto pelo sedan G5. O hatch QQ chamou atenção pelo seu tamanho, e por lembrar bastante um Pokémon. Seu preço será em torno de R$ 23.900, já com equipamentos de segurança como ABS e airbags. Compete com populares, custando quase o mesmo que um Celta e um Clio – básicos. cHERY- Salão do Automóvel (20) Dos modelos que ainda não foram lançados e foram expostos no Salão, estão o compacto S18 – que será produzido no Brasil, o sedan G5, Tiggo automático o hatch Fulwin 2, o sedan Fulwin 2 e o crossover S18D.  cHERY- Salão do Automóvel (13) Cielo, Cielo Sedan, Face e Tiggo permanecem sem alterações, exceto o Tiggo, que ganhou a versão automática. O próximo modelo a ser lançado deverá ser o QQ, mas com uma incógnita: se terá motor flex quando for lançado. É melhor lançar logo após uma elaboração eficiente de um motor flex.

CN Auto

A CN Auto participou do Salão do Automóvel de 2008, e comercializa atualmente veículos comerciais, como a Towner e Topic. Do outro lado do mundo, elas tem nomes e marcas diferentes. Aqui no Brasil, o grupo CN Auto virou montadora. No Salão do Automóvel deste ano, a marca também expôs seus modelos utilitários, porém, introduziu a marca Brilliance, conforme você pôde verificar no início deste texto.

Effa

100_6500 A Effa deu pouca atenção para os veículos de passeio – o M100 destoava em meio a tantos utilitários. A marca parece apostar nos modelos de baixo custo. De novidades, estavam alguns veículos comerciais e a picape média Plutus. 100_6510 O M100 já foi apresentado ao público como "produzido pela Suzuki", medida tomada pela própria montadora japonesa para acrescentar qualidade ao veículo. Agora, o M100 custa R$ 25 mil, já completo, assim como a maioria dos chineses. Já a picape Plutus vem para brigar com as picapes médias. Não há preços definidos.

Haima

100_6380 A marca terá apenas 4 modelos a venda no Brasil. Um deles é o compacto Haima 2, que poderá ser equipado por um motor 1.3 ou 1.5. Seu preço deverá ficar em torno de 30 mil reais. Já o Haima 3 HB custará um pouco mais, tendo opções de motor 1.6 (com câmbio manual) ou 1.8 (câmbio automático). 100_6387 A versão sedan do Haima 3 contará com um motor 1.8, podendo ter o câmbio manual ou automático. Já o utilitário esportivo Haima 7 terá um motor 2.0 de 16 válvulas VVT, que gera 150 cavalos.  100_6543

JAC

100_6440 A JAC é a montadora chinesa menos chinesa do Salão. Com o perdão do trocadilho, explicamos. Esta é a montadora que o ex-presidente da Citroën Brasil, Sergio Habib, trará ao mercado brasileiro. Seus modelos partirão de R$ 37.900, com o hatch J3. Fica chato, mas repetiremos. Assim como os outros modelos chineses, o J3 (e os outros modelos da marca) serão equipados com airbags e freios ABS. 100_6420 Já o J3 Turin, o sedan, custará R$ 39.900. Ambos serão equipados com um motor 1.4 de 16 válvulas que gera 108 cavalos. O sedan médio J5 custará R$ 53.900, e, em relação ao J3, terá a mais retrovisor interno antiofuscante e um motor 1.5 que gera 106 cavalos. Uma unidade híbrida do modelo foi exposta. O compacto J2 esteve presente, mas estava trancado, pois ainda não foi adaptado ao consumidor brasileiro. É, o cliente sempre tem razão…  100_6441 Já a minivan J6 terá duas versões: uma com cinco e outra com sete lugares, custando, respectivamente, R$ 55.900 e R$ 57.900. Assim como os outros modelos, a minivan começará a ser vendida em março. 100_6413

Lifan

100_6592 A Lifan foi exposta junto da Effa. É a montadora "premium", com modelos mais sofisticados. A marca já vende alguns carros em terras tupiniquins. Um deles é o Lifan 620, um sedan compacto que custa R$ 39.990. 100_6596 Já o hatch 320 é uma cópia do Mini Cooper que, ironicamente, compete com os carros populares, custando R$ 29.900. A chinesa expôs também o hatch 320, que deverá concorrer com Punto e C3, e que deverá ser lançado no ano que vem, e o Lifan SUV. A Minivan também foi exposta, sendo uma mistura de veículo comercial com van para passageiros. 100_6599

MG

100_6446 Erramos ao dizer que a JAC era a marca chinesa menos chinesa do salão. A MG, que já foi inglesa, passou por uma transformação oriental após ser comprada por uma marca chinesa, mas permanece com o espírito inglês. Seu design não remete mais ao seu país de origem. 100_6449 Os modelos da marca que serão vendidos no Brasil serão todos de luxo, custando entre 60 mil e 90 mil. Os modelos são o 550, MG 6 e o 750 Turbo. Atualmente, somente o 990 é vendido no Brasil. A maioria dos modelos deverão ser lançados posteriormente. 100_6459

Fotos | Henrique Rodriguez

por 8 de novembro de 2010 Brilliance, Chana, Chery, CN Auto, Effa, Haima, Jac, MG

JAC aposta no Salão do Automóvel para familiarizar o consumidor com os novos chineses

Chinesa 1 A JAC expôs seus lançamentos no Salão do Automóvel de São Paulo. Seus modelos, já previamente anunciados no Novidades Automotivas, já marcam presença e chamam atenção por se diferenciarem dos modelos de suas categorias. 11_de_mar_o_JAC_J3_JAC_J3_Turin_JAC_J5_JAC_J6_JAC_Motors_BrasilX_Sal_o_do_Autom_vel_7_2_ O J3, incluindo o hatch e o Turin, a versão sedan, que será o primeiro veículo da montadora a ser lançado no Brasil, virá com preços entre R$ 37.900 (hatch) e R$ 39.900 (sedan), recheados de equipamentos, como ABS, airbag duplo e entre outros. Nessa faixa de preço, apenas populares completos possuem estes equipamentos. O motor que equipará a ambos é um 1.4 com 16 válvulas que gera 108 cavalos.  JAC-J3-BRASIL-SPORT-SEDAN-PAINEL-4 O sedan J5 chegará por R$ 53.900, oferecendo os mesmos equipamentos acima, além do motor 1.5 de 16 válvulas, com 125 cavalos. O modelo é um concorrente do Cerato. 11_de_mar_o_JAC_J3_JAC_J3_Turin_JAC_J5_JAC_J6_JAC_Motors_BrasilX_Sal_o_do_Autom_vel_8_2_ A minivan J6 tem duas opções de preço de acordo com o número de bancos. A que carrega até 5 pessoas custará R$ 55.900, já a que carrega até 7 pessoas, custará cerca de R$ 57.900. Chinesa 2 Os modelos receberam ajustes para serem vendidos no Brasil. Segundo a marca, foram adicionados 20 kg de materiais, como por exemplo, isolantes. O compacto J2, que ainda não foi lançado na China e está a passeio, é o único veículo trancado, por não estar adaptado ao mercado. Chinesa 3 Segundo Segio Habib, representante da marca no Brasil, até a marca deverá abrir cerca de 80 revendas. A meta é vender 35 mil unidades em um ano. Algumas unidades do J5 híbrido – que está sendo exposto – serão vendidas por aqui. A garantia é de 3 anos, e Sergio garante que o custo de manutenção e seguro será abaixo da média.

Fonte | Auto Esporte

por 28 de outubro de 2010 Jac, Lançamentos, Salão de São Paulo

JAC se prepara para começar a vender no país em março

11 de março JAC J3 JAC J3 Turin JAC J5 JAC J6 JAC Motors BrasilX Salão do Automóvel (3) A JAC Motors, de origem chinesa, já tem a data marcada para iniciar suas vendas no Brasil: 11 de março de 2011. A montadora investiu R$ 65 milhões em publicidade, o que deve garantir uma solidez até agora não tão presente nas demais montadoras chinesas que vendem seus carros no mercado brasileiro. Além disso, estará presente no Salão do Automóvel de São Paulo, que abre as portas ao público no dia 27 de outubro.  11 de março JAC J3 JAC J3 Turin JAC J5 JAC J6 JAC Motors BrasilX Salão do Automóvel (7) A marca virá através da rede de concessionárias SHC (englobando Citroën, Jaguar e outras fabricantes), presidida por Sérgio Habib, ex-presidente da Citroën do Brasil, e ocupará a faixa de preço entre R$ 35 mil e R$ 60 mil. Os primeiros a chegarem em terras brasileiras serão o hatch J3 e a minivan J6.
Ambos com um design original e agradável, serão equipados com um motor 1.4 de 103 cv e um 2.0 de 136 cv, respectivamente. 11 de março JAC J3 JAC J3 Turin JAC J5 JAC J6 JAC Motors BrasilX Salão do Automóvel (8) Ambos os propulsores estão passando por um processo de tropicalização. O J3 contará com equipamentos como ABS, EBD, faróis com regulagem elétrica e entre outros. Já a J6 contará com todos os equipamentos acima somados com rodas de liga leve e a opção de dois lugares adicionais, totalizando sete. 11 de março JAC J3 JAC J3 Turin JAC J5 JAC J6 JAC Motors BrasilX Salão do Automóvel (4) Explorando a categoria dos sedans, logo após a minivan J6, será lançado o J3 Turin, a versão sedan do hatch J3. O sedan terá um porta-malas com 380 litros de capacidade. 11 de março JAC J3 JAC J3 Turin JAC J5 JAC J6 JAC Motors BrasilX Salão do Automóvel (6) O próximo será o sedan médio J5, com um motor 1.5 de 106 cv, e equipamentos como retrovisor interno antiofuscante e rádio CD Player com leitor MP3 e entrada USB.  11-de-março-JAC-J3-JAC-J3-Turin-JAC-J5-JAC-J6-JAC-Motors-BrasilX-Salão-do-Automóvel-1 A marca parece ser uma boa opção. Seus carros são bem equipados e relativamente bonitos. O preço, porém, parece não encaixar. Uma avaliação mais extensa, como a de uma revista, após todos os processos de tropicalização feitos pelas montadoras automobilísticas, poderá dar o veredicto final. 11 de março JAC J3 JAC J3 Turin JAC J5 JAC J6 JAC Motors BrasilX Salão do Automóvel (2)

Fonte | Motorpasión

por 13 de outubro de 2010 Brasil, Jac, Lançamentos, Salão de São Paulo

JAC divulga video de seus carros em testes Brasil

por 1 de agosto de 2010 Brasil, Jac, Salão de São Paulo

JAC Motor chega ao Brasil em 2010

Novas ImagensJ5blllll_640x408 A montadora chinesa JAC Motors está prestes a chegar ao Brasil. Após fechar acordo com o grupo de revenda de automóveis SHC (composta por 55 concessionárias das marcas  Citroën, Ford, Volkswagen e Jaguar), presidida por Sérgio Habib (ex-presidente da Citroën do Brasil). O lançamento da nova marca no Brasil está marcado para o Salão de São Paulo, que começa em outubro de 2010. jac-j5-02 J5interior_640x408 Segundo Habib, inicialmente serão vendidos quatro modelos, que serão importados com “preços competitivos com automóveis brasileiros”. O J5 (um sedã) e o J6 (uma minivan) terão motor 1.8 16V de 143 cavalos de potência e 16,8 kgfm de torque e câmbio manual de 5 marchas (não é cogitada a utilização de transmissão automática). O J3, em versão Sport (hatch) e sedan, contará com motor 1.3 16V de 94 cv. A garantia será de três anos. J6 Lateral Todos os quatro modelos terão de série freios ABS, ar-condicionado digital, airbags frontais e laterais e CD player. Motores bicombustíveis, segundo Sergio Habib, serão desenvolvidos no Brasil e oferecidos cerca de um ano depois da chegada dos primeiros carros da JAC ao Brasil. J6 Painel J6 Interior Ao ser questionado pela qualidade dos veículos, Habib disse que “quando temos competição, como ocorre na China, ou você tem carro bom para competir ou não compete. Em um período de três a cinco anos a China estará produzindo automóveis de altíssima qualidade”. Os modelos da JAC Motors foram desenvolvidos com supervisão do estúdio Pininfarina e o interior de cada um foi desenhado no Japão. JAC J3 BRASIL SPORT SEDAN PAINEL (4) A expectativa é de que em 2011, cerca de 35.000 veículos sejam vendidos por 50 concessionárias, o que significa obter 1% de participação no mercado brasileiro. Para 2012, ele espera comercializar 50.000 veículos e ampliar para 100 o número de revendas. JAC J3 BRASIL SPORT SEDAN PAINEL (2)JAC J3 BRASIL SPORT SEDAN PAINEL (5)JAC J3 BRASIL SPORT SEDAN PAINEL (3)

Fonte | JAC, Carro Online

por 16 de dezembro de 2009 Brasil, Jac, Lançamentos, Salão de São Paulo