Jaguar

Jaguar F-Type ganha opção de câmbio manual e tração integral

Esportivo ainda passa a ter direção elétrica

AWD S Blackberry_Manual S Caldera Red_02
A Jaguar apresenta três novidades para o F-Type durante o Salão de Los Angeles. Parece pouco, mas é o suficiente para mais que dobrar a quantidade de versões do esportivo, que passam de seis para 14. A culpa nem é tanto da direção elétrica, mas sim da tração integral e do câmbio manual que passam a estar disponíveis para os esportivos. AWD S Blackberry_03
O que há de tão interessante no câmbio manual? Bem, é o primeiro esportivo da Jaguar com pedal de embreagem desde os anos 70. Esta nova tem seis marchas e foi desenvolvida pela alemã ZF – mesma empresa que fornece o câmbio automático de oito marchas para a Jaguar e quase todas as grandes fabricantes – estará disponível com apenas com motor V6 com tração traseira. A ideia da Jaguar é tornar o F-Type mais divertido e também aproximar o motorista do carro.
Manual S Caldera Red_05
Manual S Caldera Red_Studio_08A oferta de tração integral também é importante. É opção para os motores V6 e V8 com câmbio automático. Muitos dos componentes são compartilhados com o sistema AWD dos sedãs XJ e XF, mas com a eletrônica evoluída e foco em velocidade final, desempenho e comportamento dinâmico, em vez de tração. O sistema tem o que a Jaguar chama de Intelligent Driving Dynamics (IDD), sistema desenvolvido internamente que controla a interação entre a tração nas quatro rodas e a tração apenas na traseira, há operação eletronicamente (no V8) ou diferencial de deslizamento limitado mecânico, vetorização de torque e sistemas dinâmicos de estabilidade. No fim das contas, em condições normais 100% do torque vai para as rodas de trás, passando a dividir com as rodas dianteiras de acordo com o ângulo do volante, velocidade das rodas, aceleração lateral e longitudinal e modo de condução selecionado.
Manual S Caldera Red_01

por 20 de novembro de 2014 Jaguar, Lançamentos, Salão de Los Angeles

Jaguar F-Type ganha opção de tração integral

Velocidade máxima se mantém, mas espotivo fica 0,1s mais ágil

1611842839411164906
Você provavelmente achará mais empolgante dirigir um Jaguar F-Type do jeito que ele é hoje, com tração traseira. Mesmo assim a fabricante britânica está preparando o lançamento do F-Type com tração AWD, ou seja, com a força se seu motor enviada para todas as rodas. O que eles conseguiram com isso? O F-Type R Coupé ficou 0,1s mais rápido. 498636826594674057
Com motor V8 5.0 de 550cv, o F-Type R Coupé com tração integral vai de a 60mph (96km/h) em 3,9 segundos, contra os 4s da versão com tração traseira. A velocidade máxima se mantém em 300km/h. Será uma das atrações do Salão de Los Angeles, que começa no próximo dia 19 de novembro. A Jaguar ainda aproveitou para anunciar a colaboração com o British World Land Speed Record Team. Será uma parceria tecnológica com o Projeto Bloodhound, que tem como objetivo estabelecer um recorde de velocidade terrestre superando as 1.000mph (1.609km/h) em 2016, derrubando os atuais 763,035 mph (1.227km/h).
313982017233585720

por 6 de novembro de 2014 Jaguar, Lançamentos, Salão de Los Angeles

Salão de São Paulo – Land Rover Discovery Sport chega no início de 2015 por R$ 180 mil

Novo Jaguar XE é apresentado ao público brasileiro pela primeira vez

_PF_6176
O Grupo Jaguar Land Rover trouxe ao Salão do Automóvel de São Paulo as mesmas novidades do Salão de Paris, encerrado há cerca de três semanas. Isso significa que o novo sedã médio Jaguar XE e o novo Land Rover Discovery Sport estão por aqui, este último com preço anunciado: r$ 179.900. _PF_6184
Land Rover Discovery Sport –
A atração mais importante da Land Rover este ano é o substituto do Freelander. Atende pelo nome de Land Rover Discovery Sport e desembarca em São Paulo após pegar um vôo Paris-São Paulo para mostrar que o visual quadradão é passado.
_PF_6180
Parece uma mistura equilibrada entre um Evoque inflado e um Range Rover Sport, ainda que com aspecto mais simples. É que ele será posicionado abaixo dos dois Range Rover, mesmo com a vantagem de oferecer sete lugares. O interior é versátil: seus assentos podem ser organizados de várias formas e o resultado é que, ainda que ofereça uma terceira fileira de bancos, ele é menor que o Freelander. A segunda fileira pode ser movimentada para a frente e para atrás e o encosto é reclinável, permitindo equilibrar o espaço disponível para todos. Quem sai prejudicado é o porta-malas, não tem jeito…
_PF_6178
Faz jus ao sobrenome Sport, mas quem justifica isso é o motor do Evoque a gasolina: 2.0 turbo de 240cv trabalha com a caixa automática de nove marchas. Ainda há um 2.2 turbodiesel de 190cv, com o mesmo câmbio. A fabricante confirmou no evento que o SUV será produzido em Itatiaia (RJ), a partir de 2016, na nova fábrica da Jaguar Land Rover. Mas o lançamento no Brasil será no primeiro trimestre de 2015 com preços partindo dos R$ 179.900, que serão mantidos mesmo quando estiver sendo fabricado no Brasil.
_PF_6160
Jaguar XE –
O que a Jaguar tem a mostrar no Salão do Automóvel de São Paulo é seu novo sedã médio, o XE. Atração do Salão de Paris, há um mês, veio para mostrar que é capaz de encarar os alemães Mercedes Classe C, BMW Série 3 e Audi A4, mas sua intenção não é disputar preço para fazer volume. É oferecer mais. A frente parruda e baixa chama a atenção e dá um jeitão de esportivo ao menor sedã da marca inglesa. Deve ser feito em Itatiaia (RJ) daqui a dois anos.
_PF_6165 As primeiras unidades importadas no primeiro semestre de 2015 serão as XE S, com motor 3.0 V6 Supercharged de 340cv e 45,9kgfm e o câmbio automático de oito velocidades – o mesmo do F-Type – e capaz de levá-lo aos 100km/h em 5,2s. Não é nada mal, mas há versões mais “pé no chão”, como as equipadas com os 2.0 turbo Ingenium a gasolina de 200cv e 28,5kgfm e 240cv e 35kgfm de torque.
_PF_6124
Range Rover Sport SVR –
“SUV mais rápido do mundo” é a melhor definição para o Range Rover Sport SVR. Puseram o mesmo motor 5.8 V8 Supercharged de 550cv de potência e quase 70kgfm de torque sob seu capô o que, com algumas modificações técnicas com o objetivo de melhorar seu comportamento dinâmico, se tornou capaz de se tornar o utilitário mais rápido em Nürburgring ao cravar uma volta de 8 minutos e 14 segundos na pista.
_PF_6125
Suspensão retrabalhada, controle ativo da carroceria com sistema pneumático, em substituição aos estabilizadores mecânicos, freios com pinças Brembo de seis pistões e molas foram substituídas por suspensão pneumática dão o tom. E para isso tudo surtir efeito na alma do motorista, o sistema de escape tem válvula ativa capaz de deixar o ronco mais encorpado quando requisitado.
_PF_6127
A capacidade de fora-de-estrada fica mantida, mas agora há um sistema de controle vetorial baseado na forma como o controle de estabilidade atua nos freios que estão dentro da curva para emular um diferencial autoblocante e, assim, permitir que o carro continue acelerando sem grande subesterço. Começa a ser vendido no Brasil no primeiro semestre do ano que vem. Range Rover Vogue Executive  – O Range Rover mais luxuoso estreia por aqui versão com chassi todo de alumínio, mais sofisticado ainda. Conhecida como Autobiography Black na Europa, é uma série limitada do Vogue com 18cm a mais no entre-eixos. Com isso, o interior gigantesco tem mesas para o uso de notebooks e um console central contínuo que vai até a parte de trás do carro, onde separa os dois bancos – que, pasmem, são iguais aos da frente._PF_6118
Jaguar XFR-S –
Com o mesmo V8 5.0 supercharged de 550cv de potência e 69,3kgfm de torque do Range Rover SVR, O Jaguar XFR-S vai de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos antes de chegar à máxima de 300 km/h. Será vendido no Brasil por R$ 554.400.

por 29 de outubro de 2014 Jaguar, Land Rover

Jaguar XE tem detalhes divulgados

Sedã médio está confirmado como atração do Salão do Automóvel

Jaguar-XE-2015 (5)
Apresentado no início de setembro, o  Jaguar XE teve todas as suas especificações divulgadas junto com uma boa quantidade de fotos. Ele representa a nova arma da Jaguar diante da trinca Mercedes Benz Classe C, BMW Série 3 e Audi A4, após o fracasso do X-Type como carro de entrada da marca anos atrás e está confirmado como uma das atrações do Salão do Automóvel de São Paulo. Jaguar-XE-2015 (20)
O que a Jaguar mostrou no mês passado era o XE S, versão com motor 3.0 V6 Supercharged de 340cv e 45,9kgfm e o câmbio automático de oito velocidades – o mesmo do F-Type – e capaz de levá-lo aos 100km/h em 5,2s. Não é nada mal, mas há versões mais “pé no chão”.
Jaguar-XE-2015 (22)
A versão mais em conta do Jaguar XE será a SE, com rodas aro 17”, controle de cruzeiro, navegador, volante multifunção revestido em couro, bancos revestidos em tecido e acabamento em preto brilhante no painel. Em seguida vem a versão Prestige, com bancos dianteiros aquecidos e com revestimento parcial de couro, iluminação ambiente na cor azul e apliques de alumínio escovado.
Jaguar-XE-2015 (27)
Ainda há uma versão mais luxuosa, Portfolio, com couro Windsor, painel em dois tons, acabamento de alumínio, sistema de som Meridian, faróis bi-xenon com luzes de LEDs diurnas, bancos dianteiros elétricos e rodas aro 18”.  Pra quem quiser esportividade, existe a versão R-Sport, com rodas aro 18” exclusivas, bancos aquecidos, faróis bi-xenon com luzes de LEDs, acabamento em preto brilhante ao redor das janelas, suspensão com acerto esportivo, tomadas de ar laterais cromadas e apliques metálicos na carroceria.
Jaguar-XE-2015 (25)
Só que todos estes serão oferecidos com os novos motores Ingenium, o 2.0 turbodiesel em versões de 163cv e 38,7kgfm de torque e 180cv e 44kgfm, e o 2.0 turbo a gasolina de 200cv e 28,5kgfm e 240cv e 35kgfm de torque. Apenas o motor diesel mais fraco terá câmbio manual como opção, enquanto os demais contarão com um automático de nove marchas. Os preços no Reino Unido começam em 26.995 £, ou R$ 107.500 sem impostos.

Este é o novo Jaguar XE

Sedã chega no ano que vem e será nacional a partir de 2016

Jag_XE_S_Image_080914_04
Ousado e ao mesmo tempo revolucionário. É assim que o novo Jaguar XE é visto pela fabricante. Apresentado mundialmente em Londres, o modelo busca ser uma espécie de Evoque da Jaguar. Ele chega ao Brasil em 2015, ainda importado, mas começa a ser fabricado por aqui em 2016, na fábrica da Jaguar Land Rover, em Itatiaia, Rio de Janeiro. Jag_XE_S_Image_080914_03
Com preços um pouco acima dos pedidos na trinca Mercedes Benz Classe C, BMW Série 3 e Audi A4, o XE  chega ao mercado com o objetivo de alavancar as vendas da Jaguar, se inspirando no recente sucesso obtido pela Land Rover com o Evoque, ou seja, sem abrir mão de luxos. Mesmo assim, ele marca o retorno do câmbio manual aos carros da marca, algo que não se via desde 2009.
Jag_XE_S_Image_080914_02
O modelo foi apresentado na versão XE S, 3.0 V6 Supercharged de 340cv e 45,9kgfm e o câmbio automático de oito velocidades – o mesmo do F-Type – e capaz de levá-lo aos 100km/h em 5,2s. A versão ainda aposta nas grandes tomadas de ar no para-choque dianteiro, spoiler traseiro e pelas rodas aro 20" exclusivas.
Jag_XE_S_Image_080914_01
Demais versões, equipadas com os novos motores 2.0 turbo de quatro cilindros diesel e a gasolina da nova família Ingenium – que também serão produzidos em Itatiaia e equiparão o novo Discovery Sport – serão apresentadas no Salão de Paris, no início de outubro. Eles serão acoplados ao conhecido câmbio ZF de oito velocidades. A opção manual também será disponibilizada, mas apenas para os diesel.
Jag_XE_S_Image_080914_16 O XE é o Jaguar mais aerodinâmico da história com cx de apenas 0,26. Atualmente o Mercedes Benz CLA tem o menor coeficiente aerodinâmico entre os carros de produção no mundo, com 0,22. Ainda utiliza o mesmo conjunto de suspensão dianteira do F-Type, em alumínio forjado e seu chassi, também feito integralmente de alumínio – pesa apenas 342 kg sem pintura.

Jag_XE_S_Image_080914_19Jag_XE_S_Image_080914_17

O modelo chega também com um grande aparato tecnológico para fazer frente aos rivais. Ele é equipado com o ASPC, sistema criado pela Jaguar/Land Rover que freia o carro em situações de emergência e até 30 km/h, evitando acidentes com motoristas descuidados. O sistema é semelhante ao City Safety utilizado pela Volvo. Ele estreia também uma nova geração de HUD (head-up display) a laser, que projetam imagens com muito mais cores e nitidez do que a geração anterior, equipada com uma tela de acrílico, além de ocuparem menos espaço no painel do carro e serem mais leves.
Jag_XE_S_Image_080914_13
O novo sistema de multimídia e entretenimento InControl do XE também merece destaque. Além das funcionalidades populares, o sistema conta com integração ao smartphone do motorista, o que permite acesso remoto aos controles do ar condicionado, travamento de portas e até o acionamento do motor. A tela no painel é de 8 polegadas e o sistema de som ficou por conta da Meridian, renomados especialistas em áudio britânicos. Detalhes da gama do novo Jaguar XE serão revelados em outubro, durante o Salão do Automóvel de Paris. Mas não se preocupe, ele estará no Salão do Automóvel de São Paulo!
Jag_XE_S_Image_080914_14

por 8 de setembro de 2014 Jaguar, Lançamentos, Salão de Paris

Jaguar XE SVR terá 489cv

O objetivo da versão será superar o BMW M3

Jaguar-XE
A SVR, divisão esportiva da Jaguar Land Rover, acaba de apresentar o SUV mais rápido do mundo, o Range Rover Sport SVR, e já trabalha em seus próximos projetos. Um dele é o Jaguar XE SVR, versão esportiva do novo sedã de entrada da  marca, que só será revelado no início de setembro. Segundo as primeiras informações, ele terá nada menos do que 489cv, ficando acima do XE-S. Segundo a revista britânica AutoExpress, tudo está sendo pensado para que o XE esportivo seja capaz de superar o BMW M3 e, para isso, a Jaguar aposta suas fichas no mesmo motor V8 5.0 Supercharged que move o F-Type R, ajustado para render 489cv. O câmbio será o automático de oito velocidades, porém programado para trocas mais ágeis. O resultado? 0 a 100km/h na casa dos 4 segundos mas máxima limitada eletronicamente a 250km/h. Freios maiores, suspensão mais baixa e firme, e ainda um diferencial com deslizamento limitado farão parte do pacote, assim como sistema de escape ativo (para encorpar o ronco quando der na telha) e toda uma parafernália aerodinâmica – com direito a novos para-choques.

por 22 de agosto de 2014 Jaguar, Segredos

Jaguar E-Type Lightweight volta a ser produzido após 50 anos

Cada uma das seis unidades custará 1,25 milhão de euros

948x624oio
A Jaguar voltou a produzir o E-Type zero quilômetro. Com uma mãozinha da divisão de projetos especiais da Land Rover Special Operations (SVO), ela voltou a produzir o E-Type Lightweight de forma a completar a série de 18 unidades que seriam produzidas entre 1963 e 1964. Por algum motivo desconhecido, seis unidades não foram produzidas. 948x624
Com numeração de chassi reservada há 50 anos, as unidades novinhas do modelo serão produzidas artesanalmente na nova fábrica de Browns Lane e serão as primeiras criações da Jaguar Heritage, o novo departamento de veículos clássicos da SVO.
948x624ii
Os carros serão idênticos em tudo, com exceção à tecnologia empregada em sua construção: além da carroceria em alumínio, portas, tampa do porta-malas, teto rígido e capô também são fabricados em alumínio. Difícil será reproduzir o cheiro de couro característico dos Jaguar da época.
948x624lçkl
O motor de seis cilindros do XK cumpre as especificações dos motores originais, com bloco e cabeçote em alumínio e lubrificação por cárter seco. A potência supera os 300cv.
}948x6df24
Os seis carros serão vendidos como veículos de competição históricos e todos poderão ser homologados pela FIA para competição. Quanto aos preços, a Jaguar diz que dependerão sempre das especificações determinadas por cada cliente, mas estima-se que cada uma das unidades possa custar algo como 1,25 milhões de euros (R$ 3,8 milhões).

por 13 de agosto de 2014 Jaguar, Lançamentos

Jaguar XE-S tem dianteira revelada

Versão esportiva do novo Jaguar XE terá motor 3.0 V6

9493717581372286080
A Jaguar continua soltando aos poucos informações a respeito de seu novo sedã de entrada, o XE, futuro concorrente do trio formado pelos alemães Mercedes Classe C, BMW Série 3 e Audi A4. Desta vez a fabricante mostra a dianteira da versão esportiva XE-S, que, deste ângulo, se difere apenas pela grade e para-choque. Se os elementos da dianteira fossem transparentes seria possível ver a “cereja do bolo”, o motor, que segundo especulações é o 3.0 V6 Supercharged de 340cv que já equipa o F-Type S. Para o futuro XER-S restará o monstruoso 5.0 V8 de 550 cavalos. Versões “civis” do modelo estrearão os novos motores Ingenium, voltados para uma maior economia de combustível, com versões a diesel e gasolina. Outro detalhe interessante é que 75% da carroceria do modelo será feita de alumínio, o que ajuda a aliviar o peso do sedã. A apresentação oficial do Jaguar XE será apresentada no Salão de Paris, em setembro.

por 31 de julho de 2014 Jaguar, Segredos

Novo Jaguar XE já tem data para ser apresentado

Concorrente do Mercedes Classe C será mostrado em setembro

948x624fff[2]
A Jaguar já marcou a data para a apresentação de seu novo sedã de entrada, o XE. Será no próximo dia 8 de setembro, em Londres, um mês antes do Salão Automóvel de Paris, quando será visto pelo público pela primeira vez. Ele é a aposta da Jaguar para entrar no disputado segmento onde os alemães Audi A4, BMW Série 3 e Mercedes Classe C reinam. 948x624[4]
Baseado em uma nova plataforma toda de alumínio, denominada Da7, o Jaguar XE contará com soluções interessantes, como a suspensão dianteira de triângulos duplos sobrepostos derivada da do F-Type e a suspensão traseira Integral Link, que, nas palavras da Jaguar, “combina boa rolagem e comportamento preciso”. O XE ainda terá a primazia de estrear a nova família de motores diesel e gasolina de quatro cilindros, a Ingenium, com arquitetura flexível, baixos índices de emissões e baixo consumo de combustível.

por 16 de julho de 2014 Jaguar, Segredos

Jaguar anuncia seus novos motores Ingenium

A promessa é de que eles serão referência no segmento

sdsasd
Diante de uma corrida em busca de motores mais eficientes e, ao mesmo tempo, potentes, a Jaguar anuncia que está desenvolvendo uma nova linha de motores a diesel e gasolina, a Ingenium. Com arquitetura flexível, que será compartilhada entre as duas opções de combustível, todos eles terão baixos índices de emissões baixo consumo de combustível. A Jaguar ainda profetiza que eles serão referência nos segmentos onde estiverem presentes. unnamed Estes novos motores estão sendo desenvolvidos nos centros de pesquisa e desenvolvimento da Jaguar Land Rover em Whitley e Gaydon, no Reino Unido. Para facilitar seu projeto e sua produção, estão sendo pensados para serem utilizados em modelos com tração dianteira, traseira ou integral, seja com câmbio manual ou com câmbio automático, e até mesmo em conjuntos híbridos. O desempenho também está em pauta. A intenção é que tanto as versões à gasolina como as abastecidas com diesel ofereçam índices de torque, potência e refinamento líderes em seus segmentos. Ainda serão cerca de 80 kg mais leve em relação aos atuais motores V6 e todos contarão com sistema start-stop, que desliga o motor quando parado em sinais de trânsito, e turbocompressor. O primeiro motor Ingenium a sair das linhas de montagem da Jaguar Land Rover, será um 2.0 litros conhecido como AJ200D. Este terá 17% menos fricção interna em relação aos motores utilizados atualmente. Isso o fará um dos mais eficientes e ágeis motores 2.0 turbo a diesel existentes no mercado. Sua estreia é esperada para meados do próximo ano, a bordo do inédito Jaguar XE.

por 10 de julho de 2014 Jaguar, Motores, Tecnologia