Lada

10 marcas estrangeiras que deram o que falar nos anos 90

A abertura do mercado trouxe grande diversidade de carros ao Brasil

autowp.ru_vaz_mixed_5

O Brasil experimentou uma revolução em 1990, quando o então presidente Collor declarou seu desprezo por nossos carros, ou melhor, nossas carroças. Com os portos fechados para importações desde 1976, impedindo que qualquer tecnologia estrangeira entrasse no país, as montadoras viam-se obrigadas a trazer maquinários escondidos em bagagens para evoluir minimamente o mercado nacional. Anos antes de sofrer impeachment, Collor percebeu a situação da indústria nacional e abriu os portos.
Leia mais ›

Conceitos Vesta e XRAY 2 mostram que a Lada está empenhada em mudar sua imagem

Protótipos tem visual interessante e serão produzidos a partir de 2015

0010-lada-feature-1-d-14-1
A Lada apresenta dois novos carros-conceito no Salão de Moscou. Se trata do Vesta e do XRAY 2, um sedã e um hatch com jeitão de SUV que já tem formas muito próximas de suas respectivas versões de produção, que começam a chegar ao mercado russo em 2015. Com um belo design, os dois deverão marcar o renascimento da Lada. 0016-lada-feature-1-d-20-1
0014-lada-feature-1-d-18-1Sem muito a dizer sobre o sedã Vesta, a Lada destaca sua dianteira esportiva ladeada por faróis estreitos integrados à grade. Aliás, os faróis são dois dos poucos elementos do modelo que não serão aproveitados no carro de produção. Ele é baseado na plataforma B/C da Renault Nissan – que detém 67% da AvtoVaz, dona da Lada – e seu entre eixos tem bons 2,65m, nada mal para um sedã com 4,35m de comprimento. Seu objetivo é substituir o Lada Priora.
0022-lada-feature-1-d-34-1
O XRAY 2, por outro lado, é um SUV com estilo de hatch (e vice-versa) e é baseado na plataforma B0 (March, Versa…) que é apoiada pela plataforma B0. Seu estilo tem traços compartilhados com o Vesta, mas ainda não está tão avançado, já que só chegará ao mercado na segunda metade de 2016.
0021-lada-feature-1-d-31-1
0020-lada-feature-1-d-28-1

por 29 de agosto de 2014 Lada, Salão de Moscou

Lada inicia vendas do novo Kalina Sport

Apetrechos estéticos e motorização mais potente diferenciam os modelos
lada-kalina-sport-5-1
A Lada, fabricante Russa que ainda não opera oficialmente no Brasil, acaba de começar a comercialização do novo Kalina Sport. O veículo recebeu algumas modificações em comparação com o modelo convencional. Disponível na versão quatro portas, o hatch conta com motor mais potente.

lada-kalina-sport-6-1
Externamente, o novo Kalina Sport recebeu alterações nos para-choques, que receberam novas entradas de ar, extrator e spoiler traseiros, rodas pretas com acabamento diamantado, além de faróis com máscara negra.
Por dentro, o modelo recebeu novos revestimentos de bancos e assoalho, bancos com apoios laterais sobressalentes e volante revestido em couro com costuras vermelhas, aumentando a sensação de esportividade.
lada-kalina-sport-9-1
O Kalina Sport traz de série 6 airbags, ABS e EBD. Sob o capô o Kalina utiliza um motor 1.6l de 16 válvulas, acoplado ao cambio manual de 5 marchas encurtado, quando comparado ao modelo convencional. Sua velocidade máxima fica na casa dos 197 km/h e o 0-100 em 9,5s.
por 5 de agosto de 2014 Lada, Lançamentos

Lada lança perua do Logan com visual aventureiro

Modelo será lançado na Rússia em novembro e pode levar até 7 pessoas

LADA-LARGUS-CROSS-2015 (2)
Em 2012 a Aliança Renault-Nissan assumiu o controle da russa  AvtoVaz, dona da Lada, com quem já tinha parceria. E assim o Logan é conhecido na Rússia como Lada Largus, e agora sua perua passa a ser oferecida com visual aventureiro à moda Stepway: é o Lada Largus Cross. LADA-LARGUS-CROSS-2015 (3)
A versão tem suspensão elevada e toda uma maquiagem plástica vista nas molduras das caixas de roda, nas saias das portas e nos para-choques, exclusivo na dianteira e apenas sem pintura na traseira. Faróis de neblina, protetor de cárter, barras longitudinais no teto e rodas de liga-leve aro 15” também fazem parte do pacote.
LADA-LARGUS-CROSS-2015 (1)
O lançamento da versão só ocorrerá em novembro. O motor será sempre um 1.6à gasolina de 90cv. Entre os equipamentos se destacam freios ABS, airbag duplo, ar-condicionado, CD player com MP3 e assento traseiro rebatível. Ainda há terceira fileira de bancos como opcional.

por 1 de julho de 2014 Lada, Lançamentos

Lada Niva passa por primeira grande atualização desde… 1977

SUV russo será mantido em produção até 2016

15069969521488192347
É claro que nos últimos 37 anos o Lada Niva – 4X4, na Rússia – sofreu algumas alterações em seu visual, mas está é, certamente, a primeira vez que você é capaz de ver as mudanças sem ter que comparar as imagens. Há uma nova grade com três filetes, novos para-choques de plástico com formato envolvente e, pela primeira vez, há rodas de liga leve aro 17”. 11665332691922906686
As alterações continuam entre os equipamentos, onde sua pequena lista é completada por limpador traseiro, vidros elétricos e ar-condicionado. A AutoVAZ, que o fabrica, diz ter melhorado o isolamento acústico. Em resumo, são alterações que um carro normal sofre a cada quatro anos. Mas quem disse que o Niva é um carro normal?
1671130231108032928
O motor é um 1.7 à gasolina (com injeção multiponto desde 2004) que gera 82cv e o leva de 0 a 100 km/h em 16 segundos, com máxima de 137 km/h. A tração é 4×4 com reduzida, comandada, no total, por três alavancas de câmbio.
20357701762130264702
O Niva é até os dias de hoje uma referência no campo off-road, pela sua valência nas trilhas. Fruto de um projeto soviético que utilizou como base o Fiat 124, de 1966, é até hoje um dos carros preferidos para praticantes de trilha. Além de barato e eficiente, o Niva tem uma boa estrutura – tanto que uma boa parcela dos que foram importados na década de 90 vive hoje com um motor 2.0 das mais diversas fabricantes.
6779299411047640684
Entre os anos de 2002 e 2012, 370 mil unidades foram comercializadas na Rússia e outras 150 mil foram exportadas. Só por causa destes números que ele continua em linha, mas a Lada já avisou que a produção só continua até 2016. Para este ano está previsto o lançamento de uma nova geração, que dificilmente terá o mesmo carisma da atual. lada_4x4_taiga_4autowp.ru_lada_4x4_export_edition_6

por 30 de junho de 2014 Lada, Lançamentos

Datsun divulga teaser de seu sedã exclusivo para a Rússia

Sedã pode ser baseado na mesma plataforma do Lada Kalina

811109631256732792
Desde que a Nissan decidiu ressuscitar Datsun para dar mais atenção a mercados emergentes, este sedã desenvolvido exclusivamente para o mercado russo e ainda sem nome será o terceiro modelo da empresa, que já apresentou o compacto Go e a perua Go+. O lançamento do sedã está previsto para abril. 16369350492046001356
Segundo rumores, este Datsun usa a mesma plataforma do Lada Kalina e terá um preço inicial de 468 mil rublos (cerca de 30 mil reais). Ele será produzido na Rússia, mas no futuro poderá ser exportado para países do Leste Europeu.
1304180226139337149

por 13 de março de 2014 Datsun, Lada, Segredos

Lada apresenta o Granta Liftback

Concepção da carroceria lembra Pointer e Escort

lada-granta-khetchbek-1-1
Não é porque a Lada não montou seu stand no Salão de Genebra que ela não tem novidades para breve. Tem sim: o Lada Granta Liftback, nova opção de carroceria derivada do Granta sedã, porém mais versátil,  com abertura do porta-malas semelhante a de um hatch, que também movimenta o vidro. Recorda o Volkswagen Pointer e o Ford Escort. 5316b1cc94a65660c08b4574-1
Simples e barato, tem tudo para somar às vendas do Granta, que é o carro mais vendido na Rússia. Ele será oferecido com motor 1.6 em versões de 87 e 106 cavalos, sendo que o segundo tem opção de câmbio automático. Em matéria de equipamentos, estarão disponíveis controle de estabilidade (ESP), assentos aquecidos, navegador com sistema Glonass, volante revestido em couro, vidro elétrico nas quatro portas, rodas de liga leve, quatro airbags, freios ABS com EBD, computador de bordo e piloto automático.
5316b1cd94a65660c08b4581-1
grantas79-1grantadfo7-1

por 9 de março de 2014 Lada, Lançamentos

Lada Samara deixa de ser produzido na Rússia

Hatch se despede após quase 30 anos de carreira

autowp.ru_vaz_lada_113_6
Enquanto nos despedimos de Fiat Uno Mille, Ford Ka e Volkswagen Kombi, os russos se despedem do Lada Samara, um dos veteranos da AvtoVaz. Sem ter o mesmo apelo que tinha em 1984, quando foi lançado, o Samara segue o mesmo caminho de seu sedã, descontinuado no ano passado. Caberá ao Lada Granta assumir o posto de carro de entrada da marca. autowp.ru_lada_113_6
Não sabemos dos russos, mas os brasileiros não sentem saudade do modelo. O Samara chegou ao Brasil em 1990, logo após a reabertura das importações de automóveis, e foi um dos primeiros importados populares. Disponível na carroceria hatchback com três ou cinco portas, e equipado com motores 1.3 de 65 cv ou 1.5 de 72 cv ainda carburados, o Samara vendeu bem nos primeiros anos, por atrair a curiosidade do brasileiro. O problema era a qualidade dos carros e o despreparo dos concessionários, e logo se tornou um mico no mercado. O Lada Samara chegou a ser reprovado no teste Longa Duração da revista Quatro Rodas. Em 1995 ele deixou de ser importado.
autowp.ru_lada_113_7
Apesar disso, o Samara foi marcante para a Lada. Foi seu primeiro modelo com tração dianteira vendido em larga escala, e um dos mais bem sucedidos no mercado internacional. Viveu até hoje graças a inúmeras reestilizações. As últimas unidades foram equipadas com motor 1.6 8v com 81 cv e 13,5 kgfm de torque, sempre com transmissão manual de seis velocidades.
autowp.ru_lada_samara_1.5_4

por 28 de dezembro de 2013 Fim de Carreira, Lada

Lada quer revolucionar sua imagem usando a Kia como exemplo

Sul-coreana serve de exemplo para mostrar coomo o design é importante

eb35fc5c04938a0c4eb609e123afb
A Lada já conseguiu encerrar a produção do sedã Laika, mas o jipe Niva segue sendo produzido da mesma forma há 37 anos. Desta forma não dá para deixar de associar a fabricante russa da imagem de carros velhos. Mas agora que está sob o controle da Renault, a intenção da Lada é revolucionar sua imagem, e quem está à frente disso é Steve Mattin, diretor de design da AvtoVaz, que espera conseguir revolucionar a marca como Peter Schreyer fez com a Kia. 660d145224be89bab91a20a8ac6a4
Para Mattin, o rápido crescimiento da Kia foi devido ao design de seus produtos, e por isso aposta tanto em uma nova identidade de design revolucionária. O inglês Steve Mattin iniciou sua carreira na Mercedes e foi chefe de design da Volvo entre 2005 e 2009, onde seus trabalhos também se voltaram para a recriação do design da marca. Na AvtoVaz, fabricante dos Lada, ele está desde 2011 e já deu um passo ao abrir um estúdio de design para a marca em Moscou.
1920c62c744ac929516ead9992b57
Mesmo líder no mercado russo, a Lada quer poder melhorar sua participação em outros mercados, e o Lada X-Ray Concept, apresentado na última edição do Salão de Moscou dá uma ideia dos rumos do design da marca. O próprio X-Ray será transformado em um SUV de produção que será lançado em 2016. 4fb4bb3914095b61fa09065593adf

por 12 de julho de 2013 Lada, Segredos

Video: Jenson Button troca sua McLaren por um… Lada Laika!

image
Durante uma ação publicitária promovida pela Vodafone, patrocinadora da McLaren, na Hungria, o campeão da F1 Jenson Button teve a oportunidade de fazer demonstrações de segurança com os Mercedes SL63 AMG e CLA, mas o que realmente cativou o público foi uma pequena disputa entre dois Lada 1500 (vendido como Laika por aqui) com Jenson ao volante de um deles. Confira:

por 10 de maio de 2013 Lada, McLaren