McLaren

McLaren mostra o 540C, seu novo esportivo de entrada

V8 3.8 passa por redução de potência e visual tem detalhes específicos

McLaren-540C-Coupe-1
O McLaren 570S foi o mais acessível dos esportivos da marca por pouco tempo. Agora foi superado pelo 540C Coupé, segundo modelo da nova família Sports Series. A grande diferença está na potência do motor V8 3.8, que passa a render 540cv ante os 570cv do 570S. O torque é de 54,4kgfm entre os 3500 e 6500rpm. McLaren-540C-Coupe-5
O desempenho não foi tão afetado com a redução de potência. O 540C vai de 0 a 100km/h em 3,5 segundos (contra 3,2s do mais potente) e chega aos 200km/h em 10,5s (1s mais lento). A máxima é de 320km/h, O consumo médio é de 9km/l.
McLaren-540C-Coupe-4
Algo que não muda é o fato do McLaren 540C utilizar o mesmo chassi de fibra de carbono do 570S, e pesa bons 1311kg. Do lado de fora, o que diferencia os dois são as  rodas de 19 e 20 polegadas exclusivas, com acabamento diamantado. Por dentro, a tela de 7 polegadas flutuante permanece em destaque no painel. McLaren-540C-Coupe-7

por 21 de abril de 2015 Lançamentos, McLaren

Novo McLaren 570S quer enfrentar Audi R8 e Porsche 911

Esportivo ainda dará origem a outras três versões

502841386724575848
A McLaren apresenta seu novo esportivo de entrada, o 570S. É o primeiro modelo da família ‘Sports Series’ e está posicionado abaixo do 650S (Super Series) e P1 (Ultimate Series). A ideia é deixar em dúvida os interessados em Audi R8 e Porsche 911, oferecendo os 570cv de seu motor V8 central. O preço deverá ficar próximo de 145 mil libras, ou R$ 700 mil ao câmbio atual. 1369069120178319440 O fato de ser o modelo mais acessível da marca não tira os méritos do McLaren 570S. O motor ainda é o V8 3.8, porém mais manso: são 570cv a 7400rpm  e 60kgfm de torque. Com o câmbio automático de dupla embreagem SSG de sete marchas, leva o esportivo aos 100km/h em 3,2 segundos, mesmo tempo do lendário McLaren F1, de 1993. Os 200km/h aparecem após 9,5 segundos de aceleração e a velocidade máxima é de 328km/h.
7475195251197763989
Por fora o 570S não esconde a herança genética e mistura elementos do 650S na dianteira com a traseira que remete ao P1. Por dentro, os instrumentos são exibidos em três telas de LCD e ainda há uma tela maior e sensível ao toque no console para comandar funções do carro, rádio e até o ar-condicionado. O McLaren 570S ainda terá versão conversível Spider, uma GT com mais espaço interno e a “Long Tail”, mais leve e voltada para as pistas.

por 1 de abril de 2015 Lançamentos, McLaren

McLaren 570S aparece em teaser

Novo esportivo de entrada estará no Salão de Nova York

McLaren-570S
A nova família de esportivos da McLaren começa a ganhar forma. A fabricante britânica divulgou o primeiro teaser do 570S Coupé, primeiro esportivo da linha de esportivos de entrada sa marca, a Sport Series. O objetivo é competir diretamente com o Porsche 911 e o Mercedes-AMG GT. Mesmo que a imagem não mostre muito mais do que a tomada de ar do motor, a McLaren confirmou que o esportivo usa um motor V8 de 570cv instalado em posição central – entre os eixos. O chassi de fibra de carbono seria o mesmo do 650S, o que significa que estamos falando de um cupê de dois lugares. O McLaren 570S será apresentado oficialmente durante o Salão de Nova York, que começa em 1° de abril. A marca garante que vai apresentar a estratégia de seus três novos esportivos de entrada no evento.

por 26 de março de 2015 McLaren, Salão de Nova Iorque

McLaren mostra o 675 LT, que chega aos 100km/h em 2,9 segundos

Versão é 100kg mais leve e 25cv mais potente que o 650S

12185328071490177270
A relação peso-potência é o grande destaque do novo McLaren 675 LT (“Longtail”) , ao mesmo tempo que homenageia os antigos carros de competição da marca, como o F1 GTR Long Tail de 1997. Neste caso, o esportivo está 100kg mais leve que o 650S e ainda 25cv mais potente, com um total de 675cv e 71kgfm gerados pelo mesmo V8 3.8 biturbo. 12899986521841044545
São 549cv por tonelada, um bom número que também é responsável pela aceleração de 0 a 100km/h em 2,9 segundos (0,1s mais rápido) e ainda chega aos 200km/h em 7,9s (0,5s mais rápido). Em outras palavras, é tão rápido que quando um Jetta TSI está chegando aos 100km/h o 675 LT já está a 200km/h. A velocidade máxima é de 330 km/h (5 km/h a mas). 19819430312120267735
O peso menor vem da utilização de fibra de carbono em escala maior, além de outros materiais leves tanto no motor motor, como na carroceria e chassi. No total são 1230kg. Mas não há grandes diferenças no visual, apenas a base do para-choque dianteiro em fibra de carbono e ponteiras de escape em titânio em formato circular, além dos bancos inspirados nos utilizados no McLaren P1. 10933208287252702544403327551714766821

por 26 de fevereiro de 2015 McLaren, Salão de Genebra

Mclaren P1 GTR é revelada

Esportivo será lançado oficialmente no Salão de Genebra

647785471451337803
Com a aproximação do Salão de Genebra, diversas marcas começam a revelar seus modelos que serão lançados no próximo mês. Assim fez a Mclaren, ao revelar o modelo de produção do P1 GTR. Mais leve que a versão de rua em 50 kg, o Mclaren P1 GTR também recebeu mudanças no conjunto motriz e agora rende inacreditáveis 1000cv! Os responsáveis pelo regime do modelo são os componentes racing aplicados no modelo, já que o mesmo não pode andar nas ruas. Todos os vidros foram substituídos por similares em policarbonato, assim como os painéis de fibra de carbono que tiveram seu uso ampliado e passam a cobrir o teto e o compartimento do motor. O sistema de escapamento também ajudou, todo feito de titânio, foi responsável por 6,5 kg dessa dieta. 4472560941299477030
Os motores não foram esquecidos. O já potente V8 biturbo do modelo recebeu um banho de componentes racing, além do motor elétrico, que recebeu um upgrade. Funcionando em sincronia, ambos desenvolvem absurdos 1000cv, 800 por parte do V8 e o restante pelo motor elétrico. 963417845744067038
O P1 GTR é 80 mm mais largo e 50 milímetros mais baixo que a versão civil do modelo. A mudança mais visível na parte de trás fica por conta do novo aerofólio. O downforce do modelo aumentou em 10%, quando comparado a versão comum, o que permite o P1 GTR gerar 660 kg a 241 km/h. O McLaren P1 GTR será revelado no dia 03 de março, no Salão do Automóvel de Genebra e terá produção em série limitada. Especula-se que o modelo custará 3 milhões de dólares.

por 18 de fevereiro de 2015 Lançamentos, McLaren, Salão de Genebra

McLaren 675LT é revelada

Imagem do modelo vaza na internet e antecipa seu visual

10888050131677392876
A McLaren prepara mais uma versão especial do seu modelo de entrada. A próxima sucessora do MP4-12C, que virou 650S, agora se chamará 675LT. A versão será a mais potente e agressiva do modelo, uma espécie de série Scuderia ou Superleggera da fabricante inglesa. No quesito visual, novos para-choques com enormes entradas de ar, aerofólio redesenhado, saias laterais e rodas com design inspirado em pernas das top models do mundo, finíssimas. A traseira fica com visual extremamente agressivo, com saídas de escape logo abaixo do aerofólio e um belo difusor traseiro. O nome do modelo é herdado de uma das características do motor. O v8 biturbo do modelo foi recalibrado e agora rende 675 cavalos com absurdos 71 kgfm de torque! O modelo também deve sofrer regime e pesar menos que os 1.330 kg do 650S. A McLaren 675LT fará a sua estreia pública no próximo mês no Salão Automóvel de Genebra e será vendido exclusivamente na versão cupê.

por 12 de fevereiro de 2015 McLaren, Salão de Genebra, Segredos

McLaren lança versão comemorativa do 650S

Edição comemora os 20 anos da vitória nas 24 horas de Le Mans

  650s-le-mans-01-1
Para comemorar o vigésimo aniversário da vitória do McLaren F1 GTR em Le Mans, a McLaren preparou uma versão limitada do 650S. Chamado de 650S Le Mans, o modelo serve para homenagear o irmão vencedor e conta com a colaboração de Peter Stevens na personalização, que desenhou o McLaren F1. A mecânica do modelo é a mesma da versão original – que já é excelente –. Um motor V8 biturbo de 3,8 litros, que rende até 650 hp – daí vem o nome – ou 660 cv e 69,1 kgfm de torque, acoplado a um câmbio automatizado de sete marchas e dupla embreagem. 650s-le-mans-02-1
As modificações são apenas estéticas. As rodas de liga leve são de 19 polegadas na dianteira e 20 na traseira, sendo feitas de alumínio forjado e inspiradas nos desenhos do modelos utilizados em corridas. Outro destaque são os detalhes em laranja (pinças de freio, bordados do interior, assentos …). 650s-le-mans-03-1
A edição é limitada a 50 unidades e custam 50.000 libras (!!!!!) mais caro que a versão convencional do modelo de “entrada” da fabricante inglesa. Cada felizardo também receberá, junto com o carro, um convite para participar das celebrações deste ano, que serão sediadas no circuito francês.

por 28 de janeiro de 2015 Lançamentos, McLaren

Ator de Mr. Bean está vendendo sua McLaren de R$ 31 milhões

Cheio de histórias, carro já bateu e foi consertado pela própria fabricante

McLaren-F1-front-tracking-large
Se na frente das câmeras Rowan Atkinson, encarnado no personagem Mr. Bean, fazia loucuras com um velho Mino Cooper verde, na vida real  o ator é um grande entusiasta de automóveis e tem um raríssimo McLaren F1. Agora o superesportivo está a venda pela fábula de 8 milhões de libras, ou R$ 31.157.000, como queira. download Das 64 unidades produzidas, este é o de número 61. Foi comprado em 1997 por 640 mil libras. valorizou bem, portanto, mesmo após dois incidentes: em 2009, o ator perdeu o controle do carro e o carro ficou bem danificado, mas nada de compara ao acidente sofrido em 2011, que quase resultou em perda total. O conserto foi um pesadelo para a seguradora, que levou um mês para avaliar os estragos. O conserto, feito pela própria McLaren, levou um ano e custou mais de 910 mil libras, ou seja, R$ 3,5 milhões! Foi o maior conserto pago no Reino Unido. Cheio de histórias, o carro mais rápido do início dos anos 90 está à venda na Taylor & Crawley, em Londres. article-2274962-1766B459000005DC-684_634x400

por 26 de janeiro de 2015 Curiosidades, McLaren

Empresário encomenda McLaren P1 com as cores da Gulf Oil

Cores marcaram o automobilismo nos anos 60 e 70

McLaren-P1-MSO-Bespoke-1
A combinação azul e laranja da Gulf Oil marcou presença nas pistas com os Ford GT e Porsche 917 que disputaram corridas nos anos 1960 e 1970, e continua viva na mente dos entusiastas. Tanto que um empresário chamado Miles Nadal resolveu encomendar a divisão de projetos especiais da McLaren, a McLaren Special Operations (MSO), um P1 com pintura inspirada mas cores da Gulf. McLaren-P1-MSO-Bespoke-7
A inspiração da pintura foi um McLaren F1 GTR de 1997. A faixa laranja se estende da frente até a asa traseira e o mesmo tom ainda aparece em detalhes como spoilers, difusor traseiro e saias laterais. O azul disputa espaço com peças que deixam a fibra de carbono da carroceria exposta. A combinação também aparece em detalhes no interior, como no volante, nos comandos e nos bancos.
McLaren-P1-MSO-Bespoke-5
Não há alterações mecânicas. O McLaren P1 mantém seu conjunto híbrido de 916cv e 95kgfm de toque, suficiente para ir de 0 a 100km/h em menos de 3s, com máxima de 350km/h.

McLaren-P1-MSO-Bespoke-10

McLaren-P1-MSO-Bespoke-12McLaren-P1-MSO-Bespoke-11

por 28 de dezembro de 2014 Curiosidades, McLaren

McLaren Sports Series aparece em testes

Esportivo quer concorrer diretamente com o Porsche 911

McLaren-Sports-Series-2
Na tentativa de aguçar nossa curiosidade, a McLaren divulgou as primeiras imagens do Sports Series, anteriormente conhecido pelo codinome P13. Este será o menor esportivo da fabricante e que pretende concorrer diretamente com o Porsche 911. McLaren-Sports-Series-1
Assim como o Porsche, este McLaren dará origem a uma grande gama de versões, com diferenças quanto ao visual e a potência. As fotos sugerem um visual com estilo muito próximo ao dos McLaren 12C e 650S, algo que também pode se repetir a nível estrutural, com chassi em fibra de carbono e motor derivado do V8 3.8 do 650S. O 0 a 100km/h é estimado em 4s. O McLaren Sports Series será revelado em abril de 2015, possivelmente simultaneamente nos Salões de Nova York e Pequim.

por 19 de dezembro de 2014 McLaren, Segredos