Saab

10 marcas estrangeiras que deram o que falar nos anos 90

A abertura do mercado trouxe grande diversidade de carros ao Brasil

autowp.ru_vaz_mixed_5

O Brasil experimentou uma revolução em 1990, quando o então presidente Collor declarou seu desprezo por nossos carros, ou melhor, nossas carroças. Com os portos fechados para importações desde 1976, impedindo que qualquer tecnologia estrangeira entrasse no país, as montadoras viam-se obrigadas a trazer maquinários escondidos em bagagens para evoluir minimamente o mercado nacional. Anos antes de sofrer impeachment, Collor percebeu a situação da indústria nacional e abriu os portos.
Leia mais ›

Volkswagen Scirocco reestilizado começa a chegar ao mercado europeu

Modelo teve toda sua gama de motores atualizada

727330151179913106[3]
Após apresentar o facelift do Scirocco durante o último Salão de Genebra, em março, a Volkswagen revelou só agora, com o modelo prestes  de ter suas vendas iniciadas na Europa, algumas especificações e as novidades que apresenta a nível mecânico. Em termos de design, as mudanças se concentram na nova frente, que teve seu desenho atualizado e na traseira. Novos faróis dianteiros e novos traseiros de LED, além do novo mecanismo de abertura da porta traseira, utilizando o emblema para executar a função também fazem parte do pacote.
13947741995916459
O interior ganhou novos instrumentos auxiliares que “relembram” os mostradores utilizados no Scirocco original, um sistema de som de alta fidelidade, juntamente com computador de bordo para monitorar informações do carro e ParkAssist. O modelo chegará ao mercado europeu com seis novas opções de motores. A gama TDi e TSi foi toda atualizada para render mais potência e gastar menos combustível. O 1.4 TSi, motor de entrada do modelo foi aprimorado e agora passa a render 125cv, cinco a mais que o modelo anterior.10668295552023869936
Todos os motores 2.0 TSi também foram recalibrados e agora passam a render 180cv, 220cv e 280cv. Este último, leva o Scirocco R a impressionante marca de 5,5 segundos no 0-100km quando equipado com o câmbio DSG. A Volkswagen também afinou o 2.0 TDi em todas as suas versões, que agora rendem entre 150cv e 184cv. 18347138152018589385
O lançamento do Scirocco no mercado Europeu está previsto para agosto deste ano.

por 16 de julho de 2014 Lançamentos, Saab, Volkswagen

Saab retoma produção do 9-3

Modelo será vendido apenas na China e na Suécia, por enquanto

saab9-3aerosedanmy14-06
Após enfrentar maus bocados desde que anunciou concordata, há quase dois anos, a Saab volta a produzir automóveis em sua fábrica localizada em Trollhattan, na Suécia. Agora nas mãos da NEVS (National Eletric Vehicles Sweden), empresa sediada em Hong Kong que tem capital chinês e sueco, a Saab produziu  hoje a primeira unidade do sedã 9-3 desta nova fase. saab9-3aerosedanmy14-05
Se trata de um 9-3 Aero preto, com motor 2.0 Turbo à gasolina que gera 220 cavalos, e que traz algumas pequenas modificações em relação ao 9-3 produzido anteriormente. Em um primeiro momento a NEVS, que na verdade tem seus negócios voltados para veículos elétricos, focará nas vendas da Saab na China. Ela chegou a fechar um acord com a cidade de Qingdao para fornecer 200 unidades do modelo equipadas com motor elétrico, que deverão ser entregues já no ano que vem. Em breve os suecos também poderão voltar a comprar o sedã, com oferta restrita à versão Aero, tendo como opção apenas câmbio automático. Preços partirão de cerca de 31 mil euros (R$ 98.900).

por 2 de dezembro de 2013 Mercado, Saab

Saab voltará a produzir o 9-3 em setembro

Modelo voltará a ser produzido nas carrocerias sedã e conversível

autowp.ru_saab_9-3_ttid_1
Após anúncio de que retomaria as atividades em sua fábrica na cidade sueca de Tröllhattan, a Saab disse estar trabalhando para que o 9-3 volte a ser produzido, já a partir de setembro, nas carrocerias conversível e sedã. Eles serão identicos aos últimos 9-3 produzidos em 2011, quando a fabricante pediu concordata. autowp.ru_saab_9-3_griffin_convertible_aero_uk-spec_2
Hoje nas mãos da NEVS (National Eletric Vehicles Sweden), empresa sediada em Hong Kong que tem capital chinês e sueco, a empresa já  contratou de 180 colaboradores, que já acertam os últimos detalhes nas linhas de montagem. Apesar dos interesses da empresa em fabricar um 9-3 elétrico, ao menos por enquanto todas as unidades montadas terão motores turbo à combustão. A prioridade em curto prazo ficará para uma atualização visual do modelo, por dentro e por fora.

por 19 de agosto de 2013 Mercado, Saab

SAAB é vendida à fabricante de elétricos NEVS

autowp.ru_saab_9-3_ttid_2
Após uma triste jornada em busca de compradores, a divisão automotiva da sueca SAAB já tem novo dono, a NEVS (National Eletric Vehicles Sweden), empresa sediada em Hong Kong que tem capital chinês e sueco. A empresa, que fabrica veículos elétricos, pretende de pronto relançar o 9-3 como um elétrico. Este elétrico deverá ficar pronto dentro de 18 meses e será fabricado na Suécia, sendo que seu maior mercado será a China. Apesar de poder empregar o nome SAAB nos carros, a NEVS, que fica com as empresas Saab Automobile AB, Saab Automobile Powertrain AB e Saab Automobile Tools AB, não usará o logotipo da marca devido a um acordo com a SAAB AB (a divisão militar).

por 5 de setembro de 2012 Mercado, Saab

Museu da Saab está a salvo

6731277939_1771d452ac_o
Se não foi possível salvar a Saab da Bancarrota, ao menos seu museu, composto por 120 carros e conceitos de todas as épocas, será mantido. A cidade de Trollhatan, sede da Saab, a Saab AB (antiga matriz da Saab Automobile) e a fundação Wallenberg realizaram uma oferta de aproximadamente 3 milhões de euros. Após entrar em bancarrota, a Saab teve todos os seus bens levados a leilão, e o mesmo aconteceria com os carros do museu, individualmente. Ao menos restará um local para que os habitantes de Tollhattan possam se lembrar da montadora que por décadas a colocou no mapa das grandes fabricantes europeias. Foto | Golfhunter/ Flickr

por 25 de janeiro de 2012 Saab

Tata e Mahindra podem estar interessadas na SAAB

mahindra xuv 500 f
“Representantes de uma importante companhia indiana fabricante de automóveis, material militar, logística e com mais de 100.000 empregados em todo o mundo tentaram reuniram-se ontem com representantes legais da SAAB”. Assim a SAAB informou que os responsáveis pela marca se recusaram a receber os indianos, que certamente estão interessados em comprá-la mesmo após entrar em concordata. Pela descrição, ou a Tata Motors ou a Mahindra podem estar interessandas na compra da SAAB. Segundo fontes do Autoblog a interessada é a Mahindra, que poderia comprar os bens e passar a fabricar carros na Suécia. Mas a maior dúvida é o por quê de os representantes da SAAB não quererem receber os indianos… Fonte | Autoblog

por 30 de dezembro de 2011 Mahindra, Saab, Tata

Saab suspende garantia e recalls por tempo indeterminado

9-4x
Após o anúncio de concordata, a montadora sueca SAAB declarou que as garantias dos veículos vendidos na América do Norte e também possíveis recalls estão suspensos por tempo indeterminado. Em comunicado, a marca orienta aos seus concessionários para que vendam seus veículos e deixem claro que os mesmos não terão nenhuma garantia ao sair da loja. Saab-9-5-2012-4155
Em 2011, a marca vendeu mais de 5.300 modelos no mercado estado unidense e ainda existem unidades no estoque das concessionárias da SAAB, cujos veículos tem garantia de 80 mil quilômetros ou quatro anos e tem revisões agendadas inteiramente grátis em um período de até 3 anos ou 58 mil quilômetros. Em comunidado, a GM assumiu a responsabilidade pelas garantias dos veículos vendidos nos EUA e Canadá até fevereiro de 2010, quando ainda era a proprietária da marca. Fonte | Car Magazine

por 21 de dezembro de 2011 Europa, Mercado, Saab

SAAB pede concordata

Saab-9-4X_2012_1280x960_wallpaper_05
Após meses em crise, a SWAN (Swedish Automobile N.V.) pediu concordata de todas as suas empresas ligadas ao setor automotivo (Saab Automobile AB, Saab Automobile Tools AB e Saab Powertrain AB). O grupo de investimento chinês Youngman declarou que não daria mais dinheiro a Saab, com isso a SWAN acredita que pedir concordata é o melhor para os credores e funcionários. Saab-9-5_Sedan_2010_1280x960_wallpaper_1a
O pedido de concordata foi enviado esta manhã ao Tribunal do distrito de Vänersborg, Suécia, ao qual cabe aceitar, ou não. Vale ressaltar, não inclui a Saab Aircraft, fabricante de aviões de guerra equipamentos militares. Fundada em 1937, Saab viu-se obrigada a parar a produção em Abril devido à não entrega de peças pelos fornecedores, algo motivado pelas dívidas. A empresa emprega 3.700 pessoas, que não recebem salários desde Novembro. A saída seria sua venda a chineses, o que a General Motors (antiga prorpietária da empresa) não permitiu, por não querer trasnferir sua tecnologia. Fonte | Inside Saab

por 19 de dezembro de 2011 Saab

Salão de Frankfurt– SsangYong XIV-1

XIV-1
A sul-coreana SsangYong mostrou no Salão de Frankfurt o conceito XIV-1. Com dimensões próximas ao do Nissan Juke, o modelo pode servir de inspiração para que a montadora possa a vir explorar novas categorias. XIV-1[2]
Seguindo uma linha de design robusto e também agradável, a dianteira segue o SsangYong Korando. O veículo tem em sua lateral, uma área envidraçada contínua e portas traseiras no estilo “suicida”, o que deixa o carro bem mais elegante e faz, também, notar a ausência da coluna B no modelo. XIV-1[3]
O interior do veículo é bastante futurista e conta até com um tablet no painel central. Os quatro assentos são individuais e tem a possibilidade de mover-se em 360º além de irem para frente e para trás. O velocímetro e conta-giros são digitais. XIV-1[4] Fonte | Autoblog

por 14 de setembro de 2011 Saab, Salão de Frankfurt, Ssangyong