Spyker

Com motor Audi V8, Spyker C8 Preliator é revelado em Genebra

Apenas 50 unidades serão produzidas, a partir de 324,9 mil euros

000 (3)

A Spyker apresenta em Genebra uma nova versão do C8. O Spyker C8 Preliator substitui o C8 Aileron. Um grande diferencial deste carro é a utilização de de elementos de engenharia aeroespacial. Apenas 50 unidades serão produzidas, com preço a partir de 324,9 mil euros.

Leia mais ›

por 2 de março de 2016 Salão de Genebra, Spyker

Spyker tem falência declarada pela justiça holandesa

Fabricante de superesportivos chegou a vender alguns C8 no Brasil

autowp.ru_spyker_c8_spyder_1
Foram duas semanas em busca de interessados em sua reestruturação, mas a fabricante holandesa Spyker não conseguiu investidores e teve sua falência declarada. A decisão foi tomada pela corte distrital de Midden-Nederland após pedido do administrador encarregado do caso. A marca fabricava superesportivos desde 1999 e alguns deles foram vendidos no Brasil. spyker_c8_aileron_2
Agora os ativos da empresa devem ser vendidos para pagar suas dívidas. Em um comunicado, o CEO Spyker, Victor Muller, disse: "Em 2000, nos propusemos a criar um superesportivo do zero com uma distribuição global e nós conseguimos isso. Ao longo dos anos realizamos alguns empreendimentos ousados que deixaram suas marcas na companhia e que, por sua vez contribuíram para sua morte hoje ". "Eu vou me esforçar para ressuscitar Spyker, assim que for possível e, assumindo que teremos sucesso, perseguirei nosso objetivo de fundir-se com um fabricante de aviões elétricos de alto desempenho e desenvolver Spykers elétricos revolucionários”, completou.
spyker_c8_laviolette_2
autowp.ru_spyker_mf1_3Fundada em 1880, a Spyker era originalmente uma fabricante de aviões, mas chegou a fabricar alguns carros  antes de falir em 1929. Seu nome foi ressuscitado em 1999 como fabricante de superesportivos. No ano seguinte lançaria o C8 – que chegou a ter algumas unidades vendidas no Brasil entre 2009 e 2011. Em 2006 a empresa se aventurou na Fórmula 1 com uma equipe, vendida no ano seguinte.
autowp.ru_spyker_c4_1
Foi o desejo de ter carros elétricos o que levou a Spyker a, em 2010, fechar acordo com a General Motors para comprar a fabricante sueca Saab. Mas o negócio fracassou e a Saab entrou em concordata e em seguida teve suas dívidas repassadas a investidores chineses. Desde então, a Spyker tenta se reestruturar, mas mesmo com o projeto do novo esportivo B6 Venator não teve sucesso. Foi engolida por seus planos ambiciosos.
spyker_b6_venator_concept_8

por 20 de dezembro de 2014 Fim de Carreira, Spyker

Spyker apresenta o B6 Venator Spyder Concept

Conceito antecipa o novo esportivo conversível da marca

t34frontonresized
A Spyker está dando mais um passo no sentido de sua reestruturação ao apresentar o protótipo Spyker B6 Venator Spyder em Pebble Beach, na Califórnia. Descrito como uma "combinação rara de herança, estilo, desempenho e exclusividade", ele antecipa a versão conversível do novo esportivo da Spyker. t34rearoffresized
Elegante, conta com faróis em LED, parte da carenagem revestida com couro, inscrições "Nulla tenaci invia est via" ("Para o tenaz nenhuma estrada é intransponível") e rodas de liga leve de 19 polegadas. Como outros carros da marca, o interior é inspirado na aeronáutica e distingue-se, particularmente, pelos revestimentos de luxo, painel de instrumentos e alavanca da caixa de câmbio em alumínio trabalhado.
tdashboard2onresized
Em posição traseira encontra-se O motor V6, que desenvolve aproximadamente 380 cavalos. A caixa de câmbio é automática de seis relações. O nome Venator origina do latim e significa caçador, numa homenagem ao avião militar Spyker Hunter produzido pela marca no início do século XX. A produção deverá ter início no final de 2014.
tsideresized

por 18 de agosto de 2013 Conceitos, Spyker

Salão de Genebra 2013 – Spyker B6 Venator

Esportivo ainda está na faze de conceito, mas deve ser produzido em 2014

7k6a7621_big
Genebra, Suíça – Após um período, digamos, conturbado financeiramente, a Spyker está de volta e levou para o Salão de Genebra o conceito de um novo esportivo. Se trata do Spyker B6 Venator, que servirá de base para o desenvolvimento de esportivo compacto destinado a disputar clientes com o Porsche 911. 7k6a7627_big
O B6 Venator tem dimensões mais compactas em comparação com seus outros modelos, mas as linhas tem clara inspiração no design tradicional dos carros da fabricante sueca. No entanto, sua base é um alemão pouco conhecido, o Artega GT. A Artega foi adquirida pela fabricante de componentes eletrônicos automotivos Paragon, que não tinha quaisquer intenções de manter o GT em produção. Pelo visto deram um fim digno ao esportivo.
7k6a7615_big
O Spyker B6 Venator está equipado com um motor V6 de 375cv de potência, acoplado a uma caixa automática de seis velocidades. A tração é traseira. O nome “Venator” vem do latim e significa caçador, em uma homenagem ao avião militar Spyker “Hunter” produzido pela marca no início do século XX. A Spyker ainda não confirma a produção, mas fala-se nos bastidores que a fabricante prepara-se para lançar um novo modelo no início do próximo ano.

7k6a7625_big7k6a7613_big
7k6a7619_big
por 12 de março de 2013 Salão de Genebra, Spyker

Spyker B6 Concept é antecipado por teaser

Imagem antecipa esportivo compacto da fabricante sueca

Spyker-B6-Concept-2013-Coupe[3]
A Spyker quer voltar a ter os holofotes voltados para si, e por isso já antecipa a grande novidade que levará para o Salão de Genebra em teaser. Se trata do Spyker B6 Concept, que ao que indicam os rumores, dará origem ao primeiro esportivo compacto da fabricante sueca que será lançado em 2014. As informações sobre o B6 são escassas. Recentemente o chefão da Spyker, Victor Muller , declarou que este conceito será o primeiro passo para um esportivo que será posicionado abaixo do C8 Aileron e que promete ser uma surpresa. Com o B6 a Spyker quer sair do ostracismo no qual esteve desde que Victor Muller assumiu o controle da Saab e logo em seguida a fabricante veio a falir.

por 19 de fevereiro de 2013 Salão de Genebra, Spyker

Primeiro superesportivo nacional, Rossin-Bertin Vorax será apresentado no Salão do Automóvel pela Platinuss

Vorax Rossin-Bertin (1) Importadora oficial de várias marcas que constroem sonhos sobre rodas, a importadora paulistana Platinus divulgou hoje os carros que farão diversos olhos brilharem no Anhembi, durante o Salão do Automóvel. E entre eles está um carro brasileiro. O Salão servirá para o lançamento de uma nova montadora nacional, a catarinense Rossin-Bertin, fruto da parceria entre Fharys Rossin, ex-projetista da GM, e Natalino Bertin Junior, do grupo Bertin. Em parceria com a Platinuss, a Rossin-Bertin exibirá a versão conceitual do primeiro superesportivo brasileiro no Salão, o Vorax. Vorax Rossin-Bertin (2) Carroceria de fibra de carbono, chassi de alumínio com a tecnologia space frame (usada pela Ferrari 458), parte de iluminação em LEDs, motor 5.0 V10 de 570cv da BMW e câmbio sequencial de 7 marchas formam o Vorax, que deverá pesar cerca de 1.300kg. Com isso a expectativa é que o superesportivo vé  0 a 100 em 3,8 segundos e atinja a velocidade máxima de 330km/h, sem fazer feio frente a Ferraris e Porsches. Para quem quiser ainda mais esportividade, um supercharger poderá ser instalado ampliando a potência do motor para 750 cavalos. O Vorax, quando pronto, será vendido em parceria com a Platinuss pelo preço inicial de R$ 700 mil, em carroceria cupê e conversível, e as primeiras entregas só acontecerão em 2012.

Outras atrações

Koenisegg CCXR

Koenigsegg-CCXR_Edition_2008_800x600_wallpaper_03 O superesportivo sueco Koenisegg CCXR também estará no Salão do Automóvel. Os 1.100 cavalos de seu motor 4.7 V8 biturbo, que funciona com etanol ou gasolina, leva seus 1.280 kg aos 100km/h em apenas 2,9 segundos e o faz atigir a máxima de 415 km/h. Impressionante não? O preço também é: R$ 6 milhões.

Pagani Zonda R

Pagani-Zonda_R_2009_800x600_wallpaper_02 A Pagani, montadora de esportivos italiana com DNA argentino terá no evento o Zonda R. É nada mais do que um superesportivo preparado minuciosamente para as pistas. Seu motor é um 6.0 V12 da AMG que gera 750 cv, que o faz acelerar de 0 a 100 km/h em 2,7. Ele só terá 10 unidades, e todas já foram vendidas pelo equivalenta a R$ 10 milhões.

Spyker C8-Aileron

Spyker-C8_Aileron_2008_800x600_wallpaper_06 A holandêsa Spyker é representada pela Platinuss no Brasil, e marcará presença do Salão com o C8-Aileron. Com design baseado em aviões de gerra que a Spyker fabricou no início de sua história, o modelo é equipado com motor Audi, V8 4.2 litros, com 400cv, que o leva à velocidade máxima de 300 km/h e o faz acelerar de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos. Seu preço ainda não foi definido.

Fonte | Platinuss

Saab retoma produção e anuncia que pretende vender seus veículos no Brasil

Saab1 A Saab, após toda a polêmica sobre os rumores de seu fechamento, retomou suas atividades após ser vendida à Skyper. As atividades continuam em Trollhattan, na Suécia, na mesma cidade que atuou desde o início da década de 1950. A frase "New Era" ("nova era", em português) está estampada na linha de montagem da montadora, que pretende entrar em novos mercados, incluindo o Brasil. Segundo Victor Muller, presidente da marca holandesa e à frenta da empresa sueca, a marca pode vir ao país para aumentar suas pesquisas no ramo de veículos bicombustíveis (flex). O sedan 9-5 foi o primeiro veículo produzido após a paralisação da linha de montagem da montadora pela GM, na época em que a marca estava em fase de negociação com algumas montadoras. O fornecimento de itens para a gama de veículos atual será mantido pela GM. Saab2 Muller também confirmou para o ano de 2011 o lançamento de cinco novos modelos, incluindo um novo conversível e a versão SportWagon do 9-5. "Nossa habilidade em construir diferentes modelos em um único local, além de nossa mão de obra dedicada, nos dará um valioso ganho em eficiência", concluiu Victor Muller. Saab3

Fonte | Carro Online

por 27 de março de 2010 GM, Lançamentos, Mercado, Saab, Spyker

Novela encerrada, a Saab finalmente foi vendida para a Spyker

450_saab_logo Por fim a venda da Saab para a Spyker foi concretizada, assim a empresa sueca continua viva, fora das mãos da GM, sendo controlada agora por holandeses. As negociações para a compra incluíram 50 milhões de euros em dinheiro, 230 milhões em ações e crédito de 400 milhões, tendo o governo sueco como avalista. A nova empresa criada se chama Saab Spyker Automobiles. O mais importante, além de mais detalhes do negócio, não foi divulgado: o plano da Spyker para a Saab, ou os planos. A novela acabou graças a uma fabricante de esportivos com menos de 200 funcionários, que foi capaz de adquirir uma montadora com mais de 3000 funcionários.

por 27 de janeiro de 2010 GM, Saab, Spyker

Bernie Ecclestone pode comprar a Saab

bernie-ecclestone-saab A situação da Saab é uma novela! A Spyker até o início da semana era a única interessada oficialmente na Saab, e agora  de última hora surgem mais 3 novos interessados. Destes, 2 são anônimos, e o terceiro é o fundo de capital Genii, que comprou a equipe Renault da F1, associado à Bernie Ecclestone, que nada mais é que no dono da Fórmula 1. A Holandesa Spyker é a veterana na negociação, e já aprimorou sua proposta para a GM diversas vezes. Suas chances são maiores. O pior, é que ainda resta saber se a GM vai ou não vender a Saab. Essa discussão é uma sobrevida, pois a GM praticamente havia anunciado seu fim.

Fonte | Autoblog

por 8 de janeiro de 2010 Mercado, Saab, Spyker

GM volta atrás e recomeça a negociar com a Spyker após a nova oferta holandesa.

saab logo A nova proposta feita ontem pela Spyker pela Saab deu resultado e a GM decidiu voltar a negociar, por isso o prazo da proposta, que era até hoje, foi prolongado e não tem data limite. Segundo o site SaabsUnited a Spyker entrou em contato com seus sócios russos e assim conseguiu uma nova fonte de financiamento. Será o suficiente para adquirir a empresa sueca? Só o tempo dirá.

Fonte | Motorpasion

por 22 de dezembro de 2009 GM, Saab, Spyker