Tata

Tata Nano GenX ganha novo visual e transmissão automatizada

Compacto indiano passou ainda por melhorias estruturais e tecnológicas

tata-nano-
Apresentado em 2008 com a promessa de ser o carro mais barato do mundo, o Tata Nano passou por sua primeira grande reestilização, passando a ser chamado de Nano GenX. Com importantes novidades mecânicas, tecnológicas e visuais, o modelo, disponível apenas na Índia, será vendido a partir de 199 mil rúpias, cerca de R$ 9.500. tata-nano-4
Disponível em cinco versões de acabamento (XE, XM, XT, XMA e XTA), o indiano ganhou visual mais simpático com novos para-choques (com aberturas que mais parecem sorrisos), faróis com máscara negra e calotas redesenhadas. No interior, o novo volante é a principal mudança. tata-nano-3
No que diz respeito a mecânica, o Nano GenX passa a ter, em suas versões mais caras, um câmbio automatizado (com aparência semelhante a do Dualogic, da Fiat) com função Sport e creeping, um recurso útil em carros automáticos que faz com que o carro ande lentamente ao soltar o freio, sem pisar no acelerador, muito utilizado no trânsito pesado ou em manobras. Além disso, há ainda direção com assistência elétrica, aumento no tanque de combustível (agora com 24 litros), reforços estruturais como na zona de deformação frontal e barras laterais e novos recursos de conectividade como USB e Bluetooth. tata-nano-2
O compacto da Tata, proprietária do grupo Jaguar Land Rover, é sempre equipado com o motor 0.6 de dois cilindros com 38cv de potência a 5.500 rpm e 5,2kgfm de torque. De acordo com a marca, o Nano GenX tem média de consumo em 23,8km/l na versão manual e 25km/l com câmbio automatizado.

por 20 de maio de 2015 Tata

Tata Nano terá versão de “luxo” com câmbio automatizado e direção elétrica

Subcompacto foi flagrado com novo visual pelas ruas da Índia

Tata-Nano-Twist-Active-F-Tronic-XTA-rear-spied
Lançado na Índia em 2009 com a premissa de ser o carro mais barato do mundo e motorizar o país, o Tata Nano se prepara para receber a reestilização mais profunda que sofreu até agora. Mais do que novos para-choques e grade, o subcompacto também vai ganhar opção de direção elétrica e câmbio automatizado. Tata-Nano-Twist-Active-F-Tronic-XTA-variant-rear-spied
As novidades já haviam aparecido no Salão de Nova Délhi, há um ano, e devem amenizar o aspecto espartano do Nano. Direção com assistência pode nem ser tão necessária em um carro que pesa apenas 600kg, mas ao menos é elétrica, o que priva do pequeno motor bicilíndrico de 624cc³ e 38cv e 5,2kgfm da função de mover uma bomba hidráulica.
Tata-Nano-Twist-F-Tronic-Concept-dashboard-1024x682
Já o câmbio F-Tronic não é novidade na Tata e é opcional nos compactos Zest, Celerio e K10. A transmissão é automatizada de uma embreagem e é fornecida pela Magneti Marelli, e como nos I-Motion (Volkswagen) e Dualogic (Fiat) tem atuadores eletro-hidráulicos. Além da vantagem de eliminar o pedal de embreagem, tem cinco marchas contra as quatro do câmbio manual – sendo que a última é overdrive e só serve para manter o giro baixo em “alta-velocidade”: o Nano não passa dos 105km/h e chega a 60km/h em 30s.
Tata-Nano-Twist-F-Tronic-Concept-AMT-1024x682
É tudo muito curioso, mas este carro que sequer tem tampa do porta-malas (o acesso é por dentro, como no “chiqueirinho” do Fusca) não vingou no mercado indiano, apesar do preço baixo – o equivalente a R$ 13 mil. A Tata já decidiu que se o Nano não aumentar suas vendas até 2017, sua produção será encerrada.
Tata-Nano-Twist-Active-Concept-24-1024x682
Fotos |
Team-BHP.com e Indians Autos Blog

por 19 de março de 2015 Segredos, Tata

Carro mais barato do mundo ganha versão preparada com 233cv

Com motor central e carroceria alargada, ultrapassa os 190km/h

Tata-Super-Nano-by-JA-Motorsport-2
Minúsculo, espartano e fraco, o indiano Tata Nano só ficou conhecido ao redor do mundo por ser considerado o carro mais barato do mundo. Mesmo assim a preparadora JA Motorsport resolveu transformar o pequeno Nano em um verdadeiro esportivo com 233cv – quase seis vezes mais que o normal. Tata-Super-Nano-by-JA-Motorsport-4
Só não virou uma cadeira elétrica porque o motor queima gasolina. Ao invés do modesto dois cilindros de 800cm³ e 40cv, a JA encontrou uma forma de instalar um 1.3 de quatro cilindros com turbo e 233cv em posição central. Logicamente, não há bancos traseiros e o porta-malas que só podia ser acessado por dentro não existe mais.
Tata-Super-Nano-by-JA-Motorsport-5

Do Tata Nano original restou apenas a carroceria. Mesmo assim, o chamado Super Nano teve suas extremidades alargadas para que pudessem instalar pneus mais largos capazes de garantir a aderência necessária para um carro com relação peso-potência de 2,6kg/cv e capaz de ultrapassar os 190km/h. Só que Super Nano se transformou no Nano mais caro do mundo. A JA Motorsport teria investido 39 mil dólares (R$ 100 mil) nessa transformação, quase dez vezes o valor do Nano normal.Tata-Super-Nano-by-JA-Motorsport-8
Fonte | Indian Autos Blog

por 19 de dezembro de 2014 Tata

Land Rover Freelander pode sobreviver como modelo da Tata

Ideia é aproveitar o projeto para criar dois novos SUVs

autowp.ru_land_rover_freelander_2_sd4_22
Você bem deve saber que a indiana Tata Motors é hoje a proprietária da Land Rover e da Jaguar. Bem, agora ela deve começar a tirar vantagem disso. Com o lançamento iminente do Land Rover Discovery Sport para substituir o Freelander, este poderá ter sobrevida dentro da Tata Motors. autowp.ru_land_rover_freelander_2_sd4_30
Segundo a imprensa indiana, a Tata planeja lançar dois novos SUVs, de cinco e sete lugares, que serão baseados no projeto do Freelander – do qual já deriva o Evoque – aproveitando 50%dos componentes e também os motores da Jaguar Land Rover. A ideia seria ganhar novos mercados com os modelos, principalmente os do oriente. Não se sabe, entretanto, se os dois novos modelos possuem alguma relação com o substituto do Defender, que assim como o Freelander, fará uso de chassis de aço, e não de alumínio como os carros mais recentes da Land Rover.

por 26 de agosto de 2014 Land Rover, Segredos, Tata

TATA Nano terá versão com motor diesel

Motor de 800 cm³ promete consumo de 40 km/l

2013-tata-nano-dazzle-blue-exterior-
Há quase quatro anos no mercado indiano, o TATA Nano ainda não alcançou os bons números de vendas que eram esperados por ele ser extremamente barato. Se com motor à gasolina o subcompacto não fez sucesso, a fabricante indiana tentará conquistar novos clientes com a adoção de um pequeno motor a Diesel. Este novo motor é um 800 cm³ de apenas 2 cilindros que gera entre 40 e 45 cavalos e promete consumo de motocicleta: 40 km/l. Com esta nova opção de motorização a fabricante adotará outra abordagem em suas publicidades, passando a mostrar o modelo como um veículo eficiente e prático, e não como um carro barato para que os mais pobres possam abandonar suas motos.

por 5 de janeiro de 2014 Segredos, Tata

Tata Nano reestilizado é flagrado sem camuflagem

Entre as novidades está a tampa do porta-malas, que passa a abrir

2013-Tata-Nano-Spyshot-Side
Não é porque o Nano é o carro mais barato do mundo que ele não pode ser reestilizado. A indiana Tata Motors já trabalha na finalização da reestilização do subcompacto, que foi flagrado sem quaisquer disfarces que escondessem suas discretas alterações enquanto era filmado para ações publicitárias. 2013-Tata-Nano-Spyshot
O Tata Nano muda pouco. Na dianteira as alterações se resumem a uma faixa cromada na base do capô. Faixa parecida também aparece na base da tampa do porta-malas, que antes sequer abria, mas agora pode ser aberta. Ali embaixo está o motor de 2 cilindros e 800 cm³ que gera 40 cv e quase 10 kgfm de torque. Para melhorar seu arrefecimento o novo para-choque traseiro possui entradas de ar em sua porção superior.

2013-Tata-Nano-Spyshot-Rear2013-Tata-Nano-Spyshot-Front

Além disso o Nano tem novas calotas e um novo tom de azul, até bonito por sinal. O lançamento é esperado para daqui a duas semanas. Fonte | OverDrive

por 30 de abril de 2013 Segredos, Tata

TATA Nano ganhará variante mais luxuosa

Modelo terá versão mais cara para atender às demandas indianas

Tata Nano
MH.14.TC.206/0
March 2009
Stan Papior
O TATA Nano foi produzido para ser o veículo mais barato do mundo. Focado na índia, nunca atingiu grandes números de vendas. Em um país emergente, a economia borbulha atraindo novos segmentos. Mas no caso do Nano, simples ao extremo, as vendas não impressionam pois seus compradores já são proprietários de carros e não proprietários de motos como planejava a marca. Neste panorama, a TATA pretende produzir um veículo baseado no Nano com mais requinte, na medida do possível, para aumentar suas vendas. Segundo o Autoblog En Español, este novo veículo deverá contar com direção hidráulica, câmbio automático e motor a diesel. O que parece normal pode ser considerado luxo em um modelo com forte parentesco com o Nano, um carro muitas vezes comparado a uma scooter em matéria de simplicidade. O Nano original já contava com outros “luxos” como opcional, como ar-condicionado e vidros elétricos. A proposta é renovar a imagem do Nano e trazer os consumidores tradicionais de automóveis para esta versão, uma vez que a proposta do Nano original, de US$ 1.800, era de atrair donos de motocicletas. Esta versão, portanto, atenderia às famílias que já possuíam carros e desejavam adquirir o veículo. Para tanto, o design também deverá ser alterado, mas mantendo sempre as referências ao carro mais barato do mundo . O preço, claro, será mais alto, apenas não se sabe o quanto. Com a adição de tais tecnologias, espera-se que fique acima dos US$ 4.000, ainda baixo dentro dos padrões mundiais – o carro mais barato dos EUA é o nosso Nissan Versa, que custa por lá US$ 11.990. O modelo deverá ser apresentado em breve, talvez em um Salão Internacional, mas não em casa. O próximo em Nova Délhi será somente no ano que vem.

Com informações do Autoblog en Español
por 14 de abril de 2013 Tata

Novo Tata Nano é desenvolvido com foco em Estados Unidos e Europa

tata-nano-europa-3[3] Quem acompanhava os veículos de imprensa voltados ao setor automotivo, quando do lançamento do Tata Nano, certamente lembra do furor causado pelo pequeno indiano, que chegou prometendo -e cumpriu- ser o carro mais barato vendido novo no planeta. Apesar de tudo, o modelo ficou bem abaixo do esperado pela Tata, mas seu CEO ainda não desistiu. 0,,21387758-EX,00[5]
Longe disso. Ratan Tata declarou que já desenvolve um novo Nano, para os Estados Unidos e Europa. Afirmando que os Estados Unidos são um mercado bastante atrativo, Tata revelou que o modelo será muito mais sofisticado, contando com controle de tração, direção assistida e motor mais potente, custando menos de 10.000 dólares. Por quatro vezes mais que o modelo atual, é certo que uma grande evolução acontecerá, entretanto este é o preço, na Europa, de modelos como o Sandero, que obtiveram êxito por oferecer uma opção barata de transporte, mas considerada um carro, não uma solução de mobilidade, como o Nano é visto até hoje pelo público.
tata-nano-01[3]

Contando agora com o know-how de Jaguar e Land Rover, não podemos duvidar do potenciar do carro que está por vir. Uma mudança no nome talvez possa melhorar a imagem do modelo ao ser lançado nos países de primeiro mundo. Nada mais foi divulgado até aqui, mas como o modelo já está em desenvolvimento, em um ou dois anos estará estampando páginas de notícias.

por 16 de outubro de 2012 Segredos, Tata

Jaguar e Land Rover fecham acordo de joint-venture com Chery

Discovery 4
Jaguar e Land Rover, propriedades da indiana Tata, fecharam um acordo de joint-venture com a chinesa Chery, e deverão vender seus veículos em terras chinesas. O maior mercado do mundo faz parte da ofensiva do grupo para alavancar as vendas dos SUV de luxo, já que crise não parece ter vez no mercado chinês, que continua aquecido. A joint-venture vai permitir a fabricação de modelos britânicos e a criação de um centro de pesquisa e desenvolvimento no país. Ainda de acordo com a agência Reuters, é aguardada a aprovação regulatória de mais de US$ 2,7 bilhões a serem investidos no leste da China. Fonte | Quatro Rodas

por 21 de março de 2012 Jaguar, Land Rover, Tata

Tata atualiza o Safari Storme

tata-safari-050112
A imprensa indiana está elogiando a quantidade de novos SUVs presentes no Salão de Nova Deli. O primeiro desenvolvido exclusivamente para a Índia, o Tata Safari, lançado em 1998 passou por sua terceira reestilização e recebeu o sobrenome Storme. autowp.ru_tata_safari_4
Sem grandes mudanças, exibe para-choque dianteiro e grade novos. Ganhou rodas inéditas e a traseira exibe novas lanternas e para-cheque, que podem ser vistos no vídeo abaixo. Segundo a Tata o interior recebeu acabamento de melhor qualidade e forrações de melhor aspecto. Seu motor é um 2.2 CRD Dicor de 140 cv disponível apenas com caixa manual de cinco velocidades. A tração é 4×4 ou 4×2 e equipamentos como sensores de estacionamento e ar condicionado são opcionais, mas aibag duplo e freios ABS vem de série.

por 6 de janeiro de 2012 Salão de Nova Deli, Tata