Salão de Nova Iorque

Toyota RAV4 2016 passa por reestilização e ganha nova versão híbrida

Crossover ganha nova linguagem de design da marca

1503234104841668277
O Toyota RAV4 é outro modelo que estreia novo visual no Salão de Nova York. Nem era necessário, mas a Toyota acho que seu crossover deveria ser um dos primeiros carros a receber sua nova linguagem de estilo. No final das contas, os faróis ganharam formato bem diferente e integrado à grade mais estreita, enquanto das entradas de ar inferiores ficaram mais altas. 936352400145506787
O RAV4 também recebeu novas saias laterais, novo para-choque traseiro e tampa do porta-malas um pouco diferente, por causa das novas lanterna. As rodas também são novas.
15185819022040942620
As mudanças no interior são bem pequenas, e incluem materiais de melhor qualidade e mais plásticos de toque suave. Instalaram um porta-óculos e os porta-copos do console foram modificados para receber canecas (!). O quadro de instrumentos ganhou novo grafismo e instalaram uma tomada 12V extra para o banco traseiro.
1469453752314625958
Quem tem novidades mecânicas é a versão híbrida. Esta combina o motor 2.5 de quatro cilindros das versões mais caras com um câmbio eCVT e sistema de tração integral sob demanda baseada em um motor elétrico traseiro, que entra em ação nas rodas traseiras quando mais força é necessária ou para evitar maior esforço do motor a gasolina. A potência e os números de consumo do conjunto não foram divulgados.
5222672101808465115

por 3 de abril de 2015 Salão de Nova Iorque, Toyota

Novo Kia Optima passa por facelift e fica mais moderno

Sedã estreia visual atualizado e novo motor 1.6 turbo

all-new-kia-optima-1
O Kia Optima nem parece ser tão antigo, mas foi lançado em 2010. Por isso a fabricante sul-coreana já preparou uma boa atualização para a linha 2016 do sedã, que inclui novos elementos na dianteira e na traseira, além de novidades no interior e motores mais eficientes. all-new-kia-optima-8
Os novos faróis cresceram para baixo, enquanto a grade dianteira ficou mais estreita. O para-choque dianteiro também é novo, com entrada de ar inferior mais discreta, dando destaque para as tomadas de ar nas extremidades.
all-new-kia-optima-17
Na traseira, as lanternas mais estreitas e o para-choque com peça na parte inferior simulando um extrator fazem a diferença no conjunto. Chama atenção o aplique preto colocado na coluna C para dar a impressão de que ela está mais estreita – tática que a Hyundai usa no HB20S. Por dentro, o sedã pode se gabar apenas pelos novos plásticos de toque mais suave, pelos novos bancos mais envolventes e com espuma mais macia. Dependendo da versão, podem ser forrados com tecido, couro ou couro Nappa.
all-new-kia-optima-10
Quem estreia entre os motores é um 1.6 turbo de 180cv e 27kgfm de torque casado com um câmbio automático de dupla embreagem e sete marchas. O 2.4 aspirado mantém os 185cv e o 2.0 turbo rende 250cv. Com lançamento previsto para o último trimestre do ano, o novo Kia Optima será oferecido nos Estados Unidos com nova central multimídia UVO com alerta de velocidade e pontuação para o modo de condução. Algumas versões terão visão de 360°, além de controle de cruzeiro adaptativo, detecção de pontos cegos e sistema de freios de emergência autônomo, capaz de parar o carro caso apareça um obstáculo na frente.
all-new-kia-optima-5

por 3 de abril de 2015 Kia, Salão de Nova Iorque

Mitsubishi Outlander estreia novo visual em Nova York

Agora com visual mais agradável, crossover também ganha câmbio CVT

7662955841786153434
O visual do Mitsubishi Outlander atual sempre pareceu datado e até mais antigo em relação ao modelo anterior. Mas a fabricante japonesa se esforçou para corrigir isso em um facelift, que está sendo apresentado no Salão de Nova York, com a apresentação de seu facelift. 1465237621285601841
Na dianteira, o Outlander 2016 o que a Mitsubishi chama de “escudo dinâmico”, que é a grade preta na dianteira emoldurada por cromados, que também contorna os novos faróis, mais estreitos. Atrás, modificaram o para-choque e também as lanternas em LEDs mais largas, que avançam sobre a tampa do porta-malas. A roda aro 18” também é novidade.
373059315800990514
Dentro da cabine, trocaram o volante, colocaram molduras e frisos e black piano no painel e na lateral das portas e trocaram a forração do teto. A central multimídia ainda foi atualizada. Nos Estados Unidos, o Mitsubishi Outlander mantém duas opções de motores: o 2.4 de 166cv e 22kgfm, e o V6 3.0 de 224cv e 30kgfm de torque. Neste último o câmbio é automático de seis marchas, mas o motor de quatro cilindros passa a estar ligado a um câmbio automático do tipo CVT (continuamente variável).
16491120671095844745
A Mitsubishi diz que também fez mudanças no chassi, no conjunto de suspensão e na direção, tudo em busca de um melhor comportamento dinâmico. Também trabalharam para reduzir o barulho na cabine e, por isso, trocaram o para-brisas e os vidros laterais por peças mais grossas.
6204395621245979932

por 3 de abril de 2015 Mitsubishi, Salão de Nova Iorque

Subaru BRZ STi é mostrado ainda na forma de conceito

Protótipo tem componentes de competição e motor de 300cv

Subaru-BRZ-Concept-15
Se o Subaru BRZ já é legal com seu motor boxer 2.0 aspirado de 200cv, imagine se fossem 300cv sendo enviados para as rodas de trás! Pois é esta a proposta do Subaru STI Performance Concept, mais uma das atrações do Salão de Nova York. Subaru-BRZ-Concept-17
O protótipo usa o mesmo motor do BRZ GT300, que corre na categoria Super GT Series nos Estados Unidos, com seus 300cv e 45kgfm de torque. O carro de pista também empresta todas as alterações no chassi, na suspensão e na aerodinâmica, com direito a um grande aerofólio.

Subaru-BRZ-Concept-9Subaru-BRZ-Concept-18Subaru-BRZ-Concept-16

Mas a ideia da Subaru não é levar o conceito para as linhas de produção. Mas não se desanime: a ideia era apresentar o projeto de expansão da Subaru Tecnica International (STI) nos Estados Unidos. A ideia é disponibilizar para a venda todos os upgrades feitos nos carros da marca para as competições, e isso inclui componentes de suspensão, freios, motor, aerodinâmica e até do chassi.
Subaru-BRZ-Concept-11

por 3 de abril de 2015 Salão de Nova Iorque, Subaru

Vendido no Brasil, Lexus RX ganha nova geração

SUV de luxo tem novo visual e mecânica atualizada

lexus_rx_350_f-sport_4_1
Um dos primeiros modelos da Lexus importados para o Brasil, o Lexus RX ganha nova geração no Salão de Nova York. O SUV já teve mais de 2 milhões de unidades vendidas no mundo desde que foi lançado, em 1998, e agora aparece em sua quarta geração, com visual mais esportivo e novos equipamentos de segurança. lexus_rx_350_f-sport_5
Com 4,89 metros de comprimento, 1,89m de largura e 1,69m de altura, o novo Lexus RX é ligeiramente maior que o anterior e alguns dos seus concorrentes, como o Porsche Cayenne e o Range Rover Sport. O visual lembra o Lexus NX, recém-lançado no Brasil, com grade saliente e faróis de LEDs bem estreitos.Na lateral, a novidade é o teto que parece flutuar, por causa da coluna C preta. As rodas aro 20” ainda podem receber detalhes na cor da carroceria.
lexus_rx_450h_23
Por dentro, o acabamento tem vários apliques de madeira cortada a laser e tecnologias como  a projeção de informações do veículo no para-brisa via HUD e uma enorme tela sensível ao toque de 12,3” para o sistema multimídia.
lexus_rx_450h_1
Na mecânica a novidade é o motor V6 3.5 de 300cv no RX 350, mas este mesmo motor se combina com um elétrico na versão híbrida RX 450. Nos dois casos o câmbio é automático de oito velocidades e a tração, integral.
lexus_rx_450h_38
Entre os sistemas de assistência ao motorista, há o controle de estabilidade VDIM, suspensão variável adaptativa eletrônica, sistemas de pré-colisão e de mudança de faixa involuntária, além de controle de cruzeiro adaptativo.
lexus_rx_450h_39A nova geração do Lexus RX deverá chegar ao Brasil em até um ano. Hoje, o modelo antigo é vendido por cerca de R$ 270 mil com motor V6 3.5 de 277cv com câmbio automático de seis marchas.lexus_rx_450h_34

por 2 de abril de 2015 Lexus, Salão de Nova Iorque

Scion iA, o Mazda2 com outro nome que pode ser vendido no Brasil

Sedã compacto é fabricado no México e seria concorrente do Honda City

15561914271400073402
O relacionamento entre as fabricantes nos bastidores é um pouco complexo. A Scion – marca de apelo jovem da Toyota – apresenta no Salão de Nova York o iA, seu primeiro sedã. O modelo nada mais é do que o Mazda2 Sedan com pequenas mudanças no visual. Será fabricado na nova unidade da Mazda no México, o que lhe daria chances para ser vendido no Brasil pela Toyota. 28882303532278415
No visual, o Scion iA tem novos faróis e para-choque dianteiro, enquanto a traseira se difere apenas por um friso cromado nas lanternas. Por dentro, o iA se afirma como um carro pequeno e barato com aspecto simples e ar-condicionado manual – enquanto Mazda tem opção de ar digital. É o suficiente para brigar com Chevrolet Sonic Sedan e Ford Fiesta Sedan – que usa a mesma plataforma do Mazda2.
156480172750020056
O motor é um 1.5 16v de 108cv da Mazda, e pode ser associado a uma transmissão manual ou automática, sempre com seis marchas. De série, terá partida sem chave, sistema pré-colisão em baixa velocidade e câmera de ré, além de rodas aro 16”.
19993476281205072782
Com um Etios e Corolla muito distantes, a Toyota do Brasil poderia trazer sedã intermediário. O Vios tailandês chegou a ser especulado, mas importar do México uma versão Toyota do Scion iA seria mais fácil. O principal alvo seria o Honda City.
2346661141311560452
1227718862138836441

por 2 de abril de 2015 Salão de Nova Iorque, Scion, Segredos

Chevrolet mostra o novo Spark, que servirá de base para o substituto do Celta

Compacto é baseado na plataforma GSV e será fabricado no Brasil

2016-Chevrolet-Spark-008
A Chevrolet aproveita o Salão de Nova York para apresentar a nova geração do seu carro de entrada nos Estados Unidos, o Chevrolet Spark. Agora o compacto  é baseado na mesma plataforma do Opel Karl. O compacto que substituirá o Chevrolet Celta no Brasil será derivado deste mesmo projeto. A plataforma é a Gamma II (GSV), a mesma de Onix, Cobalt e Sonic, por exemplo. 2016-Chevrolet-Spark-007
A semelhança com o Opel é notável. Linhas do teto e até os vincos da lateral foram mantidos, mas o Spark tem maçanetas das portas traseiras na coluna C, como no Sonic hatch. Aliás, a dianteira se assemelha ao Sonic reestilizado lançado na China há alguns meses. Na prática, é um visual mais maduro e menos ousado do que se via na geração anterior.
2016-Chevrolet-Spark-003
Na mecânica, uma vantagem sobre o Karl: ao invés do 1.0 Ecotec de três cilindros e 75cv, usa um novo 1.4 Ecotec a gasolina de 100cv, combinado a um câmbio manual de cinco velocidades ou um CVT (continuamente variável). O consumo médio estimado é de 17km/l (40mpg).
2016-chevrolet-spark-unveiled-it-still-uses-the-gm-gamma-platform-photo-gallery_11
O novo Chevrolet Spark tem lançamento previsto para o  último trimestre do ano. Será fabricado na Coreia do Sul, junto com o Opel Karl.

Adeus, Celta…

autowp.ru_chevrolet_spark_1

No Brasil o novo carro de entrada da Chevrolet terá a missão de substituir o Celta e é conhecido como Projeto Âmbar. Apesar dos modelos que utilizam a plataforma GSV serem fabricados em Gravataí (RS) e em São Caetano do Sul (SP), o novo compacto será fabricado em São José dos Campos (SP), que tem capacidade ociosa. O interesse da Chevrolet era posicionar este novo projeto abaixo dos R$ 30 mil, mas hoje o Celta é vendo em versão única – completo – por R$ 34 mil. O lançamento está previsto para o segundo semestre de 2016.

por 2 de abril de 2015 Chevrolet, Salão de Nova Iorque

Surpresa! Conceito mostra como será a décima geração do Honda Civic

Modelo terá motores turbo, câmbio CVT e será lançado no final deste ano

Hondaaa-3
Teasers, especulações, flagras… A Honda evitou tudo isso para fazer surpresa no Salão de Nova York, onde apresentou o conceito serve de prévia para a décima geração do Honda Civic. Verdão, o protótipo tem as linhas quase definitivas e a Honda já deixou avisado: desta vez, as versões cupê, hatch e sedã terão o mesmo visual no mundo inteiro, como nos anos 90. Civic (7)
O design mantém alguns traços do modelo atual, como o formato das lanternas traseiras que remetem ao Civic Si. A diferença é que agora há uma barra de LEDs interligando elas por baixo do aerofólio. Em geral, o modelo exibe linhas mais musculosas nas laterais e a dianteira, mais protuberante e com os faróis de LEDs dando continuidade à grade, garante mais agressividade ao conjunto.
Civic (4)
Para-choques e rodas devem mudar para a versão final, e o interior não foi mostrado neste conceito. É de se imaginar que o modelo não vai abandonar o quadro de instrumentos dividido em dois andares.

Civic (6)Civic (1)

Nesta nova geração, o Civic vai trocar os motores 1.8 e 2.0 i-VTEC aspirados por versões do novíssimo 1.5 i-VTEC Turbo. Um 2.0 i-VTEC turbo equipará as versões esportivas. Outra estreia no conjunto mecânico será de uma nova transmissão CVT (continuamente variável) que simula seis velocidades.
Civic (3)
O novo Honda Civic definitivo tem lançamento nos Estados Unidos previsto para o segundo semestre, já como linha 2016. Deverá estrear no Brasil como linha 2017, quando a nova fábrica da Honda em Itirapina (SP) estará pronta e encarregada de toda a produção do Fit, liberando espaço para o Civic na fábrica de Sumaré (SP).

por 2 de abril de 2015 Honda, Salão de Nova Iorque

Porsche apresenta o novo Boxster Spyder

Versão se rende aos puristas com seis cilidros de 375cv e câmbio manual

13478941201810087393
Se os puristas relutam em aceitar os Porsche Panamera e Cayenne, talvez o novo Boxster Spyder lhes sirva de alento. A nova versão do esportivo compacto é dedicada a eles e busca inspiração no clássico 718 Spyder. Para melhorar, o motor é o mesmo do Cayman GT4 e do 911, com 375cv. 2133072148206029080
Como no 718 Spyder, a capota é de tecido sintético e há ondulações aerodinâmicas atrás dos encostos de cabeça, as chamadas “streamliners”. Dianteira e traseira são copiadas do Cayman GT4.17534914651914881592
Por dentro, pouco muda. Os bancos tem formato esportivo e o volante é novo, com 36cm de diâmetro. Para agradar aos puristas, rádio e ar-condicionado não estão na lista de equipamentos de série para aliviar o peso. Mas podem ser pedidos sem custo extra.
10210443361657882514
O motor é o seis cilindros boxer 3.8 de 375cv, sempre ligado a um câmbio manual de seis marchas. É a garantia da aceleração de 0 a 100km/h em 4,5 segundos, com máxima de 290km/h. O esportivo ainda tem suspensão rebaixada em 2cm e recebeu o sistema de freios do 911 para dar conta da potência extra.
20869458391300086305

Lincoln Continental é revivido em conceito

Semelhança com os Bentley deu o que falar no Facebook

Lincoln-Continental-Concept-1 (1)
A Lincoln poderia estar preparando o retorno de um de seus modelos mais clássicos, o Continental. O modelo foi produzido originalmente entre 1939 e 2002, e emprestou seu nome a um novo carro-conceito que está sendo mostrado no Salão de Nova York – e que já poderia entrar em produção no ano que vem. Lincoln-Continental-Concept-3
Da parte da Lincoln, que é a marca de luxo da Ford, ninguém confirma o lançamento da nova geração do sedã. Mas também não nega. “Ele [o conceito] nos dá uma clara pista sobre o que podemos ver em um futuro veículo de produção”, comentou o CEO do Grupo Ford, Mark Fields. O novo Continental colocaria a Lincoln na briga com a Cadillac e com as alemãs Mercedes, Audi e BMW.
Lincoln-Continental-Concept-2
O conceito foge um pouco ao estilo dos Lincoln, com faróis de LEDs e grade dianteira sem a barra que tradicionalmente a divide. A semelhança com o Bentley Flying Spur é tão grande, que os designers da fabricante inglesa chegaram a desdenhar do Continental. “Gostaria que ele fosse chamado de Flying Spur e tivesse os quatro faróis redondos”, publicou o Designer Chefe da Bentley, Luc Donckerwolke, no Facebook. "Isso não acontecia só na China? Finalmente um Bentley para as Massas”, comentou outro designer na mesma publicação.
Lincoln-Continental-Concept-8
Por dentro,  o Lincoln Continental tem bancos independentes e forrados em couro alcantara e há vários detalhes para agradar os passageiros. A plataforma é desconhecida, mas a fabricante revela que o motor é um V6 3.0 EcoBoost que teria sido projetado exclusivamente para o Continental.Lincoln-Continental-Concept-9autowp.ru_lincoln_continental_58lincoln_continental_2-door_cabrioletautowp.ru_lincoln_continental_town_coupe_8

por 1 de abril de 2015 Lincoln, Salão de Nova Iorque