Série Especial

Mercedes comemora sucesso na F1 com edições especiais do SL 63 AMG

Personalizadas pelos pilotos, serão vendidas em pares

Mercedes-SL63-AMG-World-Championship-2014-Collector’s-Edition-0

Para celebrar o sucesso na Fórmula 1 em 2014, a Mercedes-Benz apresenta duas edições especiais do SL 63 AMG. Os dois pilotos da equipe, Lewis Hamilton e Nico Rosberg, ficaram com as duas primeiras posições no campeonato, e agora trabalharam junto à Mercedes para personalizar o cupê à seu gosto.

Mercedes-SL63-AMG-World-Championship-2014-Collector’s-Edition-2

Lewis Hamilton foi campeão e escolheu para seu carro a cor preta com acabamento Designo Night Black Magno e detalhes em dourado no exterior e interior. Por dentro, tons escuros e bancos de couro preto. Rosberg, vice-campeão, escolheu a cor branca, com acabamento Designo Cashmere White Mogno. Detalhes são cromados e interior é bicolor. De série, contará com sistema de som Bang & Olufsen.

Mercedes-SL63-AMG-World-Championship-2014-Collector’s-Edition-6

O motor 5.5 V8 biturbo recebe aumento de potência, entregando 585 cv e 91,7 kgfm. A velocidade máxima aumentou para 300 km/h. O pacote AMG Driver’s já equipa os modelos, além da suspensão esportiva AMG.

Mercedes-SL63-AMG-World-Championship-2014-Collector’s-Edition-4Mercedes-SL63-AMG-World-Championship-2014-Collector’s-Edition-5

Apenas 19 unidades de cada carro serão fabricadas. Cada uma é estilizada para uma etapa do campeonato, com uma placa no console com o nome do circuito e seu traçado, que também está desenhado nos tapetes.

Mercedes-SL63-AMG-World-Championship-2014-Collector’s-Edition-7Mercedes-SL63-AMG-World-Championship-2014-Collector’s-Edition-8

Os carros serão vendidos apenas aos pares, ao menos inicialmente. O preço? 630 mil euros na Alemanha, aproximadamente 785 mil dólares. Além dos dois carros, o comprador leva um capacete utilizado por um dos pilotos, um relógio IWC Ingenieur Chronograph, um livro da Fórmula 1 autografado por ambos e convite para a corrida de Melbourne, na abertura da temporada 2015.

por 4 de dezembro de 2014 AMG, F1, Mercedes-Benz, Série Especial

Fiat apresenta o Punto SP, série especial que custará R$ 49.990

A fórmula de sempre: um nome genérico, mais conteúdo e menos preço

1494_1_preview
O Salão Internacional do Automóvel de São Paulo já abriu suas portas para a imprensa, conforme você já deve ter notado aqui no Novidades Automotivas, e as montadoras, pouco a pouco, vão liberando suas novidades para o mercado. A Fiat apresentou a série especial SP para o Punto. Nada revolucionário, frente às novidades do salão, mas é uma forma de promover a existência do hatch, que já completa sete anos de mercado e dois de reestilização. 1494_2_preview
A série SP é baseada na Essence 1.6. Além dos itens de série, traz o Blue&Me com volante de couro e comandos de rádio no volante, vidros traseiros elétricos, spoiler traseiro, rodas de liga leve de 16” com parafusos antifurto, sensor de estacionamento com visualizador gráfico e alarme, além da identificação da série com a sigla SP na lateral da traseira. 1494_3_preview
Basicamente, trata-se da versão Essence acrescida dos pacotes Creative 2 e 3, mais a máscara negra dos faróis. O preço sugerido do Punto SP é de R$ 49.990. Um Essence equipado com os dois pacotes custa R$ 51.692, sem levar em conta pintura metálica, representando uma economia de R$ 1.702. A sigla, possivelmente, é uma referência a São Paulo. Caso seja sua opção de compra, evite ao máximo a pane seca…

por 28 de outubro de 2014 Fiat, Salão de São Paulo, Série Especial

Lotus Exige LF1 – Herança das pistas é levada à edição limitada

Apenas 81 unidades serão fabricadas – EUA fica de fora

14034460261229035177

A Lotus criou uma edição limitada do Exige, inspirada no modelo de Fórmula 1 e em comemoração ao desempenho da Lotus F1 Team. Batizada de LF1, esta série estará disponível em todos os mercados da marca, com exceção dos Estados Unidos. Apenas 81 unidades serão fabricadas.

9767279191747489565

Baseado no Exige S, o carro ganha pintura especial, na cor preta, com detalhes em vermelho e rodas douradas. Pelo interior também predomina a cor preta com detalhes dourados. Os bancos são de couro com encostos bordados. Uma placa no interior dá a numeração de cada unidade.

11578528691898700822

Os compradores do carro farão parte de um clube de donos do Exige LF1, o que inclui passe para uma visita à fábrica da Lotus em Hethel e à sede da equipe de F1 da Lotus, em Enstone, uma réplica 1:2 do capacete de Romain Grosjean, descontos em produtos da marca, pen-drive personalizado e outros brindes.

737978971231888922

O motor é um 3.5 V6 de 350 cv e 40,8 kgfm, que leva o carro de 0 a 100 km/h em 4 segundos, com velocidade máxima de 274 km/h. O carro ganha sistema de gerenciamento de desempenho, freios maiores e pneus P-Zero Trofeo, da Pirelli. Valores ainda não foram divulgados.

por 15 de junho de 2014 Lotus, Série Especial

Sandero Stepway Tweed começa a ser vendido na Argentina

Para a despedida do modelo atual, o hatch veste o clássico tecido Tweed

  TweedAbre
Por 147.100 pesos, a Renault passou a oferecer no país dos hermanos a versão especial Stepway Tweed para o Sandero. O nome é uma homenagem ao tecido muito famoso na confecção de diversas roupas e que se tornou muito popular, inicialmente, no Reino Unido. A série é baseada na variante aventureira Stepway. A exótica combinação deverá chegar também ao Brasil (onde, aliás, é fabricada e importada para a Argentina), marcando o fim do Sandero atual, que ganhará uma profunda reestilização a exemplo do Logan ainda neste ano. TweedAbre2
Ele será oferecido apenas na cor branca e preta. Os retrovisores não vêm na cor da carroceria e a liga da roda vem na cor preta. No interior, o destaque vai para a decoração em prol do tecido, que se estende desde os bancos até o conta-giros, acabamento das portas e tapetes. O valor de quase 150 mil pesos corresponde a R$ 45 mil. O preço por aqui, entretanto, não deverá variar muito por conta da alta do dólar na Argentina e a forte crise econômica que afeta o país. A bem da verdade, ao comprá-lo, você leva de brinde a ‘nova geração’ que será lançada no segundo semestre.

por 12 de fevereiro de 2014 Renault, Série Especial

Última Kombi Last Edition é levada para um museu da VW em Hannover, Alemanha

O furgão, enfim, virou peça de museu

VW-Kombi-7[3] A Kombi mais cara de todos os tempos jamais será entregue. A última unidade produzida da versão Last Edition será mantida no Museu de Veículos Utilitários da Volkswagen em Hannover, na Alemanha. Trata-se da unidade número 1200 da série especial, que tinha inicialmente a proposta de ter apenas 600 unidades comercializadas. Por aqui, uma Last Edition “comum” custava R$ 85 mil. Dessa forma, a última delas teria cifras astronômicas caso fosse vendida. VW-Kombi-2[3]
Apesar de sites estrangeiros terem noticiado que a Kombi enviada para o museu de Hannover era a última de todas as Kombi, uma foto divulgada na internet tirada na linha de montagem em São Bernardo do Campo (SP) indica que a última Kombi produzida em 2013 foi uma unidade da versão Standart, ou seja, comum. Não se sabe a destinação dada a esta unidade (esperamos que não tenha sido enviada para uma concessionária). VW-Kombi-3[3] A Kombi começou a ser produzida no Brasil em 1957 e surgiu do projeto de Ben Pon, datado dos anos 1940. No Brasil, ganhou uma segunda geração em 1975 e sofreu alterações ao longo dos anos, a mais expressiva em 1997, com a adoção das portas corrediças, e em 2006, com o motor refrigerado a ar. As unidades produzidas por aqui foram exportadas para mais de 100 países. No total, mais de 1,1 milhão de Kombis foram fabricadas no Brasil.

por 1 de fevereiro de 2014 Europa, Fim de Carreira, Série Especial, Volkswagen

Grazie Mille marca a despedida do hatch, em produção desde 1984

São quase 30 anos de história reduzidos a uma versão especial

grazie_mille_ambi_016[3]
Não seria imprudente considerar que uma determinada parcela dos que estão lendo esse parágrafo nesse exato momento possuem menos de 30 anos. Isso significa, em linhas gerais, que todas elas nasceram após o lançamento do Uno. Desde então, a chamada bota ortopédica fez parte do cotidiano de qualquer brasileiro. Foram mais de 3,5 milhões de unidades vendidas, que serão representadas pelas 2000 unidades da série especial Grazie Mille. grazie_mille_ambi_012[4]
O nome da versão é um trocadilho (muito bem sacado, diga-se de passagem) da própria Fiat. A expressão italiana significa “Muito obrigado”, simbolizando a gratidão da marca pelo modelo. Por fora, a novidade está na cor Verde Saquarema, exclusiva da série. O modelo também poderá ser encontrado na cor Prata Bari. Rodas de liga leve de 13 polegadas também são exclusivas da versão.
grazie_mille_035[4]
No interior, bancos exclusivos, pedaleiras esportivas, rádio (um modelo mais completo seria bem-vindo) e um novo quadro de instrumentos (que lembra o do Palio G4) trazem o tom de exclusividade da versão, que custará R$ 31.200. No exterior, além da cor exclusiva, adesivos identificam a versão. No interior, há um adesivo com a numeração da versão (de 1 a 2000) no centro do painel, onde nos primeiros Mille havia um cinzeiro. Foi o Uno que impulsionou a marca no país, junto da sua família (Elba, Prêmio e Fiorino) a partir da década de 1980. Em 1990, a Fiat lança o Mille, sua versão espartana e com motor 1.0. O Uno sobrevive ao Palio, lançado em 1996, e passa a se chamar apenas de Mille. Sua última grande intervenção no design foi em 2004.
grazie_mille_038[4]
O Mille segue sem substituto oficial. A Fiat prepara seu subcompacto, mas ele deve vir a longo prazo, ao contrário do que se acreditava há alguns anos, quando se calculava que ele seria çançado junto do Volkswagen Up!. Por ora, sabe-se que uma versão mais simples do Palio Fire deverá fazer as honras.

por 20 de dezembro de 2013 Brasil, Fiat, Fim de Carreira, Série Especial

Grazie, Mille!

Prestes a completar 30 anos, trocadilho marca a despedida do hatch

Mille
Lançado em 1984, o Uno recebeu o título Mille em 1990, no incentivo do Governo Collor aos modelos com motores com deslocamento menor que 1000 cm³. Era uma versão espartana do compacto que só ganharia uma nova geração 20 anos depois. Ele sairá de linha nos últimos momentos de 2013 em razão do projeto antigo, que encareceria a adaptação dos airbags e freios ABS. A versão de despedida se chamará “Grazie Mille”, um trocadilho com a expressão de mesma escrita que no bom italiano significa “muito obrigado”. Nada mais justo para um carro que já soma mais 3,5 milhões de veículos vendidos desde seu lançamento. Ele, hoje, é o modelo mais barato da Fiat – na tabela, seus preços partem de R$ 22.540. A Fiat prepara um compacto para o segmento de entrada, mas ele não deverá vir tão cedo. Até lá, o Palio Fire, com algumas mudanças objetivas, deverá ocupar o lugar do Mille. Com a partida da Kombi, o Mille seria o único veículo vendido no Brasil com projeto dos anos 1980. O mais antigo do país passa a ser o Classic, lançado em 1995 mas baseado no Corsa B lançado na Europa em 1993. Esse escapou da forca nos últimos meses, quando voltou a disponibilizar freios ABS e airbags. A versão especial, em matéria de equipamentos, não deverá diferir muito do que é oferecido atualmente: vidros elétricos, ar-condicionado, direção hidráulica e dentre outros equipamentos de conforto. Porém, é certo que a Fiat deverá trazer algum adereço em memória da versão histórica e honrosa para a chamada Bota Ortopédica. Sua produção deverá ser mantida até os últimos momentos de 2013 para garantir o maior estoque possível para o próximo ano. Mas não será a mesma coisa, claro. Um mito se vai. Em boa hora, é preciso admitir. Grazie, Mille.

por 12 de novembro de 2013 Brasil, Fiat, Fim de Carreira, Série Especial

Lamborghini Aventador LP 720-4 Anniversario tem imagens vazadas

Edição comemorativa será apresentada em Xangai

 

294317847620695458

Vazaram as primeiras imagens do Lamborghini Aventador LP 720-4 Anniversario, uma edição especial do superesportivo criada para comemorar os 50 anos da marca e que será revelada em alguns dias, durante o Salão de Xangai. As alterações atingem partes visíveis do carro e o motor, que ganha alguns cavalos.  

13643955482045784631

A carroceria ganha novo spoiler dianteiro e difusor traseiro. A pintura é na cor preta na parte inferior. Por dentro a forração dos bancos é feita em dois tons e acompanha a pintura externa.

235956289422245950

O motor 6.5 V12 gera 720 hp, aumento de 20 hp. Com isso a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 2,9 segundos, com velocidade máxima ultrapassando os 350 km/h. Ainda não sabemos o preço, mas apenas 100 unidades serão fabricadas.

1131735028690279170121850328216371395037976723901108373160

Volkswagen apresenta Beetle GSR em Chicago

Edição limitada terá 3,5 mil unidades produzidas

 

1827258476206738092

Quarenta anos depois da chegada desta versão especial para o clássico Beetle, a Volkswagen apresenta o novo Beetle GSR Limited Edition, no Salão do Automóvel de Chicago. O carro vem com motor 2.0 TSI e pintura exclusiva, amarela com detalhes em preto.

1313058468457541322

O motor é um quatro cilindros 2.0 da família EA-888, equipado com turbo e que atinge 210 cavalos de potência. Este mesmo motor será ofertado nas linhas 2013 do Jetta GLI e do Beetle Turbo, no mercado norte-americano. A transmissão pode ser manual ou automática de dupla embreagem, nos dois casos, são seis velocidades.

13717081821785451210

O Beetle GSR possui para-choques dianteiro e traseiro da linha R, além de rodas de 19 polegadas em pneus 235/40. Por dentro o acabamento é predominantemente de tons de cinza, com costuras amarelas exclusivas desta edição, além do logotipo na tampa do porta-luvas e nas soleiras das portas.

14842269101345506622

A lista de equipamentos inclui sistema de som Premium da Fender, faróis bi-xenônio, bancos dianteiros aquecíveis, teto solar panorâmico e outros itens interessantes. Assim como ocorreu com o modelo clássico, a produção será limitada em 3.500 unidades. O preço ainda não foi revelado e quase metade dos 3.500 carros serão vendidos nos Estados Unidos. Não temos a confirmação da chegada desta edição ao Brasil.

por 8 de fevereiro de 2013 Salão de Chicago, Série Especial, Volkswagen

Volkswagen Beetle ganha série especial Exclusive

beetle1

A Volkswagen apresentou a edição especial “Exclusive” para o Beetle, nas versões Sport e Design, com carroceria coupé ou conversível. No visual a edição é diferenciada por rodas de liga-leve Twister de 18 polegadas, ou 19 polegadas com desenho Tornado opcionais.

beetle3

O interior possui três opções de cores para o estofamento, que é de couro. O habitáculo conta ainda com bancos esportivos dianteiros, acabamento em couro no volante, descanso de braço e alavanca  de câmbio. A soleira das portas é feira em aço inoxidável.

beetl

O Beetle Design, com motor 1.2 TSI de 104 cv, custa 22.650 euros (60 mil reais) e é a versão mais em conta. O Beetle Cabriolet Sport é o mais caro, custando 30.500 euros (80 mil reais), equipado com motor 1.4 TSI de 150 cv. Não há previsão de chegada desta edição especial no Fusca, vendido aqui no Brasil.

por 19 de novembro de 2012 Série Especial, Volkswagen